Ganhador.com

Brasileirão Série A

Em meio a desfalques e chegada de Lucas Lima, Palmeiras quer confirmar vice-liderança do Brasileirão diante do Atlético Paranaense

Palmeiras
Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Verdão depende de uma vitória para assegurar o “bolso cheio” com a premiação do Nacional; com relação abalada com seus torcedores, Furacão quer se despedir vencendo na Arena da Baixada

Atlético Paranaense e Palmeiras entram em campo neste domingo (3), às 17h, na Arena da Baixada, buscando dar uma última resposta às exigentes torcidas. Após um ano decepcionante, as duas equipes sabem que ficaram devendo e almejam uma vitória na 38ª e última rodada do Brasileirão para não deixarem uma impressão totalmente negativa. Garantido na próxima Copa Libertadores, o Verdão luta pela vice-liderança da competição, que pode ser um bom incentivo aos cofres do clube. Já o Furacão, classificado antecipadamente para a Copa Sul-Americana, quer dar alegria aos rubro-negros no jogo final da temporada. Confira a análise da partida!

 

Caldeirão “morno”

Muito da fraca campanha do Atlético Paranaense no Brasileiro deve-se ao desempenho dentro de casa, na Arena da Baixada. Considerado um dos mandantes mais temidos de todo o Brasil, em razão da enorme pressão que a torcida exerce sobre os adversários em Curitiba, o Furacão teve um ano bastante aquém quando atuou em seus domínios.

De melhor campanha atuando no Paraná no Nacional do ano passado, com 86% de aproveitamento, superando inclusive o campeão Palmeiras, dono de 77% na estatística, o time rubro-negro tem apenas a 14ª campanha do Brasileiro de 2017. São apenas sete vitórias em 18 jogos atuando em seu caldeirão, o que dá um aproveitamento abaixo de 50%. Em termos de comparação, o hepta Corinthians conta com 71% de aproveitamento.

 

Diretoria x torcida

Um dos principais motivos para a oscilação do Atlético Paranaense dentro casa tem sido a relação conturbada entre diretoria e torcida. Durante todo o ano de 2017 parte da massa rubro-negra viveu em “pé de guerra” com os dirigentes do clube, principalmente depois de diversas mudanças, como o aumento no plano mensal do sócio torcedor e valor dos ingressos, implementação de biometria no estádio, entre outros. Assim, o que vimos durante inúmeras partidas foram os torcedores protestando do lado de fora da Arena da Baixada, com o jogo já em andamento. E quem perdeu com isso? É claro, o próprio clube, que ficou longe de alcançar uma vaga para a Copa Libertadores.

 

Adeus?

O jogo deste domingo pode marcar o adeus de duas peças importantes do Furacão. A primeira delas é Paulo Autuori. Depois de ida e vindas como treinador até assumir o cargo de gestor técnico, ele deve fazer parte da limpeza para o próximo ano. Quem também deve sair é Weverton. Com contrato até maio de 2017, o goleiro campeão com a Seleção Olímpica interessa justamente ao Palmeiras, adversário de logo mais. Com Fernando Prass tendo mais uma temporada pela frente, o arqueiro do Furacão pode ser um importante reforço para os anos seguintes a “Era Prass”.

 

Vestibular

Enquanto o Atlético Paranaense e outros times já estão pensando nas férias, no Palmeiras a história não é bem assim. Assegurar a vice-liderança significa muita coisa ao clube, que decepcionou seu torcedor depois de um ano bastante “prometedor”. O jogo em Curitiba é uma prova final para muitos jogadores que passaram a temporada sob os olhares desconfiados da massa alviverde. Ainda mais com a chegada do técnico Roger Machado, que começará a escolher suas peças. Ou seja, é hora de deixar uma ótima impressão ao novo treinador e quem sabe carimbar uma vaga no time de 2018.

Com 63 pontos e atualmente em segundo lugar, o Verdão depende de uma vitória para cravar a vice-liderança e o prêmio de 11 milhões dado ao segundo colocado. Para alcançar o triunfo, o técnico interino terá que se virar com diversos desfalques: Felipe Melo e Edu Dracena, suspensos; Borja, que sofreu um processo cirúrgico; e talvez Moisés e Mayke, que têm sido poupados dos treinamentos. Assim, é possível que nomes como Luan ou Juninho, no setor defensivo, e Thiago Santos, como primeiro volante, ganhem chances na formação titular.

 

Entra e sai

Como tem sido costumeiro a cada final de ano, o Palmeiras já está movimentando o mercado de transferências. A aposta da vez é no meio de campo Lucas Lima, que assinará contrato de cinco anos. Depois de quatro temporada no Santos, fazendo inclusive uma série de jogos decisivos contra o alviverde e, é claro, cercados de polêmicas, o camisa 10 chega ao Verdão para ser o principal armador. Enquanto o ex-santista está a caminho da Academia, Arouca se despede. Depois de um ano marcado por uma grave contusão no tornozelo, o volante deve ser emprestado ao Atlético Mineiro.

 

Jogos da 38ª rodada do Brasileirão 2017

Domingo, 3 de dezembro

  • 17:00 – Botafogo x Cruzeiro – Palpite: empate
  • 17:00 – Vasco x Ponte Preta – Palpite: Vasco
  • 17:00 – Santos x Avaí – Palpite: Santos
  • 17:00 – São Paulo x Bahia – Palpite: São Paulo
  • 17:00 – Sport x Corinthians – Palpite: empate
  • 17:00 – Atlético Paranaense x Palmeiras – Palpite: empate
  • 17:00 – Atlético Mineiro x Grêmio – Palpite: Atlético Mineiro
  • 17:00 – Vitória x Flamengo – Palpite: Vitória
  • 17:00 – Atlético Goianiense x Fluminense – Palpite: Fluminense
  • 17:00 – Chapecoense x Coritiba – Palpite: Chapecoense

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar