Copa do Brasil

Santos x Paysandu e Botafogo x Sport abrem as oitavas de final da Copa do Brasil

Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Depois de uma rodada emocionante na semana passada, que contou com a queda precoce de equipes tradicionais como Corinthians e São Paulo, a Copa do Brasil chega às oitavas de final e ainda recebe os clubes que participam da Copa Libertadores: Atlético Mineiro, Atlético Paranaense, Botafogo, Chapecoense, Flamengo, Grêmio, Palmeiras e Santos. E os jogos desta quarta-feira – 26 de abril – envolvem dois alvinegros que se dividem entre o torneio nacional e continental. Em fases distintas, Santos e Botafogo abrem os embates de ida contra Paysandu e Sport, às 19h30 e 21h45, respectivamente.

 

Botafogo x Sport

O Botafogo vem até agora fazendo uma temporada significativa. Apesar da eliminação para o Flamengo no Carioca, o clube alvinegro tem se comportado bem no principal campeonato do ano, a Libertadores, e assim espera manter o ritmo na Copa do Brasil. Líder do Grupo 1 do torneio sul-americano, o Fogão vem quebrando recordes a cada partida e fazendo os adversários sofrerem! Que o digam Olímpia e Colo Colo, nas fases preliminares, e agora Atlético Nacional-COL e Estudiantes.

Para você ter noção das atuações botafoguenses, a vitória por 2 a 0 na Colômbia representou o fim de um jejum de 44 anos do time de General Severiano sem vencer fora do país. E o que isso representa para a partida contra o Sport? A equipe dirigida por Jair Ventura, que no ano conta com 60% de aproveitamento, chega embalada para o duelo no estádio Nilton Santos e quer abrir vantagem já na primeira partida. Para isso conta com a boa fase de Sassá, artilheiro do clube na temporada com sete gols, que pode ganhar uma vaga entre os titulares, e a agilidade de Rodrigo Pimpão no ataque.

O problema é que os cariocas não possuem um bom retrospecto no torneio. Vice-campeão em 1999, o Botafogo chegou às semifinais em apenas duas oportunidades: em 2007 e 2008. Será mais uma oportunidade para superar as estatísticas! Veremos!

Do outro lado está o Sport, de Ney Franco. Desde que assumiu a equipe, o treinador tem dado uma nova cara ao time, que tem como principal estrela o experiente Diego Souza. Os pernambucanos já tiveram sete confrontos mata-mata no ano e passaram em todos. O Leão está vivo em todas as competições que disputa: encara a final do Pernambucano contra o Salgueiro, continua na Copa do Nordeste e ainda está na Copa Sul-Americana. Por isso, é bom respeitar o rubro-negro, que está louco para aprontar na Cidade Maravilhosa e se manter firme no nacional.

Palpite: mais um jogo complicado para o Botafogo, mas a equipe da Estrela Solitária já mostrou sua força quando foi colocada em xeque diante de sua torcida em 2017. Assim, o alvinegro vence o embate com os pernambucanos. As duas equipes balançam as redes.

 

Santos x Paysandu

No outro jogo da abertura das oitavas, o Santos quer resolver o confronto com o Paysandu já nesta quarta-feira. A escalação da equipe titular contra o Papão deixa claro que o técnico Dorival Júnior está levando a sério a competição. Eliminado pela Ponte Preta nas quartas do Paulistão, o Peixe é o líder do Grupo 2 da Libertadores, com cinco pontos. Apesar de ainda não ter mostrado um futebol convincente na competição continental, o alvinegro praiano está entre os primeiros, o que é de suma importância para suas pretensões. Vencer – e com boa vantagem – os paraenses significa poder focar na Libertadores sem ter qualquer prejuízo na Copa do Brasil.

Para o duelo de logo mais, um desfalque é certo: o lateral Zeca, que se recupera de uma cirurgia no menisco do joelho. De resto, o Santos vai com o que tem de melhor, com destaque para Lucas Lima, responsável por armar as jogadas para as conclusões de Bruno Henrique e Ricardo Oliveira.

Já no Papão, o técnico Marcelo Chamusca busca gols fora de casa, que na Copa do Brasil valem – e muito -. No entanto, a principal preocupação do comandante do Lobo é em relação ao desgaste físico de seus jogadores. Depois de um duro duelo com o São Raimundo, o time bicolor avançou à decisão do Paraense e revive o maior clássico do Estado contra o Remo. Além disso, a equipe está na decisão da Copa Verde, onde enfrenta o Luverdense, já no próximo meio de semana. Com diversas “finais” em sequência, o treinador tenta evitar qualquer tipo de refugo.

Palpite: apesar do pé atrás com a equipe, a torcida santista pode ficar sossegada que o Santos deve vencer e de forma tranquila o Paysandu. Se você for à Vila Belmiro, prepare-se para ver muito gols – vantagem superior a três tentos – do time da casa, que tem tudo para realizar uma apresentação convincente.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.