Ganhador.com

Copa Sul-Americana

Flamengo encara Palestino na Copa Sul-Americana para superar trauma do ano passado

Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo

Bola rola a partir de 21h45 de Brasília, na Grande Santiago.

Apesar da recente e inesperada desclassificação da Copa Sul-Americana do ano passado, o técnico Zé Ricardo optou por poupar diversos titulares para o primeiro embate contra o Palestino pelo torneio continental. Ainda assim, o Flamengo é apontado como favorito para vencer a eliminatória e chegar à terceira fase.

    

Palpite

Vou logo falando que prevejo um empate sem gols numa peleja muito ruim. Explico: em primeiro lugar, o Palestino é um time em formação. A temporada chilena segue o calendário europeu e com o término do Torneio Clausura, antes da Copa das Confederações, os jogadores ganharam férias. O mercado de transferências é o grande destaque do noticiário do país, desde que a seleção encerrou sua participação na Rússia. Como agremiação pequena, os Árabes, que foram mal em 2016/17, não conseguiram segurar seus principais nomes e se reforçaram com desconhecidos. É óbvio que faltará entrosamento e ritmo de jogo a quem for a campo encarar o Flamengo.

Os brasileiros sofrerão menos mas também poderemos assistir aos mesmos defeitos. Sem diversos titulares, a equipe sentirá a falta de entrosamento. O frio poderá ser outro problema que os cariocas terão de superar se quiserem sair do país andino com os três pontos. Este quadro que veremos dentro das quatro linhas não é o mesmo Flamengo que vem ganhando pontos importantes e alcançou o terceiro lugar do Brasileirão.

Devido à dificuldade dos dois oponentes, prevejo o 0 a 0. É também preciso enxergar que este placar será bom para ambos. O Palestino tenta se reestruturar para voltar a rivalizar com os grandes de seu país para quem sabe retornar à Libertadores em 2019. Ao Urubu terá servido para testar seus reservas e depender apenas uma vitória simples na partida de volta, agendada para o dia 09 de agosto, no estádio Luso-Brasileiro.

    

Histórico

O Flamengo não tem um histórico bom na Copa Sul-Americana. Sem nunca ter ido longe na competição, o rubro-negro até hoje só encarou clubes do Brasil e do Chile no certame.

Contra chilenos, os cariocas perderam as duas eliminatórias. Em 2011, tomou de quatro da Universidad de Chile, no Rio, e ainda perdeu em Santiago por 1 a 0.

Ano passado, encarou o mesmo Palestino de daqui a pouco. Venceu em Santiago por 1 a 0 mas perdeu em Cariacica por 2 a 1. Os gols na casa do rival serviram de critério de desempate.

 

Como chegam Flamengo e Palestino para este confronto?

O técnico Zé Ricardo voltou a viver um momento positivo no Brasileirão. Há cerca de um mês ele quase pediu demissão quando sofreu muita pressão pela falta de vitórias na Série A. Enquanto muitos treinadores poupam titulares na liga para prestigiar os torneios mata-mata, o comandante da Gávea decidiu fazer o contrário. Cá entre nós, a Copa Sul-Americana ainda vale muito menos que o Campeonato Brasileiro. Também foi possível levar em consideração a fragilidade do adversário e a possibilidade de reverter uma derrota no duelo da volta.

Trauco, Rhodolfo, Márcio Araújo, Diego, Guerrero, Pará, Conca e Geuvânio sequer viajaram para a capital chilena. Os cinco primeiros ficaram na Cidade Maravilhosa recuperando as energias. Pará, sentiu uma entorse, e ficará em observação. A contratação de Geuvânio ainda não foi regularizada na CBF. O que ninguém entendeu foi a ausência do argentino Conca. Barrado até do banco de reservas, já se especula sua saída do clube em breve. Com todas estas ausências, devem começar jogando Léo Duarte, Rafael Vaz, Willian Arão, Mancuello, Berrío e Rodinei.

O Palestino não é sombra daquele grupo capaz de brigar com Colo-Colo, Universidad Católica e Universidad de Chile pelos primeiros lugares do certame nacional. Os Árabes flertaram com o rebaixamento e terminaram em 14o entre 16 participantes.

Os chilenos chegarão ainda mais enfraquecidos para enfrentar o Flamengo. Além do futebol do pais estar na pré-temporada aguardando o começo do Torneio Apertura de 2017/18, Leonardo Valencia, da seleção, deixou em definitivo o Palestino, assim como outros três titulares: o capitão Farías, Luna e Oyarzún. As contratações até agora foram modestas: Julián Rodríguez, do Olimpo, e Alan Arario, que estava sem clube.

De acordo com o regulamento da Copa Sul-Americana de 2017, o estádio do Palestino não tem a capacidade mínima de lugares. Sendo assim, a peleja se desenrolará no estádio San Carlos de Apoquindo, que fica no município de Las Condes, na Grande Santiago. Ele tem capacidade para pouco mais de 14 mil pessoas.

 

Escalações

Confira como Palestino e Flamengo devem começar jogando.

Palestino: Melo; Sierralta, Vidal e Arario; Torres, Rosende, Carvajal, Cereceda e Mazurek; Valencia e César. Técnico: Germán Cavallieri.

Flamengo: Thiago; Rodinei, Réver, Rafael Vaz e Léo Duarte; Willian Arão, Cuéllar, Éverton Ribeiro, Mancuello e Everton; Berrío. Técnico: Zé Ricardo.

    

Jogos da semana na Copa Sul-Americana:

  • Palestino x Flamengo – Quarta-feira, 05 de julho, 21h45
  • Sport Recife x Arsenal – Quinta-feira, 06 de julho, 21h45

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar