Ganhador.com

Brasileirão Série A

Na luta para ficar longe do rebaixamento, o Bahia recebe o Corinthians na 28ª rodada do Brasileirão

Jogando em casa, o Bahia de Paulo Cézar Carpegiani quer encurralar o líder e conquistar os 3 pontos que o manterão fora do Z4

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Em mais um capítulo de sua luta contra a degola do Brasileirão 2017, o Bahia recebe o líder Corinthians neste domingo a partir das 19 horas no Estádio da Fonte Nova tentando morder os 3 pontinhos que podem mantê-lo fora do Z4 por mais uma rodada. Falta só combinar com o Timão.

 

O “novo” Bahia joga pela primeira vez em casa

Com o técnico Paulo Cézar Carpegiani ainda com cheirinho de novo, o Bahia arrancou um importante empate por 2 a 2, na estreia do novo comandante, diante do Palmeiras, no Pacaembu, na última quinta-feira. Resultado, aliás, que custou o emprego de Cuca no Verdão. E foi pouco. Não fosse a noite inspirada de Fernando Prass (mais uma) o gigante baiano teria voltado de São Paulo com os 3 pontos na mala e alguma gordura de distância para o Z4.

Como isso não foi possível, Carpegiani – à frente do Bahia pela primeira vez diante de sua torcida –, tentará o triunfo em cima, justamente, do líder Corinthians que deu mostras na última quarta-feira, contra o Coritiba, de que ainda se lembra como é jogar o futebol que lhe deu o melhor primeiro turno da história do Campeonato Brasileiro de pontos corridos.

Com um estilo de jogo diferente da cautela adotada por Preto Casagrande (seu antecessor), Carpegiani promoveu algumas mudanças no Bahia logo de cara: adotou o 4-1-4-1 como esquema tático, aumentou a posse de bola da equipe (foram 46% contra o Palmeiras) e trouxe de volta ao time titular o atacante Edigar Junio (que marcou 2 gols em seu retorno). E deu resultado. Depois de um início de jogo confuso, o time se encontrou em campo e colocou pressão pra cima do milionário Palmeiras que foi salvo – como dito acima – por Fernando Prass.

A missão do novo técnico é idêntica a que ele assumiu com o Coritiba no ano passado: evitar o rebaixamento. Para isso precisa somar pontos. Para somar pontos, acredita ser necessário ter a posse de bola e agredir o adversário (coisas nas quais, aliás, ele tem razão). O problema deste plano de salvação do Bahia é que o adversário de amanhã é o Corinthians…

 

O líder acordou?

O Corinthians 2017 entrou para a história do Campeonato Brasileiro como a equipe dona do melhor primeiro turno da era dos pontos corridos. Como se isso não fosse pouco, é um time que possui, desde sua estreia, um padrão de jogo – bom ou mau, feio ou bonito, ainda assim, um padrão – muito bem definido que lhe garantiu números expressivos nas primeiras 19 rodadas da competição.

O time, entretanto, começou o segundo turno de forma sonolenta. Uma série de tropeços para times que brigam para não cair quase complicaram o muito bem encaminhado título brasileiro. Mas, para sorte do líder, seus concorrentes – dividindo suas atenções com outras competicões –, também tropeçaram. Isso permitiu que o Timão se reorganizasse e voltasse a jogar como na última quarta-feira, diante do Coritiba: com a segurança de quem precisa apenas de uma bola para definir o jogo.

O Bahia de Paulo Cézar Carpegiani parece querer ter a posse de bola em seus jogos; propôr o jogo, como dizem. Tudo que o Corinthians gosta. Em suas melhores partidas, o alvinegro não teve mais posse de bola. Sendo um time que não se incomoda em ser “atacado” – por ter uma confiança absurda em seu bom sistema defensivo –, o líder do Brasileirão espera o momento certo para atacar e matar a partida.

Com o retorno de Fágner à lateral-direita, o Timão fica mais perigoso. Como se isso não fosse o bastante, Gabriel, que ainda cumpre mais um jogo de suspensão por conta da molecagem diante da torcida do São Paulo (fez gestos obscenos para a arquibancada quando o Corinthians empatou o jogo), foi bem substituído por Camacho que segue titular. Romero, que também cumpriu suspensão no último jogo pode continuar no banco, em função das boas atuações de Clayson, que marcou 3 gols nos últimos 2 jogos em que foi acionado vindo do banco (além, é claro, de possuir mais qualidade técnica que o paraguaio). Jadson, que deu sinais de que pode estar se reencontrando em campo na última quarta-feira, também segue entre os 11 titulares que podem ver ainda, o retorno de Pablo – poupado diante do Coritiba.

Em resumo: notícias muito boas para o Corinthians que chegou a flertar com a crise.

 

Nosso palpite

Jogando na Arena Itaquera, o Corinthians fez 3 a 0 neste mesmo Bahia no primeiro turno. Ao longo da história, foram 41 encontros entre as duas equipes pelo Campeonato Brasileiro, com 19 vitórias do alvinegro (incluindo a mencionada acima), 13 empates e apenas 9 vitórias do Bahia.

Jogando de forma mais ofensiva, o gigante baiano pode conquistar os pontos que o manterão na Série A em 2018. Mas não contra o Corinthians que prefere enfrentar adversários que propõem o jogo. Dessa forma não é arriscado dizer que o líder volta para São Paulo com mais 3 pontos em sua liderança.

 

Jogos da 28ª rodada do Brasileirão 2017

Sábado, 7 de outubro

  • 16:00 – Cruzeiro 2×1 Ponte Preta (jogo antecipado)

Sábado, 14 de outubro

  • 19:00 – Vasco x Botafogo – Palpite: Botafogo
  • 21:00 – São Paulo x Atlético-PR – Palpite: Atlético-PR

Domingo, 15 de outubro

  • 17:00 – Fluminense x Avaí – Palpite: Fluminense
  • 17:00 – Sport x Atlético-MG – Palpite: empate
  • 17:00 – Atlético-GO x Palmeiras – Palpite: Palmeiras
  • 17:00 – Chapecoense x Flamengo – Palpite: Flamengo
  • 19:00 – Coritiba x Grêmio – Palpite: Grêmio
  • 19:00 – Bahia x Corinthians – Palpite: Corinthians

Segunda-feira, 16 de outubro

  • 20:00 – Santos x Vitória – Palpite: Vitória

 

Caneladas ao vivo

Sob o comando do interino Alberto Valentim – ex-técnico do Red Bull e membro da comissão fixa do clube – o Palmeiras viaja para medir forças com o Atlético-GO, que segue sendo o pior time do Brasileirão, mas que conseguiu, entre outras façanhas, bater o líder no Itaquerão.

É claro que um jogo assim merece Caneladas ao Vivo. Siga nosso Twitter e acompanhe, à partir das 17 horas de domingo, o nosso comentário ao vivo para o primeiro duelo do novo-velho Palmeiras.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar