Ganhador.com

Champions League

Ingleses tentam evitar terceiro papelão em cinco anos na Champions League; veja prognósticos

Foto: Stu Forster/Getty Images

Manchester City e Leicester jogam para tentar vaga nas quartas de final da competição europeia mais importante, enquanto Juventus e Atlético de Madri têm vaga nas mãos

A Uefa Champions League chega a sua última semana de jogos válidos pelas oitavas de final. O campeão inglês Leicester, na terça-feira, e o badalado Manchester City de Guardiola, na quarta, tentam evitar o que parecia impossível até pouco tempo atrás. Se ambos forem eliminados, será a terceira vez em um período de apenas cinco anos que nenhum clube inglês estará vivo nas quartas de final da competição.

O declínio inglês coincide com os anos de domínio de Real Madrid, Barcelona e Bayern de Munique, que têm estado em todas as últimas finais e dividiram entre eles os últimos quatro títulos. Ultimamente, os clubes da Espanha e da Alemanha, além de Juventus e PSG, têm ocupado o espaço dos ingleses.

Entre 2004/2005 e 2008/2009, todas as finais de Champions tiveram a presença de pelo menos um clube da Premier League – foram cinco seguidas. Entre 2005 e 2012, sete de oito finais tiveram ingleses, e o Chelsea conquistou a Europa em 2012. Entre 2006/2007 e 2008/2009, ou seja, por três edições seguidas, três dos semifinalistas eram ingleses. Em dois destes anos, quatro dos oito quadrifinalistas.

Para evitar o vexame de a liga mais rica do mundo ficar sem times entre os oito finalistas da Europa, o Leicester tem de ganhar. Já o City pode até perder. Veja abaixo as chances e prognósticos.

 

LEICESTER X SEVILLA

O Leicester estava “morto” quando viajou a Sevilha para o jogo de ida. Sem um gol sequer feito na Premier League em 2017, despencando rumo à zona de rebaixamento, sofrendo no ataque e na defesa. Mas o Sevilla de Sampaoli, apesar do domínio total e de ter podido até golear, ganhou aquele jogo só por 2 a 1.

Agora, a coisa virou. Depois da demissão de Cláudio Ranieri, o Leicester ganhou bem os dois jogos que fez na Premier e parece se reencontrar. O ex-auxiliar de Ranieri, Craig Shakespeare, é “amigão” dos jogadores e foi efetivado até o fim da temporada. Já o Sevilla se desgarrou da briga no topo na Espanha com empates diante dos fracos Alavés e Leganés. Não vive seu melhor momento, mas ainda assim não perde há oito partidas.

Ao Sevilla, qualquer empate basta. O Leicester tem de ganhar por 1 a 0 ou por dois gols de diferença. O jeito de jogar do Leicester, de contra-ataque e velocidade na transição, encaixa bem contra o jeito do Sevilla, de posse de bola.

Prognóstico: Algo me diz que o conto de fadas continua, e o Leicester fará o Sevilla pagar pela chance perdida na ida. 2 a 0 para o time da casa, com dois gols de contra-ataque, o segundo já nos acréscimos. Será?

 

JUVENTUS X PORTO

O outro jogo da terça-feira tem uma eliminatória quase definida. Com a expulsão do brasileiro Alex Telles logo no começo da partida, o Porto foi dominado em casa e perdeu a ida para a Juve por 2 a 0. Nunca, na história da Champions, um time perdeu em casa por dois gols de diferença e reverteu na volta.

Por mais que esteja ganhando por boa diferença de gols as partidas pelo Português, é difícil imaginar o Porto aplicando uma vitória elástica no Juventus Satadium, onde a “Vecchia Signora” venceu os últimos 31 jogos que fez pelo Campeonato Italiano. Em confrontos europeus, a Juve não perde em casa há 20 jogos, desde abril de 2013.

Prognóstico: É mais um jogo pró-forma, em que o Porto tentará se despedir dignamente. Juventus 2 x 0 Porto.

 

MONACO X MANCHESTER CITY

A partida de ida, em Manchester, foi espetacular. Teve de tudo. Golaços, viradas, e o City saiu de 2-3 para vencer por 5 a 3 e levar o estádio à loucura.

O Monaco tem o melhor ataque da Europa, com 123 gols em 46 jogos oficiais na temporada. É um time de vocação ofensiva, muito volume e um Falcao García que não se cansa de balançar a rede. O Monaco já expôs a fraca defesa do City e deverá tentar fazer o mesmo em casa.

O City, por sua vez, se acertou em 2017 e tem um Sergio Aguero pegando fogo, fazendo seis gols nos últimos cinco jogos. Não acredito que o time de Guardiola ficará retraído, esperando o Monaco para sair no contra-ataque. Não está no DNA dos times de Guardiola. O City vai agredir, vai atacar.

Prognóstico: Outro jogo maluco, com muitos gols, muitas alternativas e muito emoção. Não é nem um pouco absurdo imaginar a classificação do Monaco. A chance disso acontecer aparecerá. Acredito que o City vá se classificar, mas é difícil arriscar um palpite. Vamos de 3 a 2 para o Monaco.

 

ATLÉTICO DE MADRI X BAYER LEVERKUSEN

A diferença entre os times é muito grande. E os 4 a 2 do Atlético na ida, na Alemanha, deixam a eliminatória praticamente definida. Depois daquele jogo, o Leverkusen demitiu o técnico Roger Schmidt e não ganhou mais nenhuma na Bundesliga, a fase é ruim.

O Atlético, afastado da disputa no Espanhol, coloca todas as fichas na tentativa de chegar à terceira final europeia em quatro anos. É um time sólido defensivamente — ainda que não intransponível, como nas temporadas anteriores — e que adquiriu muita qualidade no meio de campo e no ataque. Com a bola, é tão bom e mortal como qualquer outro time.

Em casa, o Atlético ganhou 28 dos últimos 33 jogos que fez em competições europeias e avançou nos últimos sete duelos de mata-mata contra alemães.

Prognóstico: Tendência de mais uma vitória do Atlético, por 3 a 1.

 

Comentários

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Quartas de final da Champions League começam com dois ... - Esportes e Entretenimento Esportes e Entretenimento

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar