Copa Libertadores

Prognóstico de Santos x Atlético-PR pelas oitavas de final da Libertadores; Furacão à espera de um milagre

Foto: Lucas Uebel/Getty Images

No jogo de ida, Peixe venceu por 3 a 2 na condição de visitante e tem excelente vantagem para se classificar às quartas de final

Difícil? Muito. Impossível? Jamais. Pensando em fazer história na Copa Libertadores da América, o Atlético-PR se prepara para uma grande missão. Além de ter que encarar o Santos na Vila Belmiro, o que não é fácil para nenhum time do mundo, o Furacão precisa reverter a ótima vantagem construída pelos paulistas no estádio Durival de Britto, onde foi realizado o jogo de ida entre os dois clubes pelas oitavas de final da competição – que terminou com vitória do Peixe por 3 a 2. O duelo decisivo será realizado nesta quinta-feira (10), às 21h45 (horário de Brasília).

 

SANTOS X ATLÉTICO-PR

A vaga está no colo dos santistas, que contam com o privilégio de poderem perder por um gol de diferença em marcadores como o 1 a 0 e o 2 a 1. Agora, se o Atlético devolver o placar da primeira partida, o classificado será definido nas cobranças de pênaltis. Em caso de triunfo dos visitantes por um tento de margem a partir do score de 4 a 3, o Alvinegro Praiano estará eliminado. Sem depender de qualquer outra combinação, basta aos comandados de Fabiano Soares um resultado positivo com dois ou mais gols de vantagem.

Não dá para imaginar outra forma de jogo senão o Santos atuando com o regulamento debaixo do braço. A melhor estratégia para o time de Levir Culpi não correr riscos em casa é fazer o tempo passar e ser letal nos contra-ataques. Já o Furacão terá que encarnar o espírito kamikaze para se manter vivo na competição, quando a exposição será inevitável e a busca pelos gols incessante.

 

BOM MOMENTO NO BRASILEIRÃO FAZ ATLÉTICO-PR CONFIAR NO “IMPOSSÍVEL”

O Furacão não tem sido um primor de planejamento este ano, pois está no terceiro técnico e ainda no início de agosto. Paulo Autuori passou a batuta para Eduardo Baptista ao optar por assumir um cargo diretivo no clube. Por sua vez, Baptista não resistiu aos maus resultados, principalmente a derrota na abertura das oitavas de final da Libertadores em Curitiba. Foi então que Fabiano Soares assumiu o comando do time com enorme desconfiança. Além de ter sido um jogador de poucos êxitos no futebol brasileiro, sua carreira de treinador se iniciou em Portugal, assim como aconteceu com Autuori.

Mas o treinador vem superando as expectativas e deu um choque de qualidade no grupo. Mesmo que não consiga a virada contra o Peixe, as perspectivas para a conclusão de 2017 passaram de temerosas para otimistas. Já são três vitórias consecutivas no Brasileirão, quando o Atlético-PR saiu da zona do rebaixamento para o oitavo lugar – a apenas dois pontos do G-6. Uma coisa é certa: não faltará empenho e confiança para os rubro-negros. E a condição de franco-atiradores, no fim, pode ser até benéfica no sentido de os paranaenses buscaram aquela que seria uma heroica qualificação. Abaixo, você entenderá por que os visitantes têm bons motivos para crerem na classificação.

 

RETROSPECTO DE SANTOS E ATLÉTICO-PR

O histórico do confronto entre santistas e atleticanos é bastante favorável aos paulistas. Afinal, em 47 jogos oficiais, o Peixe saiu vitorioso em 22 ocasiões, contra 13 triunfos do Furacão, além de 12 empates. Porém, na primeira vez em que as duas agremiações mediram forças na Libertadores, os atleticanos ficaram com a vaga.

Em 2005, o encontro foi pelas quartas de final. Na Arena Baixada, os mandantes, então treinados por Antônio Lopes, ganharam por 3 a 2. Na Vila Belmiro, mesmo palco da partida de amanhã (10), os paranaenses fizeram 2 a 0 – gols de Aloísio Chulapa – placar este que manteria o Atlético na competição sul-americana em 2017.

 

PROVÁVEIS ESCALAÇÕES

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Alison (Renato), Yuri e Lucas Lima; Copete, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira – Técnico: Levir Culpi

Atlético-PR: Weverton; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley (Fabrício); Matheus Rossetto, Lucho González e Nikão; Douglas Coutinho, Pablo e Ribamar – Técnico: Fabiano Soares

 

PALPITE

Os jogadores do Atlético-PR irão a campo com o coração na ponta da chuteira. Farão de tudo para permanecerem na Libertadores, quando o time está se superando desde as duas etapas eliminatórias que antecederam à fase de grupos. Mas perder em casa e ainda por cima tomando três gols no mata-mata é um pecado que dificilmente tem clemência. Por isso, o Santos leva grande favorito para seguir na luta pelo tetracampeonato, quando o empate é o desfecho mais indicado.

 

JOGOS DAS OITAVAS DE FINAL DA COPA LIBERTADORES 2017

Quarta-feira, 9 de agosto

  • 19:15 – Grêmio x Godoy Cruz (ARG) – Palpite: Grêmio
  • 21:45 – Atlético-MG x Jorge Wilstermann (BOL) – Palpite: empate
  • 21:45 – Palmeiras x Barcelona (EQU) – Palpite: Palmeiras

Quinta-feira, 10 de agosto

  • 19:15 – Botafogo x Nacional (URU) – Palpite: Botafogo
  • 21:45 – Santos x Atlético-PR – Palpite: empate
  • 21:45 – San Lorenzo (ARG) x Emelec (EQU) – Palpite: San Lorenzo

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar