Ganhador.com

UFC

‘Oscar do MMA’ premia Jhenny Andrade, Amanda Nunes, Conor McGregor e mais

Oscar do MMA
Fotos: Buda Mendes/Getty Images, AP Photo/John Locher, Steve Marcus/Getty Images; Montagem: Ganhador.com

Aconteceu na madrugada desta sexta-feira a entrega dos prêmios do World MMA Awards, premiação promovida pela revista Fighters Only que é considerada como o “Oscar do MMA” no mundo das lutas. E duas brasileiras saíram do evento com o título de “Melhor do ano”. A campeã peso-galo feminino do UFC levou o prêmio de “Melhor lutadora do ano”, enquanto Jhenny Andrade fez história como primeira brasileira a conquistar o prêmio de “Melhor ring girl do ano”.

O Brasil ainda tinha outros quatro concorrentes em outras categorias, mas a noite foi de Amanda e Jhenny. A campeão não pôde comparecer ao evento, mas enviou um vídeo de agradecimento à organização. Jhenny, sim, marcou presença, recebeu o prêmio em mãos e prometeu trazer o troféu ao Brasil, já que na próxima semana Fortaleza recebe o UFC Fight Night com Vitor Belfort Vs. Kelvin Gastelum e a modelo estará presente para abrilhantar o show. A musa desbancou nomes como Arianny Celeste e Brittney Palmer, vecedoras na categoria em anos anteriores.

O prêmio dado a Amanda Nunes foi para lá de justo. Só em 2016 a brasileira fez três lutas. Na primeira, em março, ela venceu Valentina Shevchenko na decisão dos juízes; na segunda, chocou o mundo ao nocautear Miesha Tate na luta principal do UFC 200 e se tornar a campeã peso-galo feminino; por fim, Amanda fechou a temporada com um nocaute relâmpago contra a estrela Ronda Rousey em sua primeira defesa de cinturão. Um ano impecável, vitorioso e histórico. Ela bateu as candidatas Cris Cyborg, Angela Hill, Agela Lee e Joanna Jedrzejczyk na disputa pelo prêmio.

Os prêmios, entregues após votação popular. na internet, foram distribuídos aos principais nomes do mundo das lutas na temporada de 2016. Além de Amanda e Jhenny, nomes como Dana White, Conor McGregor e Michael Bisping também foram homenageados. O presidente do UFC foi eleito o “dirigente do ano”, enquanto o campeão dos leves ficou com o título de “lutador do ano” e o inglês com a honra da “zebra do ano” com o nocaute conquistado contra Luke Rockhold, no UFC 199.

Outro prêmio que chamou a atenção foi o de “Finalização do ano”. O troféu destinado a categoria foi dado a Nate Diaz, pela vitória histórica contra Conor McGregor, em março passado, no UFC 196. O americano superou o astro irlandês com um mata-leão no segundo round.

.

Vencedores em cada categoria:

Confira, abaixo, quem foram os indicados em cada uma das categorias do World MMA Awards. Os vencedores estão marcados em negrito.

.

Lutador do ano:

Michael Bisping
Donald Cerrone
Cody Garbrandt
Conor McGregor
Stipe Miocic

Lutadora do ano:

Cris Cyborg
Angela Hill
Joanna Jedrzejczyk
Angela Lee
Amanda Nunes

Revelação do ano:

Yair Rodriguez
Cody Garbrandt
Doo Ho Choi
Derrick Lewis
Michael Page

Lutador internacional:

Michael Bisping
Joanna Jedrzejczyk
Conor McGregor
Gegard Mousasi
Khabib Nurmagomedov

Luta do ano:

Robbie Lawler vs. Carlos Condit (UFC 195)
Cub Swanson vs. Doo Ho Choi (UFC 206)
Michael Bisping vs. Anderson Silva (UFN 84)
Conor McGregor vs. Nate Diaz 2 (UFC 202)
Michael Chandler vs. Benson Henderson (Bellator 165)

Nocaute do ano:

Anthony Johnson (vs. Glover Teixeira, UFC 202)
Landon Vannata (vs. John Makdessi, UFC 206)
Michael Page (vs. Cyborg Santos, Bellator 158)
Yair Rodriguez (vs. Andre Fili, UFC 197)
Michael Chandler (vs. Pitbull Freire, Bellator 157)

Finalização do ano:

Ben Rothwell (vs. Josh Barnett,UFC on FOX 18)
Nate Diaz (vs. Conor McGregor, UFC 196
Miesha Tate (vs. Holly Holm, UFC 196)
MacKenzie Dern (vs. Montana Stewart, Legacy 61)
Thiago Moises (vs. David Catillo, RFA 35)

Retorno/Virada do ano:

Michael Bisping (vs. Anderson Silva, UFN 84)
Nate Diaz (vs. Conor McGregor, UFC 196)
Dan Henderson (vs. Hector Lombard, UFC 199
Miesha Tate (vs. Holly Holm, UFC 196)
Dominick Cruz (Career)

Zebra do ano:

Michael Bisping (vs. Luke Rockhold, UFC 199)
Bryan Barberna (vs. Warlley Alves, UFC on FOX 18)
Joe Taimanglo (vs. Darrion Caldwell, Bellator 159)
Brandon Moreno (vs. Louis Smolka, UFN 96)
Zac Riley (vs. Hugo Viana, RFA 34)

Treinador do ano:

Jason Parillo
Din Thomas
John Kavanagh
Marcus Marinelli
Greg Jackson

Academia do ano:

American Top Team
SBG Ireland
Jackson-Wink Arena
American Kickboxing Academy
Team Alpha Male

Árbitro do ano:

Marc Goddard
Herb Dean
John McCarthy
Yves Lavigne
Leon Roberts

Ring girl do ano:

Arianny Celeste
Brittney Palmer
Mercedes Terrell
Carly Baker
Jhenny Andrade

Dirigente do ano:

Dana White
Scott Coker
Victor Cui
Marc Ratner
Jeff Novitzky

Promoção do ano:

UFC
Bellator MMA
One Championship
KSW
Legacy

.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar