Ganhador.com

Champions League

Hora da verdade na Liga dos Campeões: após briga, Neymar encara o Bayern em jogo que pode mudar seu destino

Foto: AP Photo/Francois Mori

O jogador mais caro da história do futebol precisa deixar a vaidade de lado e assumir uma liderança positiva dentro do PSG

Neymar mal chegou a Paris e já se encontra numa encruzilhada: ou continua perdendo tempo e energia com atritos desnecessários ou deixa as distrações de lado e mostra que é um dos gigantes do futebol mundial. Pode parecer exagero, mas a partida desta quarta-feira (27), às 15h45 (horário de Brasília), contra o Bayern de Munique, é decisiva para o futuro do craque brasileiro no Paris Saint-Germain. Todos os holofotes estarão sobre ele, e uma repetição das discussões infantis com o uruguaio Cavani pode começar a azedar o maior negócio da história do futebol.

 

Vestiário quente em Paris

A partida, no Parque dos Príncipes, em Paris, vale pela segunda rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, que é a grande obsessão dos proprietários do clube francês. Como o PSG deverá passar para a próxima fase sem grandes dificuldades, o jogo não é de vida ou morte. Mas além de mostrar um bom futebol diante da fortíssima agremiação alemã, será fundamental sinalizar que não existe crise em Paris. É hora de evitar que os atritos surgidos há pouco mais de uma semana, no jogo contra o Lyon, virem uma bola de neve.

Os bate-bocas entre Neymar e Cavani para decidir quem cobraria uma falta e um pênalti trouxeram a público uma série de problemas surgidos desde a chegada do brasileiro à França, no início de agosto, por 222 milhões de euros. A imprensa europeia começou a noticiar que nem todo mundo no vestiário do PSG gostou da chegada de Neymar – a começar pelo ciúme provocado pelo salário astronômico do camisa 10, passando ainda pelo fato de sua contratação forçar o clube a se desfazer de alguns de seus outros astros para cumprir as regras de fair play financeiro da UEFA.

As tentativas da direção e do técnico Unay Emery de apaziguar o conflito com Cavani teriam sido fracassadas – comenta-se que o uruguaio rejeitou uma oferta de aumento em troca da entrega do status de cobrador oficial de pênaltis a Neymar. No fim de semana, o PSG encarou o Montpellier sem o brasileiro, que alegou dores no pé e foi poupado do jogo. A bilionária equipe da capital francesa fez sua pior exibição na temporada e ficou num murcho 0x0 com o modesto oponente. Tudo isso só aumentou a expectativa pelo jogaço contra o Bayern pela Liga dos Campeões. Fica a pergunta: qual Neymar entrará em campo na quarta?

 

Neuer faz falta ao Bayern

O camisa 10 já teve momentos memoráveis em partidas desse quilate – a começar pelo duelo entre o Barcelona e o próprio PSG pela última edição da competição continental, quando liderou a histórica goleada catalã por 6×1. Se decidir usar seu incrível repertório de jogadas para ser uma referência técnica e uma liderança positiva no PSG, Neymar pode começar a apagar o incêndio no vestiário e começar a se consolidar em seu novo clube. Se voltar a se desentender com um colega por um motivo tão banal quanto uma cobrança de bola parada – ainda mais quando do outro lado está Cavani, um boa-praça que conquistou o respeito e admiração de todos desde que chegou a Paris –, Neymar pode criar um clima de incerteza em torno de seu futuro num clube que defende há menos de dois meses.

Na estreia, o PSG atropelou: mesmo jogando fora de casa, em Glasgow, goleou o Celtic com facilidade (5×0). Mas agora a história é outra: o adversário é um dos maiores campeões da história da competição (cinco títulos) e está mais do que acostumado a duelos desse tamanho. Depois de bater o Anderlecht de forma tranquila na primeira rodada (3×0), o Bayern tenta aproveitar essa partida para ganhar embalo na temporada. O time do técnico Carlo Ancelotti (três vezes campeão europeu) é apenas o terceiro colocado na tabela do Campeonato Alemão e tem desagradado a torcida com partidas pouco inspiradas.

Para facilitar um pouco a missão de Neymar e do PSG, o Bayern viaja a Paris desfalcado do que para muitos é o melhor goleiro do planeta. Manuel Neuer passou por uma cirurgia e só deve voltar em 2018. Seu substituto, Ulreich, falhou num dos gols no empate com o Wolfsburg, em casa, no fim de semana (2×2). A boa notícia para os alemães é a provável volta de Alaba ao time titular.

No PSG, Javier Pastore está machucado, mas Ángel Di María pode voltar a ser opção para Emery. De qualquer forma, o argentino deverá ficar no banco: com ou sem briga, o ataque segue sendo formado por Neymar e Cavani ao lado do jovem craque francês Mbappé.

 

Palpite

Tanto talento junto deve ser mais do que suficiente para fazer o PSG somar mais três pontos rumo ao sonho de conquistar a Europa. Que ninguém se surpreenda se o 1×0 ou 2×1 em favor do time da casa for a contagem final desta emocionante quarta-feira em Paris.

 

Jogos da 2ª rodada da Liga dos Campeões 2017-2018

Terça-feira, 26 de setembro

  • 15:45 – Sevilla x Maribor – Palpite: Sevilla
  • 15:45 – Spartak Moscou x Liverpool – Palpite: Empate
  • 15:45 – Napoli x Feyenoord – Palpite: Napoli
  • 15:45 – Manchester City x Shakhtar Donetsk – Palpite: Manchester City
  • 15:45 – Besiktas x Red Bull Leipzig – Palpite: Besiktas
  • 15:45 – Monaco x Porto – Palpite: Monaco
  • 15:45 – Borussia Dortmund x Real Madrid – Palpite: Empate
  • 15:45 – Apoel x Tottenham – Palpite: Tottenham 

Quarta-feira, 27 de setembro

  • 15:45 – Basel x Benfica – Palpite: Benfica
  • 15:45 – CSKA Moscou x Manchester United – Palpite: Manchester United
  • 15:45 – PSG x Bayern de Munique – Palpite: PSG
  • 15:45 – Anderlecht x Celtic – Palpite: Empate
  • 15:45 – Qarabag x Roma – Palpite: Empate
  • 15:45 – Atlético de Madri x Chelsea – Palpite: Atlético de Madri
  • 15:45 – Sporting x Barcelona – Palpite: Barcelona
  • 15:45 – Juventus x Olympiacos – Palpite: Juventus

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar