Tênis

Em jogo épico, Federer bate Nadal na final do Australian Open e acaba com jejum de 5 anos sem Grand Slams

Foto: Cameron Spencer/Getty Images

Os fãs de tênis madrugaram no último domingo para conferir a “final dos sonhos” do Australian Open entre duas das maiores lendas da história do esporte. O jogo entre Roger Federer e Rafael Nadal precisaria ser mostrado em câmera lenta para durar mais – uma das maiores rivalidades da história!  A expectativa no 35º encontro entre os tenistas de um embate histórico se confirmou nas quadras de Melbourne Park – um embate de quase quatro horas vencido pelo gênio suíço! Federer foi monstruoso e venceu por 3 a 2 na Austrália – aumentando a vantagem como maior ganhador de Grand Slams de todos os tempos com 18.

Roger Federer levantou o troféu, mas quem ganhou mesmo foram os apaixonados por esporte em poder presenciar esse momento único. O suíço voltou com tudo após ficar seis meses parado por lesão – muitos no mundo do tênis o davam como aposentado. Jogo a jogo ele foi calando os críticos e acabou com um jejum de cinco anos sem um título de Grand Slam. Senhores, o Leão da Montanha voltou!

Dado como azarão, Federer venceu e fez a alegria de muita gente! Quem investiu no triunfo do suíço faturou R$2,30 a cada real. Espetacular! Veja como foi esse duelo épico nas quadras australianas:

 

1º set

Jogo começou com muita intensidade: os dois tenistas sacavam muito bem e não davam chance para o adversário de crescer na partida. O Touro Miúra tentava explorar a direita do suíço sempre que podia, mas Federer respondia com winners sensacionais – foram oito apenas nos primeiros sete games.

Nadal parecia estar sentindo a pressão. Mr. Tênis foi bem agressivo e conseguiu a primeira quebra de serviço no sétimo game – abrindo 4 a 3. Roger foi dominante tanto no fundo da quadra como nas subidas a rede. O suíço não deu chance ao espanhol e venceu o primeiro set com muita tranquilidade: 6-4 em Melbourne Park.

 

2º set

Nadal sabia que se não encontrasse seu melhor jogo seria presa fácil para o suíço. O Touro Miúra foi mais agressivo e encurtou a distância dos golpes. Federer abriu o segundo game com uma rara dupla falta, sofreu um break point levando a passada e acabou pagando o preço: o espanhol quebrou o serviço e abriu 2 a 0.

Mr. Tênis até teve dois breaking points para devolver a quebra, mas o espanhol salvou ambos e abriu 3 a 0. Federer sentiu o golpe: o suíço começou muito mal o quarto game com um 0-40. Ele salvou os primeiros dois, mas cedeu a quebra no terceiro. Nadal nadando de braçada!

Quando parecia morto no set, perdendo por 4 a 0, Federer soltou o braço sem responsabilidade e foi buscar uma quebra após um winner espetacular de direita! O Leão da Montanha até chegou a diminuir a vantagem para 3-5, mas a distância era gigantesca. Sofrendo um pouco, Nadal confirmou o serviço e fechou o segundo set na Austrália. Tudo igual!

 

3º set

O primeiro game foi algo que fez os fãs de tênis chorarem de felicidade: dez minutos de puro talento! Após 40-0, Federer permitiu o 40-40, se salvou de três breaking points com três aces e confirmou o serviço. Absurdo! O suíço se recuperou da clara caída de rendimento e abriu 3 a 0 sem muito susto.

O Touro Miúra sabia que essa era a hora da reação. Nadal esteve em maus lençóis no quarto game com dois breaking points, mas se salvou apoiado em saques fortíssimos. O espanhol subiu na rede e venceu seu primeiro game com um winner: 3 a 1 Federer.

O suíço estava demais! Confirmou com extrema tranquilidade o seu serviço e voltou a quebrar o saque de Nadal com duas esquerdas geniais e abriu 5 a 1. Nadal foi guerreiro e foi buscar dois breaking points, mas Federer matou o game e o set com um lindo voleio. 2 a 1 para o Leão da Montanha!

 

4º Set

Os dois tenistas confirmaram seus respectivos serviços até o quarto game do set. Rafael Nadal mostrou mais força nas devoluções e rapidamente abriu três breaking points. O suíço salvou um, mas mandou o segundo na rede. Quebra de saque e 3 a 1 para o espanhol. Mais um apagão de Federer?

Nadal estava arrebentando! Ele confirmou seu serviço em um ponto épico: foi buscar uma bola na quina da quadra, aparentemente impossível, e acertou um winner na cruzada. Que aula de tênis! O suíço até diminuiu a vantagem para 3-5, mas o Touro sacou muito forte e matou o quarto set em 6-3. Um jogo para a história do tênis merecia um quinto set!

 

5º set

O espanhol aproveitou o bom momento do set anterior e já quebrou o serviço de Federer logo no primeiro game. O suíço abusava de erros não forçados na sua direita. O Leão da Montanha teve três breaking points para devolver a quebra logo em seguida, mas Nadal conseguiu abrir um importante 2-0. Após confirmar seu serviço, o suíço mais uma vez pressionou e conseguiu breaking points, mas outra vez falhou na hora de matar o ponto e confirmar a quebra: 3 a 1 Nadal.

Quando tudo parecia perdido, o Leão da Montanha tirou forças de onde não tinha para uma reação histórica! Após confirmar o serviço com muito saque-voleio, o suíço voltou a pressionar demais a esquerda de Nadal e a recompensa veio: Federer devolveu a quebra e deixou tudo igual em Melbourne! Ferido, o Touro sentiu o golpe. O suíço com muita tranquilidade abriu 4 a 3 no último set.

Os amantes do esporte foram ao delírio com o game seguinte – simplesmente uma aula de tênis de duas lendas. O espanhol mais uma vez lutou demais para confirmar o serviço, mas Federer ganhou muita moral após ganhar um rally de 26 trocas de bola e voltou a quebrar o serviço de Nadal. O Leão a um passo do título! O espanhol lutou até o fim e teve três breaking points, mas Federer foi monstruoso para confirmar o serviço e faturar um caneco de Grand Slam após cinco anos!

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar