Brasileirão Série A

Ponte Preta e Fluminense lutam para permanecer no G-12

Foto: AP Photo/Jorge Saenz

Bola rola às 16h00 de domingo no Majestoso.

Com 21 pontos ganhos, Ponte Preta e Fluminense conseguem ainda estar pendurados no G-12, que leva à Copa Sul-Americana de 2018. Ambos estão a três pontos do G-6, que classifica à Taça Libertadores. Com campanhas parecidas no Brasileirão, eles também se assemelham na Copa Sul-Americana. Tricolores e alvinegros passaram à terceira fase do certame internacional neste meio de semana. Confira abaixo um pouco estatística, prognóstico e o meu palpite para o espetáculo de domingo.

 

Histórico

Fluminense e Ponte Preta travaram 21 duelos entre si entre 1971 e 2016 pela primeira divisão nacional. Os cariocas prevaleceram em dez oportunidades, contra seis dos campineiros. Aconteceram cinco empates.

 

Ponte Preta vive grande momento

A Ponte Preta de duas semanas atrás não existe mais. A crise foi embora, o jejum de não ganhar partidas fora do Majestoso acabou, a ameaça de demissão de Gilson Kleina não existe mais e o clima em Campinas mudou da água para o vinho. Como isso foi possível? Bastou golear o Coritiba em casa (4 a 0) e vencer Atlético-PR (2 a 0) e Sol de América (3 a 1) na estrada.

É bom comentar que com o triunfo sobre os paraguaios a Macaca terá o Sport pela frente na próxima etapa da Copa Sul-Americana. No jogo de quarta-feira, os alvinegros mostraram um grande desempenho do meio para frente. Esta força ofensiva encobriu alguns momentos de tensão e falhas bizarras da defesa. Sorte também é que o adversário não era dos melhores…Os gols tupiniquins foram de Lucca (dois) e Jadson.

E é justamente no ataque onde estão as armas dos locais para superar também o Fluminense. Emerson Sheik está jogando muito. Parece até um menino! Faz gols, dribla, dá balãozinho, corre, incrível! Outro que está fazendo chover é Lucca, que já marcou vinte tentos em 2017.

A diretoria tratou de rescindir os contratos do volante Fábio Braga e do atacante Lins. Eles não vinham sendo aproveitados por Gilson Kleina e o clube aproveitou para enxugar seu plantel e, por tabela, a folha salarial.

 

Fluminense vira a chave

O Fluminense ainda não pensou no embate contra a Ponte Preta. O Tricolor jogou na altitude de Quito, bateu a Universidad Católica de lá por 2 a 1 e se classificou para o próximo mata-mata da Copa Sul-Americana. Infelizmente para o Flu, o Pó de Arroz terá que subir o morro novamente. Seu próximo rival será o Bolívar ou a LDU de Quito. A capital equatoriana fica cerca de mil metros mais abaixo que a da Bolívia, só que os cariocas não têm boas recordações da Liga Deportiva Universitária. Foi contra eles que o Fluzão perdeu as finais da Taça Libertadores da América de 2008 e da Copa Sul-Americana de 2009.

O torcedor do Fluminense já deve ter notado que o quadro é bastante irregular. Se o ataque é eficiente (87 gols este ano), a defesa é uma peneira (60 tentos concedidos em 2017). A principal arma tricolor para balançar as redes dos oponentes tem sido o levantamento de bolas na área.

Em dificuldades financeiras, os cartolas agradeceram o cheque de US$ 375 mil que receberam da CONMEBOL pela classificação para a sequência do torneio sul-americano.

Wellington Silva foi rejeitado pelo Bordeaux, pois os franceses encontraram problemas em seus exames médicos. Sendo assim, ele voltou às Laranjeiras e está inscrito em todos as disputas.

 

As prováveis escalações

Ponte Preta: Aranha; Jeferson, Marllon, Rodrigo e Danilo Barcelos; Naldo, Elton e Léo Artur; Maranhão, Lucca e Emerson Sheik. Técnico: Gilson Kleina.

Fluminense: Júlio César; Renato, Frazan, Henrique e Léo; Orejuela, Marlon Freitas e Wendel; Gustavo Scarpa, Richarlison e Henrique Dourado. Técnico: Abel Braga.

 

Serviço

A diretoria da Ponte Preta decidiu manter a promoção que encheu o estádio Moisés Lucarelli contra o Coritiba. O sócio torcedor terá direito a levar um acompanhante gratuitamente. Os preços para o torcedor comum foram reduzidos para R$ 40,00 (a meia entrada custa R$ 20,00). As vendas já começaram.

 

Palpite

O trabalho de Gilson Kleina, que voltou a ser enaltecido esta semana, merece ser valorizado e reconhecido. Com um grupo bem mais modesto que os dos grandes da capital, a Ponte Preta disputou a final do Paulistão. Começou bem a Série A mas caiu de rendimento. Quando tudo parecia perdido, vieram seis pontos seguidos e uma classificação na Copa Sul-Americana. Vivendo novamente um momento mágico, com apoio do seu torcedor e atuando no Majestoso, acho bem complicado o Fluminense parar a Ponte.

Os representantes da Cidade Maravilhosa têm um bom elenco, repleto de atletas revelados na base tricolor, em Xerém. No entanto, quando se juntam estas peças dentro das quatro linhas, suas atuações oscilam de brilhantes para medíocres em pouco tempo. Assim, o Tricolor não consegue arrancar e brigar pelos primeiros lugares numa liga tão parelha quanto a nossa.

Creio no quarto êxito seguido dos ponte-pretanos: 1 a 0.

 

17ª rodada do Brasileirão

Sábado, 29 de julho:

  • 16h00: Botafogo x São Paulo – palpite: Botafogo.
  • 19h00: Palmeiras x Avaí – palpite: Palmeiras.

Domingo, 30 de julho:

  • 11h00: Chapecoense x Atlético-GO – palpite: Chapecoense.
  • 16h00: Corinthians x Flamengo – palpite: Corinthians.
  • 16h00: Coritiba x Atlético-MG – palpite: empate.
  • 16h00: Bahia x Sport – palpite: Bahia.
  • 16h00: Ponte Preta x Fluminense – palpite: Ponte Preta.
  • 19h00: Cruzeiro x Vitória – palpite: Cruzeiro.
  • 19h00: Grêmio x Santos – palpite: Grêmio.

Segunda-feira, 31 de julho:

  • 20h00: Vasco da Gama x Atlético-PR – palpite: Vasco da Gama.

 

Classificação do Campeonato Brasileiro 2017

  1. Corinthians, 40 – Libertadores
  2. Grêmio, 32 – Libertadores
  3. Santos, 30 – Libertadores
  4. Flamengo, 28 – Libertadores
  5. Palmeiras, 26 – Pré-Libertadores
  6. Sport, 24 – Pré-Libertadores
  7. Botafogo, 24 – Copa Sul-Americana
  8. Vasco, 23 – Copa Sul-Americana
  9. Cruzeiro, 22 – Copa Sul-Americana
  10. Ponte Preta, 21 – Copa Sul-Americana
  11. Chapecoense, 21 – Copa Sul-Americana
  12. Fluminense, 21 – Copa Sul-Americana
  13. Atlético-MG, 20
  14. Bahia, 19
  15. Coritiba, 19
  16. Atlético-PR, 17
  17. Avaí, 17 – Série B
  18. São Paulo, 16 – Série B
  19. Vitória, 12 – Série B
  20. Atlético-GO, 9 – Série B

 

Comentários

1 Comentário

1 Comentário

  1. fabio do amparo conceição

    28 de julho de 2017, às 19:48

    Bahia perde e bera o zona do rebaixamento?vitoria ganha da raposa e soma mais trés pontos na tabela

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.