WNBA

WNBA 2017: Chicago e Atlanta disputam a última vaga do playoff

Foto: AP Photo/Nam Y. Huh

Versão feminina da NBA termina sua temporada regular neste final de semana

O Minnesota Lynx confirmou seu favoritismo e status de grande time da WNBA. A equipe das estrelas Maya Moore e Sylvia Fowles dominou a maior parte da liga de maneira impressionante, mas viu seu ritmo diminuído nas últimas semanas e agora precisa de uma vitória no sábado para confirmar a liderança na Conferência Oeste. A partida não deve apresentar maiores dificuldades. O time enfrenta no domingo o Washington Mystics, terceiro colocado no Leste, que tem simplesmente dez vitórias a menos que o Lynx até aqui.

 

Playoffs estão praticamente definidos

A edição 2017 da WNBA vai encerrar sua temporada regular neste final de semana, e os jogos servirão mais como amistosos de luxo do que qualquer outra coisa.

Das oito vagas disponíveis para o mata-mata que começa no dia 7 de setembro, nada menos que sete já foram ocupadas e têm suas ordens praticamente definidas.

No Oeste, o Lynx e o Los Angeles Sparks brigam pela liderança, mas a briga está praticamente definida em favor do Minnesota. O time chega a este momento do campeonato com a campanha de 25 jogos e 7 derrotas, enquanto o Sparks soma até aqui 24-8.

Os times que vêm a seguir na conferência são Phoenix Mercury (16-16) e Dallas Wings (15-17). Estes são os quatro classificados já garantidos no Oeste, pois as outras duas equipes da conferência, o Seattle Storm e o San Antonio Stars, ficaram pelo caminho com campanhas muito negativas. O San Antonio, para se ter ideia, chega a esta rodada de encerramento com simplesmente 7 vitórias e 25 (!) derrotas.

No Leste, a situação está um pouco mais nivelada, mas por baixo. E o curioso é que a briga pela primeira colocação segue ativa, assim como no Oeste.

A disputa toda para saber que equipe termina com a melhor campanha no Leste envolve o Connecticut Sun e o New York Liberty, times que tem, até o momento, retrospectos de 21-11 e 20-12.

O Connecticut enfrenta o Los Angeles Sparks neste sábado, enquanto o New York recebe o Dallas Wings. As duas partidas ocorrem nas quadras dos líderes. Se ambos confirmarem suas vitórias, o Connecticut mantém a liderança – algo que vem sendo realmente merecido pelo time da brilhante ala-pivô Jonquel Jones.

 

O que esperar de Chicago x Atlanta?

Cada equipe da WNBA cumpre 34 partidas em sua temporada regular, e esta reta final tem quatro equipes definidas no playoff do Oeste (Minnesota, Los Angeles, Phoenix e Dallas) e três no Leste (Connecticut, New York e Washington). A dúvida que fica é sobre a franquia que vai terminar de compor esta lista de classificado. Será o Chicago Sky ou o Atlanta Dream?

As campanhas de ambos são praticamente iguais até aqui, o que indica uma definição emocionante. O Atlanta leva a desvantagem do jogo a mais, por isso carrega um retrospecto de 12 vitórias e 20 derrotas. O Chicago tem as mesmas 12 vitórias, mas com 19 resultados negativos.

O Atlanta vai à quadra nesta sexta contra o Los Angeles Sparks. E no domingo, enfrenta o Phoenix Mercury, time forte que garantiu vaga no Oeste atrás apenas das duas equipes que brigam pela liderança. A lógica aponta que o Atlanta perca até mesmo os dois jogos – e aí entra a chance do Chicago, que faz seu único jogo restante neste sábado contra o Seattle Storm, penúltimo do Leste e que não deve oferecer maiores resistências.

E como segue o playoff daqui para a frente? Os dois times líderes de cada conferência garantem passagem para a semifinal. Antes desta semi propriamente dita há dois confrontos prévios, com o time de quinta melhor campanha enfrentando o oitavo, e o sexto pegando o sétimo. Os dois classificados destes jogos únicos se classificam para enfrentar, respectivamente, as equipes que terminarem na terceira e quarta colocações. Deste segundo confronto decisivo saem os semifinalistas que encaram os times que terminarem com as campanhas um e dois.

No ano passado, o Phoenix Mercury surpreendeu ao terminar a temporada regular em oitavo e chegar à semi, mas foi varrido facilmente pelo Lynx na série vencida por 3 a 0. Tal falta de surpresas deve se repetir na edição deste ano, dominada pelas equipes de sempre e que devem eventualmente se cruzar em uma nova final. Lynx e Sparks fizeram a decisão de 2016 – e só uma grande surpresa impedirá um tira-teima entre as duas.

 

WNBA – Classificação da Conferência Leste

  1. Connecticut Sun, 21 vitórias e 11 derrotas
  2. New York Liberty, 20-12
  3. Washington Mystics, 17-15
  4. Chicago Sky, 12-19
  5. Atlanta Dream, 12-20
  6. Indiana Fever, 9-24

 

WNBA – Classificação da Conferência Oeste

  1. Minnesota Lynx, 25 vitórias e 7 derrotas
  2. Los Angeles Sparks, 24-8
  3. Phoenix Mercury, 16-16
  4. Dallas Wings, 15-17
  5. Seattle Storm, 14-18
  6. San Antonio Stars, 7-25

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.