Ganhador.com

Futebol: Podcast

Flamengo busca o empate e está nas semifinais da Sul-Americana enquanto que o Grêmio espera o Lanús na final da Libertadores

Em um jogo de 6 gols com cara de Fla-Flu dos velhos tempos, o rubro-negro colocou o coração na ponta da chuteira e foi buscar o empate salvador que o coloca na semifinal da Copa Sul-Americana. Jogando em Porto Alegre, o Grêmio perdeu – porque podia perder –, e agora se prepara para enfrentar a surpresa Lanús na grande final da Copa Libertadores 2017.

Aperte o play e ouça nosso comentário para o desempenho de ontem dos times brasileiros na rodada internacional e leia abaixo o resumo dos duelos.

 

Fla-Flu dos velhos tempos

E aconteceu que o 8º Flamengo x Fluminense de 2017 foi o melhor de todos. Em um ano onde os resultados e as tabelas “banalizaram” o mais tradicional clássico do futebol brasileiro, o Maracanã viu, na noite de ontem, quarta-feira, um duelo com todos os ingredientes dos velhos tempos.

Teve jogo brigado?

Ô se teve! Faltas ríspidas, entradas mais fortes, dedo na cara de um e de outro… o pacote completo.

Também teve cera, muuuuita cera. Diego Alves que o diga. Parecia um goleiro argentino caindo no chão o tempo todo após o rubro-negro conseguir o empate. Faz parte do manual do clássico.

Que começou com o Fluminense surpreendendo e fazendo 1 a 0 com Lucas bem no início do jogo. O resultado levava a decisão para os pênaltis. Mas, a bola parada fez a diferença ontem e numa cobrança de falta perfeita, Diego deixou tudo igual.

Precisando desempatar, o tricolor foi pra cima e Renato Chaves, aproveitando cobrança de escanteio no final do primeiro tempo colocou o time de Abel Braga na frente mais uma vez. Na volta do intervalo, em poucos minutos, nova cobrança de escanteio para o Fluminense e novo gol de Renato Chaves. Não perca as contas: Fla 1 x 3 Flu.

Aos 18 minutos, vendo que o rubro-negro não produzia nada de bom, Reinaldo Rueda mandou o garoto Vinícius Júnior para o campo. Aos 22 ele fez o passe para Éverton Ribeiro entregar nos pés de Vizeu que, na saída de Diego Cavallieri, mandou para o fundo do gol.

O Fluminense se fechou como pôde, tentando evitar o empate. No Fla, Cuéllar saiu para a entrada de Lucas Paquetá. Era o tudo ou nada de Rueda. E mais uma vez na bola parada; mais uma vez na cobrança de falta, agora de Pará, William Arão subiu livre de marcação no meio da área do Flu para mandar a bola, de cabeça, para o fundo das redes de Diego Cavallieri, aos 33 do segundo tempo.

3 a 3.

O Fluminense tentou reagir, mas o Flamengo soube segurar a pressão, o resultado e a vaga nas semifinais (espera o vencedor de Junior Barranquilla e Sport, hoje a noite).

É verdade que o tricolor caiu em pé. Mas caiu e, em 8 oportunidades, foi incapaz de vencer o Flamengo em 2017. Quem sabe, no próximo ano…

 

Jogos de volta das quartas de final da Copa Sul-Americana 2017

Quarta-feira, 01 de novembro

  • 21h15: Racing 0 x 0 Libertad.
  • 21h45: Flamengo 3 x 3 Fluminense.

Quinta-feira, 02 de novembro:

  • 20h15: Independiente x Nacional-PAR – palpite: Independiente.
  • 22h45: Atlético Júnior x Sport – palpite: Atlético Júnior.

 

Deu pro gasto

E como era de se esperar, o Grêmio jogou o suficiente para não perder a vaga na grande final da Copa Libertadores e mais nada. Luan – que finalmente renovou o contrato – e Cícero, tiveram a missão de se revezarem no comando de ataque tricolor na vaga de Lucas Barrios, que foi vetado pelo departamento médico do clube momentos antes do início do jogo. E conseguiram criar algumas boas situações de perigo contra o gol do Barcelona de Guayaquil.

Mas a vantagem de 3 a 0 construída no jogo de ida dava ao Grêmio uma tranquilidade e um controle total do jogo. Isso diminuiu a atenção do time e, se aproveitando disso, Jonatan Álvez marcou para os equatorianos ainda no primeiro tempo – e conseguiu ser expulso por reclamação ao término do jogo.

O Grêmio respondeu com Cícero e Luan que assustaram o goleiro Banguera em mais duas ocasiões.

Voltando mais seguro no segundo tempo, o tricolor viu Marcelo Grohe fazer outra importante defesa aos 10 minutos e só. O Grêmio tomou conta da partida que, embora não fosse chata, era, de certo modo previsível.

Vaga garantida – e merecida. Até aqui, Renato Gaúcho segue realmente sabendo “o que faz” – como disse após o 2 a 2 contra o Avaí no último domingo.

O Grêmio, pela 5ª vez em sua história, é finalista da Libertadores. E que venha o surpreendente Lanús.

 

Resultados dos jogos de volta das semifinais da Taça Libertadores da América de 2017

Terça-feira, 31 de outubro

  • 20h15: Lanús 4 x 2 River Plate.

Quarta-feira, 01 de novembro

  • 21h45: Grêmio 0 x 1 Barcelona.

 

Porradabol

E o azar do Fluminense aliado à falta de vontade do Grêmio fizeram com que Miguel Gonzalez ganhasse terreno e agora estamos empatados no Porradabol (nosso duelo pessoal na redação deste Ganhador). Me sinto o Corinthians neste momento e ainda terei que aguentar uma semana de “Meeeeeennnnnngôôôôôôôôôôôô!”. Tudo bem. Tenho bons fones de ouvido.

Comentários

2 Comentários

2 Comentários

  1. Douglas

    2 de novembro de 2017, às 10:52

    Flavio, cuidado ao narrar os fatos. O gol do Arão foi após falta e cobrança de Para. Não foi escanteio de Diego.

    • Flavio Soares

      2 de novembro de 2017, às 15:44

      Tem razão Douglas. Misturei as anotações na hora de redigir o texto. Corrigido. Obrigado pela ajuda.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar