UFC

Nocaute avassalador rende a Ngannou título de futuro campeão peso-pesado do UFC

Foto: Divulgação/UFC

Eu sei o que o título foi exagerado, mas é esse tipo de coisa que o nocaute aplicado por Francis Ngannou em Alistair Overeem provoca em nós. No UFC 218, ocorrido em Detroit (EUA), neste sábado, o camaronês radicado na França se confirmou como próximo desafiante ao cinturão dos pesados. Ele nocauteou Overeem aos 1m42seg do primeiro round do confronto que foi a co-luta principal do show.

E o fato de ele ser tratado como futuro campeão do UFC após a vitória dá-se por vários aspectos. O lutador soma 11 vitórias e apenas um revés em sua carreira no MMA. Dos 11 triunfos que acumulou, sete foram por nocaute e quatro por finalização. Só no UFC, foram seis vitórias em sei lutas, sendo as últimas quatro conquistadas ainda no primeiro round de luta. Suas apresentações têm brilho, empolgam. Pode não ser agora contra Miocic, mas o camaronês tem tudo para ser campeão do UFC um dia.

A luta foi rápida. O holandês logo partiu para cima, mas sem muita inteligência. Com esquivas confusas e abaixando muito a cabeça, com medo da mão poderosa de Francis. Alistair acabou chamando a atenção do rival, que preparou um gancho arrasador que encaixou perfeitamente. Alistair Overeem apagou de forma impressionante. Foi um dos golpes mais espetaculares do ano. Um nocautaço digno de categoria dos pesados. Alistair era o primeiro colocado no ranking dos pesados do UFC. Com a vitória, Ngannou se consolida como tal.

Não há muito o que pensar. Francis Ngannou é o próximo desafiante ao cinturão do UFC. Fabricio Werdum pediu a chance após vencer Marcin Tybura na decisão, em novembro, mas o brasileiro não foi tão expressivo quanto o camaronês. Terá de esperar mais um pouco.

Miocic não luta desde maio deste ano, quando nocauteou Junior Cigano. O americano está desde então sem ser notícia. Ele tem sido assunto por conta  da negociação de seu contrato com o UFC. Ele não estaria satisfeito com o valor pago pela organização atualmente. Fato é que agora ele terá de voltar aos treinos, pois Francis Ngannou é um desafiante legítimo, não suou para bater Overeem e está pronto para encará-lo.

Miocic Vs Ngannou é uma disputa de cinturão como a muito tempo não se via na categoria dos pesados. Luta intrigante, com dois nomes relativamente expressivos e com credenciais para tirar o fôlego do fã de lutas.

Ah, o título de “futuro campeão do UFC” é oferecido por eu mesmo. Se essa criatura assustadora não se tornar campeão do UFC contra Miocic, o fará no futuro. Mas diante de seus resultados é muito difícil acreditar que Francis Ngannou será mais uma promessa a bater á porta e não entrar no seleto hall de campeões pesos-pesados do UFC.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar