Ganhador.com

NBA

Por que LeBron é tão rico e os Cavaliers, tão pobres?

Foto: Ezra Shaw/Getty Images

Astro segue como jogador mais bem pago da NBA; já os Cavs são só a 11ª  entre as franquias mais valiosas

Foi divulgada a lista que é tão esperada pelos fãs da NBA. A revista “Forbes” publicou nesta semana a tradicional relação dos rendimentos das franquias e das estrelas do melhor basquete do mundo, e esta lista tem um interessantíssimo contraste quando o assunto é o craque LeBron James e o Cleveland Cavaliers.
LeBron aparece pelo terceiro ano seguido como atleta mais bem pago da NBA, com um rendimento anual de US$ 86 milhões (R$ 263 milhões), somando o salário de US$ 31 milhões do Cleveland Cavaliers e ainda mais US$ 55 milhões em patrocínios.

Uma das explicações de “King James” ser tão milionário é exatamente esta. Ele é um dos três jogadores da lista a receber mais de publicidade que de salário da sua equipe. Os outros dois são os que vêm a seguir – a dupla fantástica dos Warriors Kevin Durant e Stephen Curry. Engraçado: Klay Thompson, o outro ás do Golden State, não consta na lista dos dez mais, que tem como surpresas a inclusão de nomes de Knicks, Bulls e Clippers, atletas que não estão necessariamente entre os líderes da NBA em termos de jogo.

LeBron tem grandes chances de engordar ainda mais o bolso nos próximos anos. O atual contrato do astro vai até o final da próxima temporada, e uma renovação com certeza lhe traria rendimentos melhores. Há também a expectativa de um maior repasse de dinheiro das televisões para os times e jogadores, esticando o teto de rendimentos que hoje é de US$ 94 milhões para cerca de US$ 200 milhões.

Vale demais conferir o top 10 dos jogadores milionários, somando salários e rendimentos de publicidade:

  1. LeBron James (Cavaliers), US$ 86 milhões
  2. Kevin Durant (Warriors), US$ 62,5 milhões
  3. Stephen Curry (Warriors), US$ 47,1 milhões
  4. James Harden (Rockets), US$ 46,5 milhões
  5. Russell Westbrook (City Thunder), US$ 41,5 milhões
  6. Dwyane Wade (Bulls), US$ 35,3 milhões
  7. Derrick Rose (Knicks), US$ 35,3 milhões
  8. Carmelo Anthony (Knicks), US$ 32,6 milhões
  9. Chris Paul (Clippers), US$ 30,9 milhões
  10. Kyrie Irving (Cavaliers), US$ 30,3  milhões

 

As franquias mais ricas da NBA

A lista das franquias mais ricas é ainda mais surpreendente, pois ela é liderada por New York Knicks e Los Angeles Lakers, equipes que sequer brigam para ir aos playoffs neste ano.

Pode-se dizer que ambas vivem do passado e, claro, de eficientes estruturas para capitalizar com os times em cidades populosas e ginásios de outro mundo – talvez a grande bola no aro do Cleveland, que não conta com nenhuma das duas coisas para fazer frente aos gigantes.

Os Knicks foram avaliados em US$ 3,3 bilhões (R$ 10 bilhões) e são os mais valiosos pelo segundo ano seguido. Os Lakers aproveitaram a despedida de Kobe Bryant para lucrar US$ 119 milhões (R$ 364 milhões) e foram avaliados em US$ 3 bilhões (pouco mais de R$ 9 bilhões).

O Golden State Warriors – dono da melhor campanha na atual temporada – é o terceiro mais valioso da NBA: US$ 2,6 bilhões (R$ 8 bilhões).

O Cleveland Cavaliers é somente o 11º da lista, valendo US$ 1,2 bilhão (3,6 bilhões).

Confira a relação completa:

  1. New York Knicks – US$ 3,3 bilhões
  2. Los Angeles Lakers – US$ 3 bilhões
  3. Golden State Warriors – US$ 2,6 bilhões
  4. Chicago Bulls – US$ 2,5 bilhões
  5. Boston Celtics – US$ 2,2 bilhões
  6. Los Angeles Clippers – US$ 2 bilhões
  7. Brooklyn Nets – US$ 1,8 bilhão
  8. Houston Rockets – US$ 1,65 bilhão
  9. Dallas Mavericks – US$ 1,45 bilhão
  10. Miami Heat – US$ 1,35 bilhão
  11. Cleveland Cavaliers – US$ 1,2 bilhão
  12. San Antonio Spurs – US$ 1,175 bilhão
  13. Toronto Raptors – US$ 1,125 bilhão
  14. Phoenix Suns – US$ 1,1 bilhão
  15. Sacramento Kings – US$ 1,075 bilhão
  16. Portland Trail Blazers – US$ 1,06 bilhão
  17. Oklahoma City Thunder – US$ 1,025 bilhão
  18. Washington Wizards – US$ 1 bilhão
  19. Orlando Magic – US$ 920 milhões
  20. Utah Jazz – US$ 910 milhões
  21. Detroit Pistons – US$ 900 milhões
  22. Denver Nuggets – US$ 890 milhões
  23. Atlanta Hawks – US$ 885 milhões
  24. Indiana Pacers – US$ 880 milhões
  25. Philadelphia 76ers – US$ 800 milhões
  26. Memphis Grizzlies – US$ 790 milhões
  27. Milwaukee Bucks – US$ 785 milhões
  28. Charlotte Hornets – US$ 780 milhões
  29. Minnesota Timberwolves – US$ 770 milhões
  30. New Orleans Pelicans – US$ 750 milhões

 

Prognósticos para os próximos jogos da NBA

É assim, tão bilionária, que a NBA retoma sua temporada regular nesta quinta-feira com duas partidas. São elas:

22h00 – Indiana Pacers, campanha com 51% de aproveitamento (2.10) x Washington Wizards, 61% (1.76)

Os Wizards vêm bem mais embalados e com 9-1 nas últimas dez partidas. Os Pacers foram amassados pelos Cavs na noite passada. Vêm de cinco derrotas seguidas.
Palpite: Wizards vencem por 10-13 pontos

23h00 – Chicago Bulls, 48% (1.87) x Boston Celtics, 66% (1.94)
Os Celtics seguem bem firmes e, repetimos, com chances até de título se seguirem assim, com 11-1 nos últimos 12 jogos. Os Bulls sofrem dentro de quadra (4-6) e fora. Suas estrelas só brigam e mal se falam.  
Palpite: Celtics vencem por 3-6 pontos

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar