Futebol: Podcast

Londrina bate o Cruzeiro nos pênaltis e enfrentará o Atlético-MG na final da Copa da Primeira Liga

No final de semana que não teve Brasileirão – mentira: teve o Grêmio enfiando 5 gols no Sport e voltando à briga pelo título de campeão Brasileiro com o Corinthians; teve o “profexô” Luxemburgo tirando as calças e pisando em cima durante a coletiva e teve Pai Renato “elogiando-se a si mesmo” depois de mais uma resposta espirituosa ao final da coletiva na Arena do Grêmio – o futebol nacional viu brilharem as semifinais da Copa da Primeira Liga. E por “brilharem” eu quero dizer “não matar o público de tédio”, porque o nível dos jogos não foi dos melhores, não – mas já vimos coisa pior na Série A este ano.

 

Atlético-MG 1 x 0 Paraná

No sábado, depois dos 3 a 0 da Espanha pra cima da Itália (o coitado do Buffon está até agora tentando descobrir o que aconteceu) e dos 5 a 0 do Grêmio em cima do Sport, a noite de futebol terminou com o sonolento 1 a 0 do Atlético-MG em cima do Paraná sem técnico – sim, o clube demitiu o técnico na véspera do jogo.

Mais do que a semifinal da Copa da Primeira Liga, a partida serviu para mostrar ao técnico Rogério Micale se ainda é possível contar com os jogadores Fred e Robinho para o restante da temporada (vamos lembrar que eles vinham numa tiriça dura de aguentar nos últimos jogos e ganharam lugares-cativos no banco de reservas). E, para alegria do técnico, ambos mostraram mais disposição do que nos últimos jogos – Robinho principalmente –, mas estão longe de serem os jogadores decisivos que foram um dia. Ainda assim, peças de peso que ajudam a qualificar (ainda mais) o elenco mineiro. Já Elias, autor do gol da partida, aproveitou as oportunidades que teve e mais uma vez se mostrou útil ao Galo.

Ao Paraná resta apenas juntar os cacos e se concentrar na Série B e em sua busca por uma vaga na Série A – e na procura por um novo técnico, é claro.

 

Londrina 2 x 2 Cruzeiro

No domingo pela manhã, os reservas do Cruzeiro fizeram um primeiro tempo de amplo domínio pra cima do Londrina – dono da melhor campanha na Primeira Liga – e começaram bem o segundo. Vencendo por 2 a 0 até os 36 minutos da etapa complementar, a casa cruzeirense começou a cair quando Alisson Safira diminuiu para os paranaenses que foram buscar o empate em cobrança de pênalti de Germano aos 51 do segundo tempo – imagina o quanto que Mano Menezes xingou no twitter depois de 6 minutos de acréscimos…

Com o empate, o jogo foi para as cobranças de pênaltis e lá brilhou a estrela do goleiro César que com 3 defesas – isso mesmo: 3 defesas – garantiu o placar de 3 a 1 pra cima da Raposa e o Londrina na final (um jogo só, nada de “finais”) da Primeira Liga contra o Atlético-MG.

 

Final

A decisão da Primeira Liga acontecerá no próximo dia 8 de outubro no estádio do Café, casa do Londrina, dono da melhor campanha da competição.

É muito cedo para dizer o que pode acontecer nesta partida, mas, dependendo da situação em que estiver no Brasileirão, é possível que o Galo leve à sério a última partida da Copa – e, claro, o prêmio em dinheiro – e encare o Londrina com força máxima. Neste cenário, as chances do Tubarão ficar com o título são menores. Agora, se estiver passando por complicações na Série A, o Atlético se manterá focado na conquista de uma vaga pelo menos na Sul-Americana de 2018 e, neste cenário, o Londrina tem grandes chances de ser campeão.

É claro que muita água passará por baixo da ponte até o dia 8 de outubro, mas, no momento, o cenário mais provável é de que o Galo comerá o Tubarão. E tenho dito!

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar