Ganhador.com

Futebol: Podcast

Grêmio e Internacional ficam pelo caminho e a Copa da Primeira Liga será definida entre os mineiros Atlético e Cruzeiro e os paranaenses Londrina e Paraná

Com a “pausa” no Campeonato Brasileiro em função das eliminatórias para a Copa do Mundo da Rússia – o Brasil joga hoje contra o Equador na Arena do Grêmio – deu-se andamento às quartas de final da Copa da Primeira Liga. Disputadas em jogo único, as partidas – de nível técnico altamente duvidoso –, coroaram os quatro semifinalistas: Atlético-MG, Paraná, Cruzeiro e Londrina, fazendo da compeitção uma mini Copa Sul-Minas.

Aperte o play e ouça nosso comentário para os jogos que fizeram a quarta-feira de futebol no Brasil e leia a seguir nosso resumo para os duelos.

 

Internacional 0 x 1 Atlético-MG

Em uma partida tecnicamente fraca, o Atlético-MG eliminou o Internacional com um gol de Clayton – que retornou do empréstimo feito ao Corinthians – no final do primeiro tempo.

Usando o duelo para dar ritmo de jogo aos reservas e ver se Robinho e Fred ainda “rendem” alguma coisa, o técnico Rogério Micale viu brilhar a estrela do goleiro Giovanni, que substituiu Vítor e garantiu o triunfo do Galo com pelo menos quatro defesas difíceis.

Depois de um primeiro tempo sonolento e de ficar atrás no placar, o técnico Guto Ferreira colocou os titulares Edenílson e Sasha em campo e foi pra cima do Galo. Usando o jogo para também fazer observações sobre seu limitado elenco, o comandante do Internacional viu o uruguaio Nico López se destacar e colocar algumas dúvidas na cabeça do “professor”. Dos pés dele saíram as melhores oportunidades de gol do Inter – que só não se concretizaram graças à brilhante atuação de Giovanni, um paredão intransponível diante do ataque Colorado.

Com o resultado, o Galo segue adiante na competição e o Internacional coloca todas as suas atenções na busca do título de Campeão Brasileiro da Série B e em seu retorno à elite do futebol brasileiro.

 

Flamengo 1 x 1 Paraná

De olho nas receitas que poderia conseguir, o Flamengo levou o jogo contra o Paraná até o estádio Kleber Andrade, em Cariacica, no Espírito Santo e não conseguiu passar de um empate no tempo normal. Embora com mais qualidade, o “mistão” rubro-negro não mostrava aquela vontade toda de vencer o jogo. Isto permitiu ao Paraná fazer um jogo “equilibrado” com o gigante da Série A.

O placar foi definido no segundo tempo em dois lances de bola parada: Éverton Ribeiro, de pênalti, colocou o Flamengo na frente. Dois minutos depois, Renatinho, em cobrança de falta do meio da rua, mandou para o fundo do gol de Muralha – que, na minha opinião, precisa trocar o apelido com urgência.

Nas cobranças de pênaltis, o Paraná foi mais efetivo e venceu por 5 a 4, com direito à duas defesas do goleiro Richard nas cobranças de Vinícius Júnior e Lucas Paquetá.

O Paraná segue adiante e Reinaldo Rueda aproveitou o jogo para tirar mais algumas conclusões a respeito do elenco que tem em mãos – embora derrotado, o colombiano foi o grande vencedor ontem.

 

Londrina 2 x 0 Fluminense

O Londrina manteve-se como a equipe com melhor desempenho na Primeira Liga e não encontrou grandes dificuldades para tirar do caminho o sonolento mistão do Fluminense de Abel Braga – atual campeão da competição.

Com 2 gols de Carlos Henrique – um em cada tempo – a equipe paranaense garantiu sua vaga para as semifinais. De proveitoso no duelo para o Fluminense, foi ver o retorno do meia Sonorza – ainda discreto, é verdade –, depois de uma parada de quase três meses para se recuperar de uma contusão. Um retorno de grande importância para o Fluminense nesta reta final de Campeonato Brasileiro.

 

Cruzeiro 2 x 0 Grêmio

O Mineirão não gosta do Grêmio. Sabendo disso, o técnico Renato Gaúcho nem foi para o jogo de ontem. Nem ele e nem o time principal do Grêmio que foi representado na Primeira Liga pelo elenco “B” que disputa a segunda divisão do Campeonato Gaúcho.

Como era de se esperar, a equipe mista do Cruzeiro foi superior durante todo o jogo mas apenas aos 43 minutos do segundo tempo Raniel conseguiu abrir o placar. 4 minutos depois, Arrascaeta marcou o segundo. Foi a primeira vez que o atleta jogou por 90 minutos depois de ficar afastado para tratar de um estresse na tíbia.

O resultado coloca o Cruzeiro em mais uma semifinal e dá ao time titular do Grêmio uma providencial folga antes do duelo contra o Sport, pelo Campeonato Brasileiro, no próximo sábado, dia 2 – jogo que pode diminuir para 7 pontos a diferença entre o tricolor gaúcho e o Corinthians, líder do Brasileirão.

 

semifinais da Copa da Primeira Liga

Sábado – 02/09/17 – 19 horas no estádio Independência (Horto)

  • Atlético-MG x Paraná

Domingo – 03/09/17 – 19 horas no estádio do Café

  • Paraná x Cruzeiro

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar