NBA

NBA: LeBron briga e faz Cleveland subir

Foto: Elsa/Getty Images

Astro dos Cavs inclui também a agressividade em seu repertório. O resultado? A segunda vitória seguida da franquia, agora a nona colocada do Leste          

O começo de temporada está oferecendo um panorama praticamente inédito na NBA dos últimos anos. Quem curte basquete, sabe: é mesmo muito raro ver LeBron James vestir a camisa de um time que vem tão abaixo na tabela como estava vindo o Cleveland Cavaliers. Neste raro cenário, “King James” merece aplausos. Ele não só tem brilhado na técnica como também na coragem e na força de vontade de tirar a equipe de um buraco sem precedentes.

 

Quase um triplo-duplo

É engraçado demais: o Cleveland se arrasta nas últimas posições do Leste, mas conta com talvez o melhor LeBron James de todos os tempos. Os números do #23 neste começo de temporada são arrasadores, e quem sentiu isso na pele nesta terça (14) foi o New York Knicks, que encarou a tropa dos Cavs em uma praticamente igualdade de condições. A partida foi equilibrada durante todo o tempo e terminou com um convincente 104×101 para os Cavs.

O jogo poderia ter facilmente outro desfecho. Foi uma partida “pegada”, ríspida, com os dois times demonstrando uma raça digna de playoff, não de uma Temporada Regular. Explica-se: tanto os Cavs, de soberania recente na liga, como os Knicks, das franquias mais milionárias da NBA, vêm com campanhas negativas.

Foi esta necessidade de vencer que empurrou LeBron a uma das grandes atuações da temporada até aqui. “King James” fechou o jogo com 23 pontos, 12 assistências e 9 rebotes. Os números não foram tão impactantes, mas sua motivação, sim. Como um novato, e não um astro de 32 anos, ele preencheu a quadra nos minutos em que esteve em ação e ajudou, inclusive, na boa atuação do amigo Dwyane Wade, que finalmente parece estar se adaptando aos Cavs. Wade fechou a partida com outros 15 pontos e 8 rebotes. LeBron até tentou intimidar os adversários, batendo boca e não pensando duas vezes antes de recorrer a um jogo físico que não é comum em seu repertório.

A vitória do Cleveland foi a segunda da franquia, que agora atingiu uma exata nota cinco (50% de vitórias, exatamente 7-7). Os Cavs seguem longe das primeiras posições, mas parecem ao menos desgarrar do fundo da Conferência Leste. A equipe agora ocupa a nona colocação. Os Knicks estão em sexto e demonstram capacidade de alcançar os playoffs, o que esteve longe de acontecer no ano passado.

 

Harden brilha e leva os Rockets à 6ª vitória seguida

E o barbudo James Harden segue firme na missão de alcançar o MVP desta temporada. Ele está jogando demais – e o seu Houston Rockets, idem. O resultado está bem visível na primeira colocação da Conferência Oeste até aqui.

As atuações de Harden estão beirando a loucura. Em menos de 24 horas, ele anotou 38 pontos contra o Memphis Grizzlies e outros 26 diante do Indiana Pacers. O Houston Rockets agora tem seis vitórias seguidas – série menor apenas que a do Boston, que ganhou as últimas 12.

A Conferência Oeste mostra o maior equilíbrio deste arranque, com Rockets e Golden State Warriors somando as mesmas 11 vitórias e 3 derrotas e brigando cabeça a cabeça com um aproveitamento de 78,6%. A situação no Leste está mais definida. O Boston vai à frente com 85%; o Detroit Pistons, segundo colocado, já baixa para 77%, com 10 vitórias e 3 derrotas.

Voltando ao Houston, é de se elogiar também as sólidas atuações do ala-armador Eric Gordon e do pivô Clint Capela.

O Houston não tem um “big three” como outras franquias, mas mostra que consegue fazer muito com o “pouco” que tem. Harden sim seria digno de estelar qualquer trio de estrelas – mas, ao mesmo tempo, é impossível dizer que os coadjuvantes Gordon e Capela não estão dando conta do recado.

Quem quiser ver em detalhes o que este Houston está aprontando tem uma ótima oportunidade às 23h (de Brasília) desta terça (14), quando a equipe recebe o Toronto Raptors, o quarto no Leste, com 7 vitórias e 5 derrotas.

 

Jogos da Temporada Regular da NBA 2017/2018

Segunda-feira, 13 de novembro

  • Washington Wizards 110×92 Sacramento Kings
  • New York Knicks 101×104 Cleveland Cavaliers
  • Milwaukee Bucks 110×103 Memphis Grizzlies
  • New Orleans Pelicans 106×105 Atlanta Hawks 

Terça-feira, 14 de novembro

  • Phoenix Suns 93×100 Los Angeles Lakers
  • Utah Jazz 98×109 Minnesota Timberwolves
  • Portland Trail Blazers 99×82 Denver Nuggets
  • Golden State Warriors 110×100 Orlando Magic
  • Los Angeles Clippers 105×109 Philadelphia 76ers
  • 22:30 – Brooklyn Nets x Boston Celtics – Palpite: Celtics
  • 23:00 – Houston Rockets x Toronto Raptors – Palpite: Rockets
  • 23:30 – Dallas Mavericks x San Antonio Spurs – Palpite: Spurs

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar