Ganhador.com

Futebol: Podcast

Grêmio vence e se aproxima da liderança após o empate do Corinthians pela 14ª rodada do Brasileirão

Em uma rodada onde os principais candidatos ao título – Corinthians, Santos e Flamengo – apenas empataram, o Grêmio, jogando em casa, venceu bem a Ponte Preta e agora está há apenas 8 pontos da liderança do Campeonato Brasileiro.

Ouça em nosso podcast, como a poderosa mandinga de Renato Gaúcho afetou o desempenho do Timão neste final de semana – que ainda viu o São Paulo cair na Arena Condá, diante da Chapecoense e se afundar mais um tanto no Z-4.

 

Resumo da 14ª rodada do Campeonato Brasileiro

Corinthians, Flamengo e Santos apenas empatam

Corinthians: Desfalcado de três titulares – Pablo, Rodriguinho e Guilherme Arana –, o Corinthians recebeu o Atlético-PR em sua arena no sábado e, absurdamente desatento no primeiro tempo, saiu atrás no placar pela primeira vez no Campeonato Brasileiro (golaço de Jonathan, que deixou 4 defensores do alvinegro na saudade antes de marcar). Não que isso tenha durado muito: aos 44 minutos – 7 após tomar o gol – o Timão empatou com Jô após bom cruzamento de Moisés.

Mais atento no segundo tempo, o Corinthians virou aos 5 minutos, novamente com Jô que finalizou o ótimo cruzamento de Maycon. Mas o Atlético não entregou os pontos e, aos 36 minutos, Otávio – que teve a ajuda de um desvio de Balbuena – chutou contra a meta de Cássio e empatou o duelo.

O resultado (2 x 2) mantém o Corinthians líder e invicto, mas a distância para o segundo colocado agora é de 8 pontos.

Flamengo: Enfrentando o Cruzeiro no Mineirão, o ainda instável Flamengo saiu na frente com Everton que finalizou o cruzamento de Rodinei aos 8 minutos do segundo tempo. Aos 14 minutos, Mano Menezes mandou o ex-botafoguense Sassá pro campo e, em seu primeiro lance, o atacante marcou, empatando o duelo. O jogo voltou a ficar equilibrado e a Raposa ainda perdeu a chance de vencer em um contra-ataque que teria sido fatal se o mesmo Sassá tivesse tocado para Rafael Sóbis ao invés de finalizar.

No final o empate (1 x 1) acabou sendo justo pelo que os dois times apresentaram. O Flamengo continua na 4ª colocação ainda 12 pontos atrás do Corinthians e o Cruzeiro saiu do G-6 e agora está na 7ª posição.

Santos: Por conta da interdição em São Januário – em função da briga ao final do duelo contra o Flamengo –, Vasco e Santos jogaram “pra ninguém”. Com os portões do estádio Nílton Santos fechados, os times fizeram, talvez, o jogo mais deprimente da rodada. Foram 90 minutos de futebol de péssima qualidade. O Santos, que estreava seu terceiro goleiro, João Paulo – Vanderlei e Vladimir estão machucados –, parecia se contentar com o empate. O Vasco, por outro lado, bem que tentou, mas faltou qualidade nas finalizações.

O resultado (0 x 0) não muda nada na situação das duas equipes: o Santos segue em 3º lugar (12 pontos atrás do líder) e o Vasco se mantém em 8º, com 20 pontos.

Grêmio se aproveita da rodada e diminui a distância para o líder

O tricolor gaúcho recebeu a Ponte Preta com fome de gols – tanto que abriu o placar aos 34 minutos com um golaço contra do zagueiro Rafael Thyere. O susto fez o Grêmio voltar mais ligado no segundo tempo e a pressão dos donos da casa deu resultados: aos 11 minutos, Lucas Barrios empatou; aos 23 ele virou cobrando o pênalti infantil de Fernando Bob em Fernandinho e, aos 42, Luan lançou Ramiro que ajeitou de cabeça para Everton fechar a fatura.

Com o resultado (3 x 1), o tricolor gaúcho vê a diferença para o líder despencar para 8 pontos e mantém viva sua perseguição.

Mesmo jogando mal, Palmeiras volta a vencer

O Palmeiras não jogou bem. Precisando do resultado, o técnico Cuca montou seu time de forma bastante avançada e, com isso, cedeu espaços para o Vitória que, num passe errado de Felipe Melo em seu retorno ao alviverde, abriu o placar em um golaço de Uillian Corrêa. Com a vantagem no placar, a equipe baiana se fechou ainda mais na defesa.

O empate palmeirense veio de um pênalti muito duvidoso marcado pelo árbitro Bruno Arleu de Araújo. Roger Guedes cobrou e deixou tudo igual até que, aos 45 minutos da etapa inicial, Dudu aproveitou uma falha da defesa do Vitória – devolvendo a gentileza de Melo – e colocou o Palmeiras na frente.

Os donos da casa continuaram apresentando muitas falhas individuais no segundo tempo e só não tomara o empate porque o time do Vitória é muito, mas muito ruim: Neílton, cara a cara com Prass, chutou para fora aos 15 minutos e, aos 20, Wallace carimbou o travessão dos donos da casa. E foi só.

O Vitória cansou em campo e o Palmeiras ampliou com Mayke e Dudu. Os visitantes ainda diminuiram com David e foi só.

Com o resultado (4 x 2), o Palmeiras diminui para 14 pontos a distância do líder e o Vitória permanece na vice-lanterna com 12 pontos.

Falando em Z-4…

O São Paulo – agora sob a direção do técnico Dorival Júnior –, foi até a Arena Condá enfrentar a Chapecoense no “duelo dos desesperados” (o tricolor desesperado pra sair do Z-4 e a Chape desesperada para abrir distância da zona da degola). E foi um jogo difícil de assistir (mas não tão difícil quanto Vasco e Santos, acreditem).

O primeiro tempo foi truncado, feio, sonolento. A distribuição tática do São Paulo em campo melhorou – até Cueva parecia ter ido pro jogo –, mas a falta de criatividade e tranquilidade eram as mesmas dos tempos de Rogério Ceni. De bom mesmo, na etapa inicial, apenas a cobrança de falta de Seijas que explodiu na trave de Renan Ribeiro.

O segundo tempo conseguia ser ainda pior até que Túlio de Melo, que havia acabado de entrar no ataque da Chape, aproveitou-se da falha de Júnior Tavares, e completou de cabeça para o fundo do gol de Renan Ribeiro. O que se viu depois disso foi o que se vê em todo jogo quando uma equipe que precisa do resultado está atrás no placar: o São Paulo perdeu a organização e passou a atacar de qualquer jeito e a cruzar bolas na área da Chapecoense – como se isso resolvesse alguma coisa.

Como não resolve nada, os donos da casa ampliaram, nos acréscimos, com Lucas Marques se aproveitando de nova falha de Júnior Tavares. E foi só.

Os 2 a 0 no placar ajudaram a Chape a subir para a 13ª posição e se afastar um pouco mais do Z-4, enquanto que o São Paulo caiu uma posição e, com 12 pontos, é o 18º no Campeonato Brasileiro, correndo, cada vez mais, o risco de cair pra Série B.

Não mudou muita coisa

Atlético-GO 1 x 2 Atlético Mineiro: Se aproveitando do primeiro tempo irreconhecível do Galo, o Atlético-GO saiu na frente e manteve a vantagem até o segundo tempo. Com a entrada de Robinho no segundo tempo, o Atlético-MG melhorou e com gols de Fred e Elias virou pra cima do Dragão, que perdeu o fôlego na etapa final. Com a vitória, o Galo sobre duas posições e, com 20 pontos, é o 10º colocado. O Atlético-GO segue na lanterna, com 8 pontos, e procurando apartamentos na Série B.

Coritiba 1 x 2 Fluminense: O Fluminense usou da inteligência para bater o Coritiba no Couto Pereira. Jogando na defesa, o tricolor aproveitou as duas primeiras chances de gol que teve, e marcou com Richarlison e Léo – depois que o Coxa perdera um pênalti e o goleiro Julio Cesar evitasse um gol certo dos donos da casa, que conseguiram diminuir com Henrique Almeida completando uma cobrança de escanteio. O segundo tempo seguiu igual, com o Coritiba pressionando e buscando o gol e o Fluminense se defendendo e tentando matar o jogo em um contra-ataque. Com o resultado, o Fluminense subiu para a 9ª posição, com 20 pontos enquanto que o Coritiba permaneceu com 19 pontos e caiu para a 12ª colocação.

Bahia 1 x 1 Avaí: Em um jogo tecnicamente ruim e sem grades emoções, Bahia e Avaí empataram no estádio Pituaçu. Melhor para o Avaí que segue sendo um visitante “indigesto” – foram 7 pontos conquistados nos últimos 3 jogos fora de casa. Insatisfeita com o resultado, a torcida do Bahia pegou no pé do técnico Jorginho ao final do jogo. Com o resultado, o Bahia não conseguiu abrir distância do Z-4 que segue sendo a morada do Avaí, na 17ª posição com 13 pontos.

Hoje

O Campeonato Brasileiro fecha a sua 14ª rodada hoje com o duelo entre Botafogo e Sport à partir das 20 horas com transmissão pelo SporTV e Premiere.

 

Classificação do Campeonato Brasileiro

Faltando ainda o jogo de hoje à noite, a classificação do Brasileirão está assim:

  1.  Corinthians – 36 pontos
  2. Grêmio – 28 pontos
  3.  Santos – 24 pontos
  4.  Flamengo – 24 pontos
  5.  Palmeiras – 22 pontos
  6.  Sport – 21 pontos
  7.  Cruzeiro – 21 pontos
  8.  Vasco – 20 pontos
  9.  Fluminense – 20 pontos
  10. Atlético-MG – 20 pontos
  11.  Botafogo – 19 pontos
  12.  Coritiba – 19 pontos
  13. Chapecoense – 18 pontos
  14.  Bahia – 16 pontos
  15.  Atlético-PR – 16 pontos
  16.  Ponte Preta – 15 pontos
  17. Avaí – 13 pontos
  18.  São Paulo– 12 pontos
  19.  Vitória – 12 pontos
  20.  Atlético-GO – 7 pontos

Comentários

2 Comentários

2 Comentários

  1. Pingback: Paixão Nacional: Agora tá explicado | Ganhador.com

  2. Pingback: São Paulo reencontra a vitória depois de 9 jogos; Corinthians empata novamente e vê o Grêmio se aproximar | Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar