UFC

Rivalidade, disputas de cinturão e lendas em ação: o maior evento da história do Bellator

FOTO: Divulgação/Bellator MMA

Neste sábado, o Bellator MMA realiza o maior evento de sua história. Para sua estreia em Nova York (EUA), a organização conhecida como maior concorrente do UFC na atualidade montou um card histórico com grande parte daquilo que tem de melhor em seu plantel. Disputas de cinturão, bons casamentos de lutas e dois astros polêmicos na luta principal para um confronto aguardado por fãs ao redor do mundo: Wanderlei Silva e Chael Sonnen.

A luta principal do show não tem cinturão em disputa e nem será protagonizada por dois lutadores com uma relação forte com a franquia. Enquanto Chael tem apenas uma luta (e uma derrota) dentro do cage do Bellator, Wand fará sua estreia no evento. Mas nada que apague o brilho desse duelo. Para quem não se lembra, o brasileiro e o americano protagonizaram durante suas carreiras no UFC uma das maiores rivalidades da história do MMA. Eles chegaram a brigar durante as gravações do The Ultimate Fighter Brasil 3, quando foram treinadores dos times da edição.

A rivalidade entre eles é tão grande que Wanderlei se recusou a comparecer a um evento promocional do Bellator 180 com a justificativa de que queria evitar uma confusão antes da hora. O brasileiro diz não saber do que é capaz se encontrar o rival antes da hora do combate. Enquanto o falastrão americano provoca, Wand não quer nem saber e não vai pensar duas vezes antes de “chutar o balde”. A luta tem tudo para ser explosiva, a questão é se ela será tão empolgante quanto a rivalidade desempenhada fora do cage.

Chael Sonnen estava aposentado até voltar ao MMA em janeiro deste ano. Ele enfrentou Tito Ortiz, que acabou se aposentando depois da luta, e acabou derrotado com facilidade. Já Wanderlei, não luta desde março de 2013. São quatro anos sem se apresentar em alto nível. Estamos falando de um combate entre dois “quarentões”. São 80 anos de idade em ação no cage do Bellator. A expressividade de ambos é o suficiente para atrair o público, e todos querem ver como essa rivalidade será resolvida na luta. Que a diversão não acabe quando a luta começar.

 

Três disputas de titulo

Para engrandecer o Bellator 180, a organização separou três lutas válidas pelo título para o show. Michael Chandler defende o cinturão dos leves contra Brent Primus, Douglas Limas tenta manter o cinturão dos meio-médios contra Lorenz Larkin e Phil Davis, campeão meio-pesado, encara Ryan Bader em sua primeira defesa de cinturão.

 

Lenda e outros brasileiros em ação

Como se não bastasse todos esses atrativos, o Bellator 180 ainda conta com o retorno do ícone Fedor Emelianenko. Ele encara Matt Mitrione na co-luta principal do show. O tem, ao todo, quatro brasileiros em ação. Além de Wanderlei Silva e Douglas Lima no card principal, Chinzo Machida e Neiman Gracie defendem as cores do país no evento contra James Gallagher e Dave Marfone, respectivamente.

Prepare o seu coração e faça suas apostas, porque neste sábado, direto de Nova York, o Bellator realizará um evento histórico, de fazer inveja até ao UFC.

 

Confira as lutas do Bellator 180

Card principal

  • Wanderlei Silva x Chael Sonnen
  • Fedor Emelianenko x Matt Mitrione
  • Douglas Lima x Lorenz Larkin
  • Michael Chandler x Brent Primus
  • Aaron Pico x Zach Freeman

Card preliminar

  • Phil Davis x Ryan Bader
  • James Gallagher x Chinzo Machida
  • Neiman Gracie x Dave Marfone
  • Ryan Couture x Haim Gozali
  • John Salgado x Hugh McKenna
  • Heather Hardy x Alice Yauger
  • Jerome Mickle x Anthony Giacchina
  • Matt Rizzo x Sergio da Silva
  • Bradley Desir x Nate Grebb

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar