Ganhador.com

Paulista A1

Tudo pronto para o Paulistão de 2018! Confira como ficaram os grupos da primeira fase

Sorteio Paulistão 2018
Foto: Rodrigo Corsi/FPF/Powered By Canon

Reunião do conselho arbitral e sorteio das chaves aconteceram ontem.

O Campeonato Paulista manteve a fórmula de disputa e tenta atrair um público maior com leves mudanças no regulamento. O Campeonato Estadual de São Paulo é o único a contar com cinco clubes da Série A nacional: Corinthians, Palmeiras, Ponte Preta, Santos e São Paulo. Confira abaixo o que foi definido na reunião dos inscritos hoje na sede da federação.

 

Fórmula de disputa mantida

A fórmula de disputa do Paulistão 2018 é a mesma da edição de 2017.  Na primeira fase, temos quatro grupos de quatro. Os times de cada chave enfrentam apenas os das demais em turno único, totalizando doze rodadas.

Os dois melhores colocados de cada quadrangular avançam para as quartas de final, onde o vencedor enfrenta o segundo do mesmo grupo em ida e volta.

Nas semifinais, teremos uma definição dos emparelhamentos, de acordo com as campanhas de cada agremiação até ali: primeiro x quarto; e segundo x terceiro. Após dois jogos, conheceremos os finalistas.

A final também será realizada em 180 minutos.

As duas piores equipes da etapa inicial, independente de chave, caem para a Série A-2 de 2019.

O certame começa em 17 de janeiro e o campeão será conhecido em 08 de abril.

 

Mudanças no regulamento

As mudanças tratam de atrair mais público e mídia para os duelos. A primeira novidade se dá no limite de inscrições. Cada competidor pode registrar 23 jogadores de linha e três goleiros, totalizando apenas 26 atletas, dois a menos que este ano.

No entanto, haverá uma segunda lista de talentos da base que poderão ser utilizados, desde que tenham no mínimo 16 anos, pertençam ao clube há pelo menos um ano e terem aparecido num torneio oficial da federação em 2017.

 

Prêmios

O Estadual mais rico do país distribui R$ 11 milhões em dinheiro. O campeão recebe o maior cheque de todos: R$ 5 milhões.

Isso tudo sem contar televisionamento, bilheteria, catering, etc.

 

Como se deu o sorteio

O sorteio colocou os quatro grandes como cabeças-de-chave: Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo. A partir daí, cada pote levou em consideração a classificação de 2017. Assim, o primeiro contou com Botafogo, Linense, Novorizontino e Ponte Preta; o segundo com Ituano, Mirassol, Santo André e São Bento; e o último com Bragantino, Ferroviária, Red Bull Brasil e São Caetano.

 

Os grupos da 1ª fase

  • Grupo A: Bragantino, Corinthians, Ituano e Linense.
  • Grupo B: Ponte Preta, Santo André, São Caetano e São Paulo.
  • Grupo C: Ferroviária, Novorizontino, Palmeiras e São Bento.
  • Grupo D: Botafogo, Mirassol, Red Bull Brasil e Santos.

 

Dezesseis clubes na Série A-2

A segundona paulista tem quatro novidades: Audax e São Bernardo FC desceram da elite, enquanto que Internacional de Limeira e Nacional chegam da terceira divisão. Os demais participantes são Água Santa, Batatais, Guarani, Juventus, Oeste, Penapolense, Portuguesa, Rio Claro, Sertãozinho, Taubaté, Votuporanguense e XV de Piracicaba.

Segundo a Federação Paulista de Futebol, a contenda deve começar em 16 de janeiro e terminar em 08 de abril. Por causa da Copa do Mundo, o calendário terá menos datas antes do início do Brasileirão, e por isso, estuda-se uma fórmula de disputa enxuta.

 

Times tradicionais na Série A-3

Marília, Mogi-Mirim, Noroeste e Portuguesa Santista são os quatro concorrentes mais famosos do terceiro nível do futebol de São Paulo. As demais associações da série C são Atibaia, Barretos, Capivariano, Desportivo Brasil, Grêmio Osasco, Manthiqueira, Matonense, Monte Azul, Olímpia, Rio Branco, Rio Preto, EC São Bernardo, São Carlos, Taboão da Serra, União Barbarense e Velo Clube.

 

Palpite

Antes da bola começar a rolar, é bem difícil prever surpresas que possam surgir no interior do estado mais rico do país. Muitos destes quadros estão parados, sem disputar nenhuma competição, sem aparecer na televisão. Diante deste cenário, creio que fica difícil apontar um rival que possa surpreender os quatro grandes.

Neste momento, vejo um Santos em ascensão e um Corinthians em franco declínio. O Palmeiras tenta esquecer o ano que ainda não acabou e tenta recomeçar do zero em janeiro, possivelmente com novo treinador e aproveitando melhor suas revelações. Já o São Paulo pode sofrer um corte violento de receita se cair para a Série B do Brasileirão, sem falar na crise interna.

No interior, temos uma Ponte Preta em crise no Brasileirão e um assistimos a um decepcionante Botafogo na Série C. Quem fez bonito e, se manter o plantel, pode aprontar é o São Bento, que conquistou dentro de campo seu acesso à segundona do país.

Penso que neste momento o Santos tem mais condições de dar a volta olímpica.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar