NBA

Fato: LeBron James vai superar Michael Jordan. Mas será já nesta noite de Boston x Cleveland?

Foto: Gregory Shamus/Getty Images

Jogo 5 da final do Leste vira chance de acompanhar uma gigante história ser escrita

Esta quinta-feira (25) tem tudo para ser eterna para a NBA. Além do Jogo 5 entre Cleveland Cavaliers e Boston Celtics, às 21h30 (de Brasília), em Boston, e da possibilidade de o Cleveland fechar a série em 4-1 e passar para a grande final, há ainda a inigualável chance de ver a história ser desenhada diante dos nossos olhos.

O responsável por isso? Um tal LeBron James.

Até esta quinta, ele soma simplesmente 5.960 pontos em playoffs. Com mais 28, passa a ser o maior cestinha desta altura do campeonato e deixa para trás ninguém menos que a lenda Michael Jordan, que anotou 5.987 em playoffs e pode estar vivendo suas últimas horas como recordista.

   

KING JAMES X AIR JORDAN: ESCOLHA O SEU

Os números concretos não dão a dimensão verdadeira da grandeza nem de LeBron nem de Jordan – então vamos contextualizar um pouco as marcas desses dois gigantes.

Jordan disputou 15 temporadas entre 1984 e 2003, com duas pausas no meio do caminho. Já LeBron James, de 34 anos, está em sua 14ª participação na liga. A comparação em quantidade de playoffs disputados também é favorável a LeBron: enquanto ele atinge esta marca de pontos em 12 séries, Jordan precisou de 13 para acumular sua soma.

Mas há um item em que Jordan é inquestionavelmente superior: ele registrou sua quantia de pontos em 179 partidas válidas pelo pós-temporada; LeBron fará seu jogo de número 212 em playoffs exatamente nesta noite.

Até por isso, as médias de Jordan são bem melhores – 33,4 pontos por jogo contra 28,2 de LeBron. E olhem que coincidência deliciosa: são exatamente esses 28 pontos de média que James vai precisar para deixar Jordan para trás nesta noite no TD Garden.

A ironia das ironias está nos percentuais de cada um nos playoffs.

Nas cestas de três, Jordan vence James por 33,2% a 32,7% (!). Nos arremessos de quadra, Michael supera LeBron por 48,7% a 48,2% (!!). Parece brincadeira.

O único quesito ofensivo em que “Air” Jordan leva plena vantagem média é no lance livre: 82,8% a 74,4% de LeBron.

Nos outros itens, difícil estabelecer comparação. Há uma unanimidade, nos Estados Unidos e no Brasil, em reconhecer que LeBron é mais forte que Jordan no físico, nos rebotes e nas assistências.

A atualidade magnífica de LeBron fez o “The New York Times”, o maior jornal do mundo, cravar em suas análises nesta semana que LeBron está no nível de Michael Jordan sim.

“Os defensores da era Jordan continuam a inventar formas de desmerecer o tamanho de James – a uma vitória de uma sétima aparição consecutiva na final e sua oitava em 14 anos de NBA. Chega!”, dizia o texto, relembrando que Jordan enfrentou equipes bem inferiores ao seu Chicago Bulls em muitos dos títulos conquistados – algo que James repete com louvor nesta campanha dos Cavs.

   

SABER DAR A VOLTA POR CIMA

A reverência a LeBron é fruto de uma gigante mudança em sua carreira. Todos os que o viram fracassar nas finais de 2011 contra os Mavericks decretaram que seria uma enorme ilusão compará-lo a Jordan, mas agora não há sequer comparação – são os números que indicam o que cada um deixa de legado para os fãs. Até pela sua vigência, é bem provável que a dimensão de LeBron depois da aposentadoria seja ainda maior que a de Michael Jordan. Incrível.

James tem mais seis temporadas pela frente. E sua importância é bem notada também quando ele sai dos seus times. Basta ver o que ocorre com os Cavs hoje quando ele não está em quadra.

LeBron deixou o Heat – e o time despencou. Quando Jordan saiu dos Bulls para jogar beisebol em 1993, o Chicago praticamente manteve o nível – as vitórias na temporada desceram só de 57 para 55.

Ativo e contando, James soma 3 títulos, 3 MVPs das finais e 4 MVPs. Jordan parou de jogar com 6, 6 e 5 nesses itens.

Temos hoje uma grande noite para ser vivida.

 

Os dez maiores cestinhas nos playoffs da NBA:

  1. Michael Jordan, 5.987 pontos
  2. LeBron James, 5.960
  3. Kareem Abdul-Jabbar, 5.762
  4. Kobe Bryant, 5.640
  5. Shaquille O’Neal, 5.250
  6. Tim Duncan, 5.172
  7. Karl Malone, 4.761
  8. Julius Erving, 4.580
  9. Jerry West, 4.457
  10. Tony Parker, 4.012
    Fonte: Site Basketball Reference

 

COMO ESTÁ A DECISÃO DA CONFERÊNCIA LESTE DA NBA:

Cleveland Cavaliers 3-1 Boston Celtics

  • 17/5 – Jogo 1 – Boston Celtics 104×117 Cleveland Cavaliers
  • 19/5 – Jogo 2 – Boston Celtics 86×130 Cleveland Cavaliers
  • 21/5 – Jogo 3 – Cleveland Cavaliers 108×111 Boston Celtics
  • 23/5 – TERÇA – Jogo 4 –  Cleveland Cavaliers 112×99 Boston Celtics
  • 25/5 – HOJE – 21h30 – Jogo 5 – Boston Celtics x Cleveland Cavaliers
  • 27/5 – SÁBADO – 21h30 – Jogo 6* – Cleveland Cavaliers x Boston Celtics
  • 29/5 – SEGUNDA – 21h30 – Jogo 7* –  Boston Celtics x Cleveland Cavaliers
    * Se necessários

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.