Ganhador.com

WNBA

WNBA 2017: Quem diria, o Minnesota Lynx já bate os números do Golden State Warriors!

Foto: AP Photo/Jim Mone

Equipe da craque Sylvia Fowles segue dominando a liga com um rendimento que beira os 90%

O Golden State Warriors entrou para a história da NBA com um desempenho simplesmente espantoso nos playoffs antes de conquistar o título sobre o Cleveland Cavaliers. E acredite se quiser: o que está acontecendo na temporada da WNBA é bastante parecido.

 

Lynx é o “time nota 9”

Comandada pela pivô Sylvia Fowles, que vive o melhor momento de sua carreira sendo decisiva no ataque e na defesa, o Minnesota Lynx é a grande equipe da WNBA no momento e apontada por toda a imprensa americana como a enorme favorita ao título.

A condição não veio de graça. A franquia tem um rendimento de simplesmente 89,7% de vitórias, o que faz a torcida do Lynx dizer que é um “time nota 9”, graças à efetividade próxima aos 90%.

A campanha do Minnesota até aqui é espantosa, com 21 vitórias e 3 derrotas. Este 89,7% de efetividade que suscita comparações com o Golden State Warriors é mesmo digno de aplausos, pois Curry, Durant, Thompson e companhia alcançaram 81,7%, provenientes de 67 vitórias e 15 derrotas na última temporada regular.

As comparações são limitadas, claro. Todas sempre são. Mas dão uma real dimensão da força de um Minnesota que tem muito mais que o brilho de Sylvia Fowles, mas também a rapidez e a precisão do arremesso da ala Maya Moore. Como o tema é o paralelo com a NBA, digamos que a união da dupla Fowles-Moore hoje em dia seria o mesmo que juntar, no mesmo time, LeBron James e Stephen Curry na NBA.

As demais equipes? Há pouco a se destacar. Atual campeão, o Los Angeles Sparks está em uma campanha discreta com 18 vitórias e 7 jogos, com um desempenho que não indica sequer uma volta à decisão. Até mesmo Candance Parker, a estrela do time e das finais de 2016, anda um pouco “de ressaca” e distante dos melhores momentos.

Outra ressalva importante a se fazer é a disparidade entre as conferências do Oeste e do Leste – qualquer semelhança com a NBA não é mera coincidência…

As duas melhores equipes do Leste são o Connecticut Sun (16-9) e o Washington Mystics (15-10). Embora haja o equilíbrio que caracterizou o duelo entre Boston Celtics e Cleveland Cavaliers em seu lado da tabela, a disparidade técnica com os semelhantes do Oeste está bem evidente. Os dois primeiros colocados do Leste estão na terceira e quarta colocações no geral, o que demonstra com perfeição qual é a parte dos Estados Unidos que hoje conta com o melhor basquete.

 

Playoffs começam daqui a um mês

De agora até 3 de setembro, cada equipe chegará ao fim da temporada regular com um total de 34 jogos. Para a maioria das franquias há ainda dez partidas pela frente. Os playoffs serão abertos no dia 7 de setembro, praticamente daqui a um mês.

O sistema de disputa do mata-mata da WNBA segue um modelo próprio que não tem muita ligação com a NBA. A começar pelo privilégio do campeão de cada conferência feminina, que fica esperando tranquilo na semifinal enquanto seus adversários duelam entre si. Tanto as semifinais quanto a decisão são no habitual sistema de melhor de cinco partidas.

A data do eventual quinto jogo da decisão da WNBA é 20 de outubro – a temporada não ultrapassa o ano seguinte, como ocorre tradicionalmente com a NBA.

Seguindo neste ritmo, Minnesota Lynx (Oeste) e Connectitut Sun (Leste) seriam os dois times agraciados com a vantagem de aguardar adversário já estando na semifinal.

E há também um quê de história que faz a edição deste ano ganhar um caráter todo especial. O Lynx e o Los Angeles Sparks são tricampeões da WNBA, e conquistando o troféu também este ano, empatariam com o já extinto Houston Comets no posto de principal campeão do evento.

Phoenix Mercury e Dallas Wings também têm três títulos, mas não surgem com capacidade de brigar por mais uma taça. Estão respectivamente em terceiro e quarto no Oeste e não empolgam ninguém.

 

WNBA – Classificação da Conferência Leste

  1. Connecticut Sun, 16 vitórias e 9 derrotas
  2. Washington Mystics, 15-10
  3. New York Liberty, 13-12
  4. Chicago Sky, 10-16
  5. Atlanta Dream, 10-16
  6. Indiana Fever, 9-18

 

WNBA – Classificação da Conferência Oeste

  1. Minnesota Lynx, 21 vitórias e 3 derrotas
  2. Los Angeles Sparks, 18-7
  3. Phoenix Mercury, 13-12
  4. Dallas Wings, 13-14
  5. Seattle Storm, 10-16
  6. San Antonio Stars, 6-21

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar