Ganhador.com

Futebol: Podcast

Corinthians perde depois de 34 jogos e pela primeira vez não pontua no Campeonato Brasileiro 2017; veja como ficou a classificação

Acabou o suspense! O Corinthians finalmente perdeu a primeira partida no Brasileirão 2017. E agora? Como fica o campeonato diante do primeiro tropeço do Timão? E ainda: o São Paulo não passa de um empate com o Avaí e volta para o Z-4 graças à vitória da Chapecoense sobre o Palmeiras em pleno Allianz Parque. Aperte o play e confira nosso resumo para a 21ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A e fique por dentro dos detalhes mais importantes que aconteceram no futebol durante o final de semana.

 

Corinthians 0 x 1 Vitória

Depois de 34 jogos sem perder, o Corinthians, finalmente, foi derrotado. E coube ao Vitória, que luta desesperadamente contra o rebaixamento, o privilégio de derrubar o líder do Brasileirão em plena Arena Itaquera. Atuando com duas linhas de 4 bem próximas e sempre pronto para o contra-ataque, o Vitória bloqueou o Timão e, num erro medonho de passe de Fagner – aliás, a semana de folga fez mal ao líder que teve, neste jogo, um alto índice de passes errados – roubou a bola na intermediária alvinegra e, contando com a ajuda de Guilherme Arana, que tocou na bola tirando de Cássio qualquer possibilidade de defesa, abriu o placar aos 11 minutos do primeiro tempo.

E a verdade é que, independentemente dos imprevistos – Arana sentiu uma lesão e não voltou para o segundo tempo e Balbuena também pediu para sair durante a etapa complementar –, o Corinthians teve mais posse de bola, a inicitiava do jogo e mais de 80 minutos para buscar pelo menos o empate, e falhou miseravelmente. Méritos do Vitória e de Vagner Mancini, claro, que souberam neutralizar os donos da casa e sair de Itaquera com um excelente resultado.

Em termos de desempenho no Brasileirão, o resultado não muda nada para o Corinthians, que segue com um jogo a menos e ainda contou com preciosos tropeços dos adversários como veremos a seguir.

 

Grêmio 0 x 0 Atlético-PR e Coritiba 0 x 0 Santos

Como já havia anunciado, o técnico Renato Gaúcho – mesmo com a derrota corintiana no sábado –, mandou a campo, no domingo, um time reserva para enfrentar o Atlético-PR. E como era de se esperar, o jogo fez justiça à manhã fria e cinzenta em Porto Alegre: as duas equipes, de forma preguiçosa, não saíram do 0 x 0 em um jogo sem grandes emoções ou sustos. Com as atenções voltadas para a segunda partida da semifinal da Copa do Brasil nesta quarta-feira contra o Cruzeiro, o Grêmio ao que tudo indica, seguirá poupando titulares para os jogos de mata-mata independentemente do rendimento do Corinthians no Campeonato Brasileiro – pelo menos por enquanto.

No Couto Pereira, debaixo de muita chuva, Coritiba e Santos fizeram um jogo mais movimentado que o duelo em Porto Alegre, por exemplo. Mas, apesar de toda a disposição que as duas equipes mostraram, o placar não saiu do 0 x 0. Ruim para o Santos, que perdeu a chance de se aproximar do vice-líder Grêmio, e pior para o Coritiba, que caiu para a 14ª posição na tabela e está apenas 3 pontos acima do rebaixamento.

O único que saiu “vencendo” nas duas partidas foi o Corinthians que, apesar da derrota, segue com um jogo a menos e uma ainda confortável distância de 7 pontos para o vice-líder, Grêmio.

 

Palmeiras 0 x 2 Chapecoense

Ainda analisando os jogos do G-4, o Palmeiras deu novo vexame e perdeu para a Chapecoense por 2 a 0 em pleno Allianz Parque. Por conta do desempenho dos adversários, o resultado não afeta muito a posição do Verdão na tabela – segue em 4º lugar –, mas afeta, sem sombra de dúvidas, o ambiente palestrino.

Sem nenhuma criatividade apesar da presença de Moisés e Guerra no meio campo, o Palmeiras não conseguiu se impôr em seus domínios e viu a Chapecoense se aproveitar de dois vacilos da defesa dos donos da casa para definir o jogo – um gol no final do primeiro tempo e outro nos acréscimos do segundo. Ao final da partida, a torcida – mais uma vez – protestou contra o time e também contra o trabalho de Cuca. Rumores dizem que houve uma reunião da diretoria após o jogo para definir os rumos da equipe. Cuca, na entrevista coletiva, deixou claro que segue trabalhando no clube. Vamos ver até quando.

Com o resultado, a Chapecoense pôs fim a uma série de 3 jogos sem vitória no Brasileirão e, de quebra, empurrou o São Paulo de volta para o Z-4.

 

Avaí 1 x 1 São Paulo

Em um jogo ruim – digno de times que lutam contra o rebaixamento – a bola parada (mais uma vez) selou o destino do São Paulo. Mas, desta vez não aconteceu nenhum milagre como no jogo contra o Cruzeiro.

São Paulo e Avaí foram pro pro duelo mais preocupados em “não perder” do que em jogar bola de verdade. Como resultado, o que se viu foi um jogo feio, com poucas chances de gol, e que foi decidido em dois pênaltis – que realmente aconteceram. Primeiro o Avaí abriu o placar em cobrança de Júnior Dutra, sem chances para o Sidão, que retornou ao gol do São Paulo e já foi alvo de críticas pesadas da torcida – não que ele não tenha dado motivos em alguns sustos pontuais durante a partida. Minutos depois, Hernanes, o novo “dono da bola” do São Paulo, cobrou forte – tivesse sido mais fraco, Douglas Friedrich teria defendido – o pênalti marcado a favor do tricolor e deu números finais a partida. Um resultado ruim para os dois times que  seguem brigando para sair do Z-4.

 

Bahia 3 x 0 Vasco

E quem também segue postulando uma vaga na Série B – de novo –, é o Vasco. Com um time que não consegue ir além do “esforçado”, o cruzmaltino foi até a Fonte Nova no domingo e reabilitou o Bahia que, com a vitória por 3 a 0 – com dois gols de Mendoza (acreditem!) –, chegou à 12ª posição com 26 pontos (apenas 3 acima do Z-4).

O Vasco não vence desde a 16ª rodada do Brasileirão e com o resultado de ontem caiu para a 16ª posição, 2 pontos à frente do São Paulo, time que abre o rebaixamento. Informes não-oficiais dão conta de que haverá uma reunião hoje da diretoria vascaína para decidir o futuro de Milton Mendes no clube – como se demitir o técnico faltando 17 rodadas pro fim do campeonato fosse solução para a falta de planejamento (sem falar que Mendes vem fazendo verdadeiros milagres com o time que tem).

E depois tem gente que não sabe por que o time fica na parte de baixo da tabela…

 

Cruzeiro 2 x 0 Sport e Flamengo 2 x 0 Atlético-GO

E os outros dois semifinalistas da Copa do Brasil se deram melhor no final de semana. Cruzeiro e Flamengo venceram seus jogos.

O Cruzeiro, diferentemente do Grêmio, seu adversário de quarta-feira pela Copa do Brasil, não poupou titulares e sem muita dificuldade despachou o Sport do técnico Vanderlei Luxemburgo – que não vence há 4 rodadas – por 2 a 0 (gols de Sassá e Raniel). Com o resultado, o time do técnico Mano Menezes entra no G-6 e volta a sonhar com a Libertadores.

O técnico Reinaldo Rueda, por sua vez, optou por uma formação mista com o Flamengo e contando com a participação mais do que inspirada de Vinícius Júnior (autor de 2 gols), não tomou conhecimento do fraquíssimo time do Atlético-GO que está cada vez mais perto de carimbar o passaporte para a Série B. O resultado deixa o Mengão com 32 pontos na 5ª posição, apenas 1 ponto atrás do Palmeiras.

 

Ponte Preta 2 x 1 Botafogo

Não fosse a atuação determinante do goleiro Jefferson, a Ponte Preta teria aplicado uma goleada de 5 gols pra cima do Botafogo. O experiente arqueiro fez pelo menos 3 defesas cruciais em lances que teriam se tornado gols. Mas não foi capaz de segurar duas finalizações do veterano Emerson Sheik (uma delas, uma pintura) que garantiram a vitória à Macaca, jogando em casa. Brenner, cobrando pênalti, diminuiu para os cariocas ainda no primeiro tempo. O duelo, jogado debaixo de muita chuva não foi bom, mas se salvou pelo golaço de Sheik no final do segundo tempo.

As condições do gramado não ajudaram para que se jogasse um bom futebol mas, mais do que o resultado – que derrubou o Botafgo para a 9ª posição do Brasileirão –, a dúvida que fica diz respeito ao desgaste dos jogadores botafoguenses que voltam a campo nesta quarta-feira para decidir com o Flamengo uma das vagas na final da Copa do Brasil. Será que terão fôlego? Saberemos na quarta.

 

Fluminense x Atlético-MG

A 21ª rodada do Campeonato Brasileiro termina hoje a noite (20 horas) com o jogo entre Fluminense e Atlético-MG (com transmissão do Premiere e do SporTV).

 

Classificação

Faltando ainda 1 jogo para o término da rodada e o duelo adiado entre Corinthians e Chapecoense pela 20ª rodada, a Classificação do Campeonato Brasileiro da Série A é a seguinte:

  1. Corinthians – 47 pontos
  2. Grêmio – 40 pontos
  3. Santos – 37 pontos
  4. Palmeiras – 33 pontos
  5. Flamengo – 32 pontos
  6. Cruzeiro – 30 pontos
  7. Atlético-PR – 30 pontos
  8. Sport – 29 pontos
  9. Botafogo – 28 pontos
  10. Ponte Preta – 27 pontos
  11. Fluminense – 27 pontos
  12. Bahia– 26 pontos
  13. Atlético-MG – 26 pontos
  14. Coritiba – 26 pontos
  15. Chapecoense – 25 pontos
  16. Vasco – 25 pontos
  17. São Paulo – 23 pontos
  18. Vitória – 22 pontos
  19. Avaí – 22 pontos
  20. Atlético-GO – 15 pontos

Comentários

2 Comentários

2 Comentários

  1. Pingback: Paixão Nacional: obrigado pelos bons serviços prestados | Ganhador.com

  2. Pingback: Paixão Nacional: paranormalidade | Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar