UFC

UFC 213: a data, o lugar e a rival certa para Amanda Nunes se consagrar como estrela

Foto: Reprodução/UFC

Já citei por aqui que o retorno de Amanda Nunes ao octógono acontece no dia 8 de julho, em Las Vegas (EUA), pelo UFC 213. Ela vai enfrentar Valentine Shevchenko pela segunda vez. E a próxima disputa de cinturão da brasileira tem todos os ingredientes necessários para torná-la uma estrela do MMA.

O lugar

Embora Amanda tenha pedido para fazer a disputa de cinturão do peso galo feminino no Brasil, diante de seu público, a brasileira dificilmente teria essa chance. Isso porque Amanda se tornou uma figura mais conhecida do público de Las Vegas da própria torcida do Rio de Janeiro, talvez. Suas últimas duas lutas não só foram em Vegas como foram contra duas das três lutadoras mais populares do MMA feminino: Miesha Tate e Ronda Rousey. Isso obviamente contribui para sua popularidade na capital das lutas. Ser a mulher que nocauteou Tate e Rousey é um belo cartão de apresentação em qualquer lugar do mundo, mas em Las Vegas parece mais forte e faz mais sentido no momento. É a chance de dar continuidade ao crescimento de sua popularidade no mercado americano.

A data

O dia 8 de julho representa o fim da “semana internacional da luta”, mega evento que acontece em Las Vegas uma vez por ano e reúne além de três eventos do UFC, uma programação especial com ações e a participação de diversos atletas do Ultimate. O UFC 213 é o evento mais glamouroso do ano. Foi nessa mesma época que Amanda chocou o mundo e bateu Miesha, no passado passado. O show reúne astros do mundo das lutas, celebridades… Todas as atenções do mundo do esporte estarão voltadas para essa luta. É mais uma chance de mostrar para um grande número de pessoas seu talento no MMA.

A rival

No lugar certo e na data certa, Amanda só precisava da parceira ideal para “a dança”. E atualmente ela é Valentina Shevchenko. O atropelo da brasileira contra Tate e Rousey foi tão grande que pouco pudemos ver de seu jogo, suas armas, e sua evolução. Já Valentina me parece uma rival mais ameaçadora e resistente. Ela certamente vai exigir muito do jogo de Nunes e o resultado pode ser uma grande apresentação da brasileira. Shevchenko é o tipo de lutadora que se Amanda não chegar no UFC 213 completamente focada e preparada, pode acabar perdendo o título. Ela vai tirar o melhor de Amanda. Especialmente se levarmos em consideração a primeira luta, na qual Valentina vendeu caro a derrota para a a brasileira.

Depois de conquistar o cinturão do Ultimate na edição de número 200 e nocautear a estrela Ronda Rousey em segundos, Amanda Nunes tem no UFC 213 um prato cheio para consolidar seu reinado na maior organização de MMA do mundo e, quem sabe, disparar como estrela do MMA feminino. Potencial ela tem. E muito!

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar