NBA

Golden State Warriors vence o Utah Jazz e se classifica para a final do Oeste

Foto: Gene Sweeney Jr/Getty Images

Stephen Curry e Klay Thompson mais uma vez arrasam nas cestas de três pontos

O Golden State Warriors está na final da Conferência Oeste. Jogando sua melhor partida neste playoff, a equipe ganhou fácil do Utah Jazz na madrugada desta terça (9) por 121×95 em plena Utah e fechou a série semifinal por 4-0. Seu adversário na decisão do Oeste sairá do confronto entre Houston Rockets e San Antonio Spurs, que estão empatados por 2-2 até aqui.
A vitória que selou a classificação do Golden State serviu também para a equipe comprovar que está forte como nunca esteve nesses últimos anos. Os Warriors destruíram o Utah no primeiro e no último quarto, apenas controlando a partida nas parciais do meio.

   

Time que parece seleção

A grande queixa dos torcedores de Celtics, Rockets e Spurs vem do protagonismo de suas grandes estrelas – e do fato óbvio de Isaiah Thomas, James Harden e Kawhi Leonard não terem companheiros à altura em suas equipes. E a lição que fica desta semifinal do Oeste é que o Golden State Warriors descobre mais opções em seu jogo a cada dia.

Que Stephen Curry, Klay Thompson e Kevin Durant formam talvez o maior “supertrio” da NBA na atualidade, isso todo mundo sabe. Mas o que ninguém poderia prever é que outros jogadores subiriam seus níveis e se aproximariam da produção dos colegas badalados mesmo em partidas tão decisivas.

Olhar para as estatísticas dos Warriors neste Jogo 4 da semifinal é observar que nada menos que cinco (!!) jogadores ultrapassaram os dois dígitos de pontos. Os cestinhas foram os “Splash Brothers”, como era de se imaginar. Stephen Curry puxou a pontuação, com 30, seguido por Thompson, com 21. Na sequência vieram Kevin Durant (18), Draymond Green (17) e o surpreendente JaVale McGee (12). E desta vez Andre Igoudala nem atravessou a barreira dos dez pontos, anotando sete nos 21 minutos em que esteve em quadra.

Quem esperava uma partida equilibrada caiu do sofá logo de cara. Os Warriors fizeram um primeiro quarto arrasador e logo anotaram 39×17, em um show de basquete que parecia tudo, menos uma semifinal de conferência da NBA.

(É realmente inacreditável que um time faça praticamente 40 pontos em um único quarto – o primeiro, ainda por cima, sem tanto ritmo – de uma partida válida pelo playoff.)

Com tamanha efetividade, o GSW controlou a vantagem logo a seguir. O Utah Jazz venceu a segunda parcial: 35×21, em outra grande exibição ofensiva, especialmente de Gordon Hayward, mas as coisas voltaram aos seus lugares depois do intervalo, com o Golden State consolidando a vitória com 33×27 e 28×16 logo a seguir.

   

Máquina de arremessar

A chave da partida foi, de novo, o insano aproveitamento da linha dos três pontos. O Golden State chutou 26 e acertou 11, índice de 42,3%. O Utah, por sua vez, conseguiu 8/27, 29,3%, mostrando a real distância entre as equipes nesta partida decisiva.

A fome de bola mostrada pelos Warriors teve o claro sinal de que o Cleveland Cavaliers não merecia ficar sozinho como única equipe invicta neste playoff. Pois agora ambas estão com um impressionante 8-0 na caminhada até aqui.

E não é de se duvidar que tanto Warriors quanto Cavs atinjam a terceira final seguida entre eles varrendo todo mundo e fechando também as decisões de conferência por 4-0, mas convêm esperar o que vai ocorrer nas outras séries, que estão suprindo a cota de emoção que o domínio dos dois timaços não pôde apresentar.

 

Em 24 segundos…

…O 2-2 no playoff entre Spurs e Rockets ganhou outra inesperada igualdade.

…O pivô brasileiro Nenê sofreu uma lesão no músculo adutor esquerdo e não joga mais nesta temporada.

…É claro que o desfalque de Tony Parker nos Spurs é mais significativo, mas a baixa de Nenê pode fazer a cabeça de Gregg Popovich encontrar soluções para reverter esta lógica e aniquilar as consideráveis chances dos Rockets.

…Com a contusão de Nenê e a eliminação de Raulzinho pelo Utah, o Brasil se despede do playoff da NBA.

…Raulzinho esteve em quadra por 12 minutos no Jogo 4 ante os Warriors. Anotou quatro pontos e agarrou três rebotes.

…A partida desta quarta é na AT&T Arena, em San Antonio, onde o Houston já venceu o Jogo 1.

…A história mostra que raramente, quase nunca, uma mesma equipe ganha as duas últimas partidas de uma série melhor de sete, conseguindo a virada do 2-3 para o 4-3. O time que vencer este Jogo 5 tem tudo mesmo para cacifar a classificação.

 

O único confronto da NBA na noite desta terça-feira vai ser:

  • 21h00 – San Antonio Spurs x Houston Rockets (2-2)

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.