Ganhador.com

Humor

Paixão Nacional: Enquanto isso, na casa do árbitro…

Todo final de semana é a mesma coisa – não que seja diferente durante o meio de semana, mas você entendeu, certo? –, começa a rodada do Campeonato Brasileiro e nossa atenção se volta para o desempenho do time do coração (“será que vai ganhar?”, “precisa sair da zona do rebaixamento!”, “o técnico vai escalar aquele mané no ataque de novo?”). E, ao lado de 2795 câmeras de TV, replays, tira-teimas e 75 comentaristas, ficamos de olho, também, na atuação dos árbitros.

E não importa o que aconteça, em algum momento eles chamarão para si o protagonismo do jogo – para o bem e para o mal. Erros acontecem. São seres humanos, oras bolas! Mas o brasileiro tem sido inovador na arte de fazer bobagem – ainda não dominamos o mundo por pura preguiça – e depois do trio de arbitragem com uniforme igual ao do goleiro (Corinthians X São Paulo), e do “clássico das camisas iguais” entre Sport e Atlético-PR, eu mal posso esperar pelo final da 12ª rodada do Brasileirão para comentar a genialidade do momento, feita com todo amor e carinho por nossos “artistas”.

Comentários

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Paixão Nacional: difícil explicar | Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar