UFC

Junior Cigano é mais um nome brasileiro envolvido em um caso de doping no UFC

Foto: Divulgação/UFC

Mais um grande nome do MMA brasileiro tem seu nome envolvido em um polêmico caso de doping. Segundo anúncio oficial do Ultimate, Junior Cigano foi notificado pela Usada (Agência Antidoping dos Estados Unidos) por uma possível violação nos códigos de conduta e com isso acabou retirado do UFC 215, que acontece no dia 9 de setembro, em Edmonton, Canadá. O brasileiro estava escalado para enfrentar Francis Ngannou no evento e agora a franquia busca um novo rival para o camaronês.

O flagra teria acontecido em um teste realizado no último dia 10 de agosto. O brasileiro tem o direito de pedir uma revisão no caso e tentar esclarecer a situação antes de que uma punição seja decretada. Já aconteceram situações onde atletas conseguiram comprovar inocência. É possível que alguma substância suplementar tenha sido contaminada, ou algo nesse sentido. Cris Cyborg, campeã peso pena feminino do UFC, já passou por isso no fim do ano passado e não sofreu nenhum gancho, pois conseguiu provar sua inocência.

Em comunicado enviado ao Combate.com, Ana Cláudia Guedes, advogada de Cigano, garante que o lutador não consumiu esteroides ou qualquer substância ilegal de forma intencional. A equipe do ex-campeão dos pesados do UFC vai trabalhar para encontrar as respostas necessárias e esclarecer o caso.

Junior Cigano foi nocauteado pelo campeão Stipe Miocic em disputa de cinturão dos pesados ocorrida em maio deste ano. O brasileiro tentaria a recuperação no octógono contra Francis Ngannou, que soma cinco vitórias em cinco lutas na maior organização de MMA do mundo.

O casode doping, se comprovado, o que acontece em 80% dos casos – é bom ressaltar – é uma tremenda bomba não só para o MMA nacional como para a carreira de Junior Cigano. O catarinense sempre foi um dos lutadores mais vocais e mais ativos na defesa do programa antidoping exercido pela Usada no UFC. Cigano agora se une a nomes como Anderson Silva, Vitor Belfort, Wanderlei Silva e outros astros brasileiros que tiveram seu nome envolvido em algum tipo de polêmica envolvendo o doping.

Se tratando de um nome de peso como Junior Cigano, o caso machuca ainda mais a imagem do MMA no Brasil, carente de ídolos e descrente sobre um futuro vencedor na modalidade. A missão de provar sua inocência ainda tem seu valor, mas para o público em geral, que não acompanha o esporte de perto, o caso já teve seu impacto.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar