Eliminatórias da Copa do Mundo 2018

Vencer ou vencer: Argentina faz jogo da “vida” contra o Chile nas Eliminatórias para a Copa do Mundo na Rússia

Foto: AP Photo/ Luis Hidalgo

Só vitória interessa à seleção albiceleste, que com a colocação de hoje disputaria a repescagem; próximos da classificação, Uruguai e Brasil fazem clássico da tranquilidade.

Já imaginou uma Copa do Mundo sem um dos melhores – senão o melhor – jogadores do planeta? É duro cogitar a ausência de Lionel Messi, mas é pura realidade em razão do momento delicado da Argentina. Faltando seis rodadas para o término das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo da Rússia 2018, a Seleção Albiceleste tem um jogo chave em casa, no estádio Monumental de Nuñez, contra o Chile, para afastar qualquer surpresa.

Quinta colocada com 19 pontos, a equipe comandada por Edgardo Bauza, ex-treinador do São Paulo, precisa urgentemente vencer a La Roja, em um jogo considerado de seis pontos, para fugir da repescagem. Isso porque se a competição terminasse hoje, Messi e companhia teriam que disputar um mata-mata contra uma seleção da Oceania. E vocês sabem: nestas circunstâncias, tudo pode acontecer. Além disso, os chilenos, carrascos dos argentinos nas últimas duas Copa América (2015 e 2016), estão uma posição à frente, com 20 pontos, o que torna o duelo ainda mais especial.

O clima não é de revanche, mas o “sangue nos olhos” dos mandantes é vital para a equipe alcançar os três pontos no estádio do River Plate, que certamente estará abarrotado de “hinchas”. Se vencer, a Argentina passa automaticamente o adversário de logo mais e ainda pode pular para a terceira posição, dependendo, é claro, de um tropeço do Equador. A equipe do norte do continente é a terceira, com 20 pontos, e vai a Assunção encarar o Paraguai, sétimo com 15.

Para garantir a vitória, os hermanos precisarão espantar um fantasma que tem acompanhado o time quando joga em seu território. Apesar da infinidade de craques e opções ofensivas, como Messi, Di Maria, Higuaín, Aguero, entre outros, os argentinos possuem o pior ataque – apenas sete gols, acreditem – como mandante da competição, empatando com os paraguaios. Por outro lado, a seleção bicampeã mundial conta com uma defesa sólida em casa. Ela é a segunda menos vazada, com apenas quatro gols sofridos, perdendo apenas para o Uruguai, que levou um em seis jogos disputados em seus domínios.

No Chile, o técnico Juan Antonio Pizzi tentará arrancar ao menos um empate. Sem um de seus principais jogadores – Arturo Vidal está suspenso -, o comandante chileno deposita suas principais fichas em Alexis Sánchez, do Arsenal. Outro jogador que pode contribuir no duro duelo contra os argentinos e cadenciar o jogo é Jorge Valdivia. O ex-palmeirense, que não era chamado pela seleção desde outubro do ano passado, está de volta e pode ser a surpresa entre os titulares.

Palpite: apesar da rivalidade ter aumentado recentemente entre as duas equipes, a Argentina domina soberanamente o confronto. Em 88 jogos, os albicelestes venceram nada menos do que 59 partidas e empataram outras 21. Com apoio da torcida e precisando do resultado, eles têm tudo para vencer. Os chilenos, por outro lado, venceram apenas oito embates.

Odds: Argentina (1.50) x Chile (7.00); empate (4.00)

 

Uruguai x Brasil

Em situações parecidas, ou seja, em momento de muita tranquilidade, Uruguai, vice-líder com 23 pontos, e Brasil, primeiro com 27, fazem o outro grande jogo da 13ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas, em Montevidéu. Quem vencer coloca praticamente os dois pés no Mundial da Rússia.

Além disso, o encontro entre as seleções marca o duelo entre Neymar, craque do Barcelona, e Cavani, do PSG e artilheiro do torneio qualificatório com oito gols, que coincidentemente estarão sem seus respectivos parceiros de ataque: Gabriel Jesus e Suárez. Pelo lado brasileiro, a jovem estrela do Manchester City segue se recuperando de uma fratura no dedo do pé. Já o Luisito cumpre suspensão, assim como o goleiro Fernando Muslera, aumentando assim a dor de cabeça de Óscar Tabárez.

Palpite: O confronto contra os uruguaios é mais uma oportunidade para o técnico Tite mostrar que o 100% de aproveitamento – sete vitórias em sete jogos – da “Era Tite” não foi por acaso. Em campo, o gaúcho poderá contar com Casemiro, que vive grande fase no Real Madrid, mas que perdeu as últimas convocações por conta de lesão. Outro jogador para ficar de olho é Philippe Coutinho, que apesar da fase inconstante do Liverpool, sempre quando entre em campo pela Seleção Canarinho tem correspondido. O jogo é no Uruguai, mas o Brasil tem tudo para assegurar mais uma vitória.

Odds: Uruguai (3.30) x Brasil (2.25); empate (3.30)

 

Jogos da 13ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo da Rússia 2018:

  • 23/03: 17:30 – Colômbia (1.16) x Bolívia (19.00); empate (6.50)
  • 23/03: 20:00 – Paraguai (2.40) x Equador (3.00); empate (3.20)
  • 23/03: 20:00 – Uruguai (3.30) x Brasil (2.25); empate (3.30)
  • 23/03: 20:30 – Argentina (1.50) x Chile (7.00); empate (4.00)
  • 23/03: 20:30 – Venezuela (2.50) x Peru (3.00); empate (3.00)

 

Comentários

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Brasil x Uruguai nas Eliminatórias da Copa do Mundo da Rússia! Confira o prognóstico com Julio Gomes | Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar