Ganhador.com

Humor

O Futebolista: deu ruim na França

Lutando para não cair no Campeonato Francês, o modesto Strasbourg – time pequenininho do nordeste da França –, se aproveitou da “amarelada” geral do Paris Saint Germain e mostrou para Neymar que, sim, ele também pode perder na Ligue 1.

Os donos da casa – inteligentemente – se aproveitaram do rodízio de carros e jogadores imposto pela prefeitura de Paris e pelo técnico do PSG, Unay Emery, que manteve Cavani no banco de reservas até os 29 minutos do segundo tempo – momento no qual ele foi aprovado na inspeção veícular e pôde, finalmente, entrar em campo no lugar do inexistente DiMaria e dividir a vergonha da derrota por 2 a 1 com seus colegas de equipe.

DiMaria, aliás, foi o grande destaque do jogo. O argentino obteve 100% de aproveitamento no desperdício de chances de gol – uma marca formidável. “A bola só vinha do pé errado”, justificou ao ser substituído por Cavani que foi orientado pelo treinador a fazer pelo menos 2 gols nos últimos 15 minutos da partida. “A gente só precisa disso, garoto”, foram as palavras que a nossa equipe de leitura labial identificou na fala de Emery. A resposta de Cavani é impublicável.

Lutando para conseguir uma indicação para o prêmio de “Melhor Jogador Metrossexual da Fifa”, Neymar, a exemplo de Cristiano Ronaldo, caprichou nas caras, bocas e mãos na cintura a cada lance errado de seus companheiros. Foi bom para os fotógrafos e para as emissoras de TV, mas, para o resultado final do jogo e o ambiente no vestiário do PSG não ajudou muito.

Ao final do jogo, um atleta que não quis se identificar declarou que “se o DiMaria não entrar mais, eu deixo o Cavani bater pênaltis”.

Será?

Comentários

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Champions: Bayern e PSG medem forças hoje | Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar