Ganhador.com

Champions League

Quartas de final da Champions League começam com dois superclássicos; veja os prognósticos

Foto: Clive Mason/Getty Images

Fase aguda do mata-mata tem dois jogos entre quatro das equipes mais vencedoras da história

Juventus x Barcelona na terça-feira, Bayern de Munique x Real Madrid na quarta. Só isso. O sorteio reservou dois superclássicos europeus para as quartas de final da Liga dos Campeões da Europa. E os amantes do futebol esfregam as mãos.

Até porque os outros duelos também são bem interessantes. Borussia Dortmund e Monaco, dois times ultraofensivos, prometem jogos animados. Atlético de Madri e Leicester, dois times de defesa sólida e transição rápida, também prometem bom nível – ainda que neste caso haja um claro favorito.

São 40 finais europeias somados Juve, Barça, Bayern e Real. São quatro dos cinco que mais chegaram a decisões na história. O Real Madrid já disputou 14 finais, com 11 títulos. O Milan, ausente da competição, é o segundo colocado na lista, com 11 finais e 7 títulos. O Bayern de Munique chegou a 10 decisões, com 5 títulos. Mesmos títulos do Barcelona, mas em 8 finais. A Juventus também chegou a 8 decisões, mas com aproveitamento menor de conquistas: 2.

Neste momento da temporada, Bayern de Munique e Juventus são dois times mais equilibrados e consistentes do que Real Madrid e Barcelona, mas é complicado apontar qualquer favorito. A última vez que nem Barcelona nem Real Madrid apareceram nas semifinais da Champions: temporada 2006/2007. A chance disso acontecer de novo dez anos depois é real.

 

JUVENTUS X BARCELONA

Começamos pelo clássico de Turim na terça, repeteco da final de 2015. Dois anos atrás, a Juve tinha Pirlo, Pogba, Vidal, Morata e Tévez. Hoje, é um time com a mesma base defensiva, para lá de sólida, e com nomes menos badalados na frente: Pjanic, Khedira, Cuadrado, Dybala, Mandzukic e Higuaín.

É um time que joga de forma mais agressiva pelos lados, justamente o ponto fraco da defesa do Barça. O time de Luís Enrique é praticamente o mesmo da final de 2015, mas muita água rolou por baixo dessa ponte. A perda de Daniel Alves, justamente para a Juventus, fez com que o time demorasse mais de meia temporada para encontrar uma solução de saída de bola pela direita. Quando achou a tal solução, o técnico perdeu Rafinha, machucado.

Outro desfalque é Busquets. Luís Enrique vai ter de quebrar a cabeça para encaixar as peças no 3-4-3 e rezar para Neymar, Messi e Suárez fazerem chover lá na frente. O Barça, aquele mesmo que fez 6 a 1 para eliminar o PSG, perdeu do Málaga no fim de semana. A instabilidade marcou a temporada até agora.

Em seu Juventus Stadium, a Juve está invicta há 21 jogos (quatro anos) na Europa. Por todas as competições, são 47 jogos de invencibilidade, desde o primeiro jogo da temporada passada, em 2015.

Prognóstico: Juventus 2 x 0 Barcelona

 

BORUSSIA DORTMUND X MONACO

O Monaco surpreendeu muitos desavisados com os jogões que fez contra o Manchester City, eliminando o time de Guardiola nas oitavas de final. Dava para imaginar o feito, no entanto, considerando que o time lidera na França com três pontos a mais que o poderoso PSG e tem o ataque mais goleador da temporada europeia.

Desde que venceu o City por 3 a 1, no entanto, o Monaco já levou um sonoro 4 a 1 do PSG na final da Copa da Liga da França e conseguiu vitórias inesperadamente magras e suadas contra Lille (Copa da França) e Angers (campeonato). Ainda assim, vitórias.

O Borussia Dortmund vinha em franca recuperação na temporada, mas levou 4 a 1 do Bayern de Munique, sábado, de forma impiedosa. Abala qualquer um. O Monaco sonha com o título francês, uma realidade muito mais atingível do que a Champions. Já o Dortmund, sem chances na Bundesliga, aposta todas as fichas no torneio europeu.

Com um ataque dinâmico formado por Aubameyang e Dembélé, além de um possível retorno de Reus, o Dortmund sabe que terá de marcar muitos gols e fazer um bom resultado em casa para tentar a vaga em Mônaco. É um jogo que promete muitas chances, muitos gols e muita diversão.

Prognóstico: Borussia Dortmund 3 x 2 Monaco

 

BAYERN DE MUNIQUE X REAL MADRID

Na quarta-feira, Bayern e Real vão se enfrentar pela 23a vez, um recorde em competições europeias. Até hoje, os dois gigantes estiveram envolvidos em dez mata-matas, cada um saindo vencedor cinco vezes. Os números mostram que quem joga em casa costuma vencer – em Munique, o Bayern venceu nove vezes o Real, empatou uma e perdeu somente a última, um sonoro 0-4 em 2014.

Nas cinco vezes em que visitou Munique no jogo de ida, o Real perdeu quatro e empatou uma, mas fez pelo menos um gol em todos os duelos. O time de Zidane mantém uma série de 52 jogos oficiais seguidos fazendo gols. Muito disso se deve à incrível eficiência nas bolas aéreas, cruzamentos efetivamente concluídos a gol.

Carlo Ancelotti, “mestre” de Zidane e técnico que trouxe a Décima para o Real, em 2014, hoje está no Bayern. A receita para os bávaros é clara: limitar o Real Madrid nesse tipo de jogada e nos contra ataques rápidos puxados por Kroos e Modric para Cristiano Ronaldo, Bale e Benzema.

O Real não tem Pepe nem Varane, machucados, e Nacho jogará na zaga ao lado de Sergio Ramos. Para aprofundar o drama, Ramos perderá o jogo de volta se levar um amarelo. O Bayern perdeu o zagueiro Hummels para o jogo, mas Neuer está de volta e a zaga tem peças de reposição.

Prognóstico: Bayern de Munique 3 x 1 Real Madrid

 

ATLÉTICO DE MADRI X LEICESTER

O jogo mais previsível dos quatro, pois há um desequilíbrio latente entre as forças. O Atlético, finalista de duas das últimas três Champions, venceu cinco jogos seguidos antes do empate no dérbi contra o Real Madrid. Voltou a ter enorme solidez defensiva e ataca com muita qualidade, troca passes tão bem quanto qualquer time que priorize a posse de bola – coisa que ele não faz.

A proposta do Leicester é previsível: irá tentar se defender e contra atacar. Achar um golzinho, como o que achou em Sevilla, para depois decidir em seu estádio.

O Atlético sabe disso, não deve ir com tanta sede ao pote para não se expor. Simeone planeja uma vitória construída ao longo de 90 minutos, sem afobação e com consistência. Além de ter Griezmann em grande fase, o Atlético enfrentará um Leicester desfalcado do capitão Morgan, o principal zagueiro do time.

Prognóstico: Atlético de Madri 2 x 0 Leicester

 

Comentários

2 Comentários
Voltar