Ganhador.com

Copa das Confederações

Palpites e prognósticos para a primeira rodada da Copa das Confederações 2018

Usada como um “evento-teste”para a Copa do Mundo, a Copa das Confederações começa amanhã, na Rússia, e põe à prova o favoritismo de Alemanha, Portugal e Chile – com o México correndo por fora.

Foto: MIGUEL A. LOPES/LUSA

Rússia e Nova Zelândia fazem amanhã, à partir das 12 horas, o jogo de abertura da décima edição da Copa das Confederações – espécie de test drive para a Copa da Mundo. Com as presenças de grandes seleções vindas dos quatro cantos do planeta, as cidades de Kazan, Moscou, São Petersburgo e Sochi testarão seus estádios para a Copa. O torneio, que será realizado entre os dias 17 de junho e 02 de julho, contará com as equipes Campeã do Mundo (Alemanha), anfitriã (Rússia) e as campeãs continentais das seis confederações de futebol ligadas à Fifa: Portugal (UEFA), México (CONCACAF), Chile (CONMEBOL), Nova Zelândia (OFC), Camarões (CAF) e Austrália (AFC).

À exemplo do que foi feito em 2013, no Brasil, esta edição da Copa das Confederações serve, principalmente, para que o país sede teste uma série de procedimentos, estrutura e logística para a realização do “evento principal” em 2018. O que não significa dizer que a competição não tem seus atrativos. Muito pelo contrário: um torneio de tiro curto que reúne Alemanha, Portugal e Chile pode ser muita coisa, menos desinteressante.

Confira agora nossos palpites e prognósticos para os jogos desta primeira rodada.

 

Rússia x Nova Zelândia

Apostando na renovação da seleção russa, o técnico Stanislav Cherchesov levará para o torneio um grupo jovem – e de certo modo, inexperiente –, buscando dar-lhes “ritmo de seleção” e acostumá-los à pressão de jogar uma Copa da Mundo em casa. Não que alguém espere mesmo que a Rússia seja campeã em 2018, mas fazer um papel digno é obrigação dos anfitriões que têm em seu elenco jogadores que defenderam a equipe em menos de dez oportunidades. Felizmente, a rodada de abertura coloca a seleção da Nova Zelândia em seu caminho e, por mais que o técnico inglês Anthony Hudson diga que seus comandados irão surpreender, todo mundo sabe que isso não vai acontecer.

Nosso palpite: Rússia ganha fácil na abertura do torneio.

 

Portugal x México

Portugal levou força máxima para a Rússia e um Cristiano Ronaldo muito motivado depois de conquistar a Champions League, a Eurocopa e a Liga Espanhola. Além dele, o time português tem em seu elenco os destaques de Pepe (Real Madrid), Nani (Valencia), Cédric (Southampton), Luis Neto (Zenit), João Mário (Internazionale), João Moutinho (Mônaco) e Ricardo Quaresma (Besiktas). Chega como uma das equipes favoritas a levar o título – principalmente se CR7 continuar desequilibrando.

O México do ex-técnico do São Paulo, Juan Carlos Osório, depois de praticamente assegurar nesta semana sua participação na Copa do Mundo de 2018, também levou força máxima para a terra da vodka – garantia de um grande jogo já na primeira rodada. Elenco por elenco, o de Portugal é mais qualificado, mas não será uma surpresa tão grande assim se os mexicanos engrossarem o caldo lusitano.

Nosso palpite: Portugal mantém o favoritismo e ganha na abertura. Mas o México seguirá com grandes chances de passar à próxima fase garantindo-se nos confrontos contra Rússia e Nova Zelândia

 

Camarões x Chile

O Chile, bicampeão da Copa América em 2015 e 2016, desembarcou na Rússia buscando um título inédito. O técnico Juán Antonio Pizzi – que assumiu a equipe no lugar de Jorge Sampaoli – também levou força máxima para a Copa das Confederações. Desse modo (apesar do chororô dos técnicos europeus), Arturo Vidal (Bayern de Munique), Alexis Sánchez (Arsenal – que sofreu uma pancada no tornozelo no treino da quinta-feira e pode ficar de fora da abertura), Bravo (Manchester City – contundido, não joga a abertura), Isla (Cagliari) e Medel (Internazionale) estão na Rússia à serviço de sua seleção nacional. Vem para o torneio com um certo favoritismo, apesar dos desfalques.

Camarões, por outro lado, não vive um bom momento. O atual grupo de jogadores é bem inferior ao de anos anteriores e seu maior destaque é o goleiro Ondoa (Sevilla) . Pra deixar a moral ainda mais baixa, os Leões Indomáveis tomaram um “sapeca-iá-iá” da Colômbia (4 a 0) em um amistoso.

Nosso palpite: Mesmo com desfalques, o Chile tem muito mais time que Camarões. Ganha com folgas (apesar de Johnny Herrera no gol).

 

Austrália x Alemanha

Invicta nas eliminatórias da UEFA e com a classificação para a Copa do Mundo praticamente assegurada, a seleção alemã – atual campeã do mundo – não deverá tomar conhecimento da equipe australiana, que será uma espécie de sparring de luxo. Sem desfalques e mantendo o padrão de jogo bem sucedido no Brasil em 2014, o time do técnico Joachim Löw não deverá ter nenhum problema para passar à segunda fase.

Nosso palpite: A Austrália chega para a Copa das Confederações como a melhor equipe da Ásia. O que não quer dizer absolutamente nada quando você tem a Alemanha pela frente. Os atuais campeões mundiais levam fácil – e só não goleiam se não quiserem.

 

Seleções participantes:

Grupo A

• Portugal

• México

• Rússia

• Nova Zelândia

 

Grupo B

• Alemanha

• Chile

• Camarões

• Austrália

 

Primeira Fase (primeira rodada):

Sábado, 17 de junho:

12h00: Rússia x Nova Zelândia

 

Domingo, 18 de junho:

12h00: Portugal x México

15h00: Camarões x Chile

 

Segunda-feira, 19 de junho:

12h00: Austrália x Alemanha

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar