Ganhador.com

Vôlei

Grand Prix 2017 em Cuiabá: Prognósticos para Brasil x Bélgica, partida que abre o Grupo I

Foto: Divulgação FIVB

José Roberto Guimarães alerta para os perigos da chave que conta também com Holanda e Estados Unidos

Brasil e Bélgica abrem às 15h05 (de Brasília, 14h05 no horário local) desta quinta-feira (20) o Grupo I do Grand Prix, a versão feminina da Liga Mundial de Vôlei. A partida será disputada no ginásio Aecim Tocantins, em Cuiabá (MT), e válida pela abertura da chave que conta também com Holanda e Estados Unidos.

   

BRASIL EM SITUAÇÃO DELICADA

A seleção é a sétima colocada na classificação geral do Grand Prix, um posto que não condiz com a grandeza da equipe que tenta, neste ano, seu 12º título na competição. A equipe de José Roberto Guimarães precisa de qualquer forma ganhar as três partidas de Cuiabá para se classificar para a Fase Final do Grand Prix, que será realizada na China.

O Brasil soma apenas nove pontos até aqui, que vieram de três vitórias e três derrotas. A líder e grande seleção a ser batida é a Sérvia, ponteira da competição, com 15 pontos, seguida de Holanda (15), Estados Unidos (13), Itália (10), China (10) e Japão (9).

É um Grand Prix extremamente globalizado, pois conta com quatro continentes – Europa, Ásia, América do Norte e América do Sul – representados pelas sete melhores seleções.

O jogo desta quinta (20) será o segundo do Brasil contra a Bélgica. A seleção varreu a adversária por 3 sets a 0 na primeira semana de disputa do Grand Prix, em Ancara, na Turquia.

   

JOSÉ ROBERTO GUIMARÃES SOFRE

Lendário treinador da seleção feminina, José Roberto Guimarães elencou as grandes dificuldades enfrentadas pela sua equipe que até semana passada estava competindo no Japão. O Brasil enfrentou uma viagem de mais de 40 horas para chegar a Cuiabá.

“A preocupação que tenho com o andamento do Grand Prix é conseguir treinar”, disse ele. “Por conta das viagens e diferentes fusos, não estamos conseguindo ficar em quadra. Temos um time novo que precisa de treinamento. Precisamos de bons resultados nesta etapa. Teremos a Bélgica como primeiro adversário. Nós ganhamos da Bélgica na primeira etapa. É um adversário perigoso e vamos buscar melhorar o nosso sistema defensivo. Teremos que defender mais e sacar melhor. Logo depois teremos pela frente a Holanda e os Estados Unidos, que já estão praticamente classificados para a fase final. Não podemos cometer erros nessa etapa. O importante nesses jogos é a superação e também contarmos com o apoio da torcida brasileira”, finalizou o experiente técnico, que está firme no propósito de pedir ginásio lotado para esta quinta.

“A Bélgica é uma equipe que já conhecemos”, disse Natália, ponteira e capitã da equipe. “Sabemos que é um time que não desiste nunca e tem jogadoras novas. É um jogo de muita atenção. Todas as partidas para o nosso grupo nessa etapa serão decisões. Vamos vir com tudo para conseguir os três pontos.”

   

PROGNÓSTICO

Na história do Grand Prix, Brasil e Bélgica se enfrentaram sete vezes, com sete vitórias brasileiras, que perdeu apenas e tão somente um set em todos esses confrontos.

O Brasil está sem treino e esgotado pelo desumano calendário, é verdade. Mas nem assim a Bélgica aparece com chances para incomodar. Um outro triunfo por 3 sets a 0 deve ser concretizado em Cuiabá, para a alegria da torcida que não está acostumada a ver de perto a elite do vôlei feminino. As arquibancadas cheias serão, sem dúvida, um combustível e tanto para o time de José Roberto Guimarães.

   

COMO É O GRAND PRIX

As 12 principais seleções de vôlei feminino no mundo integram a fase de classificação, que termina exatamente neste final de semana. A cada semana foram formados três grupos definidos por sorteio, com quatro seleções em cada um.

A Fase Final será na China, entre os dias 2 e 6 de agosto, na cidade de Nanjing, com a participação das cinco primeiras classificadas e da China, o país-sede.

   

CAMPANHA DO BRASIL NO GRAND PRIX ATÉ AQUI

1ª semana – Ancara (Turquia)

  • 7.jul – Brasil 3×0 Bélgica (25/22, 25/23 e 25/18)
  • 8.jul – Brasil 0x3 Sérvia (19/25, 20/25 e 19/25)
  • 9.jul – Brasil 3×2 Turquia (24/26, 25/17, 25/18, 22/25 e 15/13)

2ª semana – Sendai (Japão)

  • 14.jul – Brasil 3×0 Sérvia (26/24, 25/17 e 25/22)
  • 15.jul – Brasil 0x3 Tailândia (22/25, 21/25 e 27/29)
  • 16.jul – Brasil 2×3 Japão (22/25, 24/26, 25/19, 25/20 e 15/17)

   

JOGOS EM CUIABÁ*

  • Quinta – Brasil x Bélgica, às 15h05
  • Sexta – Brasil x Holanda, às 15h05
  • Domingo – Brasil x Estados Unidos, 10h10

* Horários de Brasília. As partidas serão transmitidas ao vivo pela TV Globo e pelo SporTV 2

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar