Ganhador.com

NBB

É campeão! Bauru fatura o Brasileiro Masculino de basquete!

Foto: Gaspar Nobrega / Inovafoto

Foram necessárias cinco partidas para conhecermos o campeão do NBB.

A série final foi emocionante! Depois de perder as duas primeiras partidas para o Paulistano, o time bauruense conseguiu a virada e fechou a melhor de cinco em 3 a 2. No sábado, o título veio com um cômodo 92 a 73, dentro do Gigantão de Araraquara.

 

Segundo título do Bauru

Depois de empatar o playoff final por 2 a 2, o Bauru dominou o jogo cinco do início ao final. A vantagem de 19 pontos ao término dos 40 minutos, foi a maior entre os cinco enfrentamentos. Aliás, os campeões aplicaram as maiores encestadas deste cruzamento: vitórias por 11, 17 e 19 pontos respectivamente nos embates três, quatro e cinco. O Paulistano quando ganhou foi muito mais suado: quatro pontos duas vezes nas pelejas um e dois.

A primeira cesta deste último capítulo foi convertida logo no primeiro arremesso de três. Jefferson incendiou a cidade de Araraquara (palco da finalíssima) ao fazer 3 a 0 para o Bauru. Os paulistanos empatariam também de longe, com Hure. O equilíbrio foi a tona do primeiro quarto, que terminou em 19 a 16 para o Dragão.

No segundo período, o duelo continuou equilibrado. Os rebotes ofensivos eram todos pegos pelos atletas do Paulistano. Valtinho e Gui entraram bem no Bauru e atacavam pelos flancos, enquanto que Shilton dominava o meio. No entanto, Eddy deixou o placar igualado a dois minutos do estouro do cronômetro. Após um pedido de tempo, Jefferson acertou de três e, simultaneamente, o árbitro apontou falta em baixo, em Shilton. Esta marcação desequilibrou o confronto, que ficou em 44 a 37 ao final do primeiro tempo.

O terceiro quarto começou nervoso, pois as duas agremiações sabiam que este momento havia sido fatal em três dos quatro desafios anteriores. Renato marcou duas cestas seguidas para os alvirrubros, descontando a diferença para três pontos apenas. A resposta veio com o veterano craque Alex, que acertou uma cesta do meio da rua para incendiar a torcida. Se a batalha já estava mais para o Bauru, o que se viu a partir daí foi uma total superioridade da equipe interiorana sobre a jovem representação da capital. A terceira parte fechou em 67 a 53.

No quarto e último quarto, o Paulistano começou a correr. A pressa aumentou o número de seus erros. O Bauru tirou proveito da situação e sem ser incomodado manteve e até ampliou a diferença no placar, que chegou a ser de 21 mas encerrou em 19 pontos. A festa tomou conta das arquibancadas, da quadra e da cidade de Bauru, localizada a 128km dali.

O Bauru havia conquistado o antigo Campeonato Nacional, organizado pela CBB, em 2002. Este é seu primeiro título do Novo Basquete Brasil. Ao longo da temporada o plantel alviverde se mostrou muito forte e terminou em segundo lugar no Estadual Paulista.

 

Os personagens

Alex foi eleito o MVP das finais. A cidade de Bauru finalmente soltou o grito de campeã, após perder duas finais para o Flamengo. Stefano, Michael, Jaú, Gegê, Valtinho, Shilton, Gui Deodato, Léo Meindl e Jefferson foram os outros destaques sob o comando do técnico Demétrius.

O treinador Gustavo Conti foi bem longe com suas jovens revelações, como Yago, Arthur Pecos, De Paula, Mogi, Luis Fernando, Danilo, Lucas Victor André e Pedrão, todos com até 22 anos. Eddy foi o principal nome entre os “velhinhos” dos alvirrubros.

 

A campanha

Na temporada regular, o Bauru terminou em quinto lugar, com um aproveitamento de 64,3% Em 28 compromissos, foram 18 triunfos e 10 revezes. Em casa, no ginásio Panela de Pressão, o Dragão venceu 10 dos 14 encontros, contra 8 fora de seus domínios.

Nos playoffs, o campeão varreu o Macaé por 3 jogos a 0, passou pela UNICEUB por 3 a 1; perdia para a o Pinheiros a semifinal por 2 a 0 mas conseguiu fechá-la em 3 a 2; e cruzou com o Paulistano na decisão.

 

Competições Internacionais

Se a Confederação Brasileira de Basketball for reintegrada ao quadro de afiliadas da FIBA, os clubes brasileiros poderão disputar as competições internacionais. Neste caso, os finalistas do NBB, Bauru e Paulistano, teriam vagas asseguradas na Liga das Américas de 2018. Já os semifinalistas do Brasileirão, Pinheiros e Vitória, participariam da Liga Sul-Americana de 2017, junto com o Mogi, atual campeão do torneio.

 

Vaga no NBB de 2017/18

Botafogo e Joinville jogarão a final da Liga Ouro, que dará ao campeão a promoção à primeira divisão de 2017/18. Vocês devem lembrar que O Caxias Basquete terminou em último lugar e foi rebaixado para a segundona de 2018.

 

Finais:

  • Jogo 1: 27 de maio: Paulistano 82-78 Bauru
  • Jogo 2: 02 de junho: Bauru 74-78 Paulistano
  • Jogo 3: 04 de junho: Bauru 90-79 Paulistano
  • Jogo 4: 10 de junho: Paulistano 64-81 Bauru
  • Jogo 5: 17 de junho: Bauru 92×73 Paulistano

 

Os Campeões:

Taça Brasil dos Clubes Campeões:

  • 1965 – Corinthians-SP
  • 1966 – Corinthians-SP
  • 1967 – Botafogo
  • 1968 – Sírio
  • 1969 – Corinthians-SP
  • 1970 – Sírio
  • 1971 – Clube dos Bragas *
  • 1972 – Sírio
  • 1973 – Vila Nova-GO
  • 1974 – Emanuel Franca *
  • 1975 – Amazonas Franca *
  • 1977 – Palmeiras
  • 1978 – Sírio
  • 1979 – Sírio
  • 1980 – Francana *
  • 1981 – São José TC
  • 1982 – Monte Líbano-SP
  • 1983 – Sírio
  • 1984 – Monte Líbano-SP
  • 1985 – Monte Líbano-SP
  • 1986 – Monte Líbano-SP
  • 1987 – Monte Líbano-SP
  • 1988/89 – Sírio

Campeonato Nacional:

  • 1990 – Franca BC *
  • 1990 – Franca BC *
  • 1991 – Franca BC *
  • 1992 – Rio Claro
  • 1993 – Franca BC *
  • 1994 – Corinthians-RS
  • 1995 – Rio Claro
  • 1996 – Corinthians-SP
  • 1997 – Franca BC *
  • 1998 – Franca BC *
  • 1999 – Franca BC *
  • 2000 – Vasco da Gama
  • 2001 – Vasco da Gama
  • 2002 – Bauru
  • 2003 – Ribeirão Preto
  • 2004 – Uberlândia TC
  • 2005 – Telemar
  • 2006 – ————
  • 2007 – Universo-DF
  • 2008 – Flamengo

Novo Basquete Brasil:

  • 2009 – Flamengo
  • 2009/10 – Universo-DF
  • 2010/11 – Universo-DF
  • 2011/12 – UNICEUB
  • 2012/13 – Flamengo
  • 2013/14 – Flamengo
  • 2014/15 – Flamengo
  • 2015/16 – Flamengo
  • 2016/17 – Bauru

Obs.: O atual Franca Basquetebol Clube é a fusão dos departamentos de Basquetebol de Amazonas Franca, Clube dos Bragas, Emanuel Franca e AA Francana.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar