Notícias

Querido Papai Noel…

FOTO: Montagem de Ganhador.com

Querido Papai Noel,

Eu sei que já estou bem grandinho pra escrever uma carta para o senhor – nem me lembro a última vez que o fiz. Mas como representante do mundo das lutas, acho que me comportei bem durante o ano para lhe pedir alguns presentes. Não quero nada material. Até tem um cinturão dourado do UFC que gostaria de ver nas mãos de mais lutadores brasileiros em 2018, mas se o senhor atender aos meus pedidos, eles virão naturalmente. Contamos com a sua ajuda neste fim de ano.

Pra começar, será que o senhor pode colocar a cabeça de nossos lutadores no lugar? Explico. Neste ano, nossos grandes astros brilharam muito pouco. Mas independente dos resultados – no esporte sempre tem o vencedor e o perdedor, faz parte – foi muito feio ver a quantidade de atletas que caíram no doping. Jon Jones, Anderson Silva, Junior Cigano, Rogério Minotouro… Todos ícones do nosso esporte. Já vencemos tantos obstáculos para chegar aonde estamos hoje. O doping só nos enfraquece, tira nossa credibilidade, desacredita quem sempre esteve ao nosso lado. Menos casos de doping em 2018, por favor. Os grandes nomes de nosso esporte têm de dar o exemplo. Não é legal vê-los protagonizando escândalos. Alguns deles já foram flagrados mais de uma vez. Só peço lucidez a eles. Quando se é experiente, muitas vezes se esquece que o tempo passa. Em todos os sentidos.

Outra coisa. Eu sei que o Dana White e o esporte como um todo e seus promotores precisam fazer dinheiro. Eu também preciso, assim como todo trabalhador. Mas será que em 2018 a esportividade não pode ser mais valorizada? O entretenimento tem seu valor, mas de que adianta um espetáculo onde os protagonistas não são os melhores que temos? Eu sei que não depende só de você, mas se você mandar uma mensagem pro Whats App do Dana, por exemplo, aposto que ele responderá. Mas só para ficar claro, essa questão pode ser melhor trabalhada por vários eventos, não só pelo UFC.

Não quero parecer “pidão”, mas queria pedir também mais atenção aos fãs brasileiros. Nós inventamos essa modalidade. Merecemos mais eventos no país. Nossos fãs são apaixonados por lutas, e infelizmente não temos mais tanto evento como antes. Traga o Bellator para o Brasil. Que tal eventos do UFC mais prestigiados? Já vimos Ronda Rousey, Anderson Silva, Maurício Shogun em ação no Brasil. Que tal um card espetacular em 2018? Daqueles que pode encher estádio, assim como foi o UFC 198 em 2016. O brasileiro merece atenção, está carente de ídolos. Não o deixemos desistir do MMA. Nossa modalidade é tão rica.

Como falei lá em cima, não vou te pedir um cinturão do UFC. Se o Senhor conseguir cuidar desses pedidos acima, não tenho duvidas que eles chegarão muito em breve em maiores quantidades.

Desculpe pelo texto longo. Você certamente tem várias cartinhas para ler, mas sabe como é. Muitas vezes na vida voltamos a ser criança, sem querer querendo.

Feliz Natal, Papai Noel. Que nossa luta siga firme e forte hoje e sempre!

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar