Ganhador.com

Fórmula 1

Depois de dois fiascos, será que Hamilton se recupera na Fórmula 1?

Foto: Lars Baron/Getty Images

Britânico fez péssimas corridas no Azerbaijão e na Áustria e viu Vettel abrir

Sem tempo para descanso, os carros da Fórmula 1 desembarcam no Reino Unido para a 10ª etapa da temporada. O Grande Prêmio traz ainda mais expectativa, pois Lewis Hamilton decepcionou nas últimas provas e nem pódio conseguiu pegar. Para não deixar Sebastian Vettel escapar, vai precisar se recuperar neste domingo.

   

Hamilton e Vettel menos dominantes

Quando o campeonato começou, esperava-se que Hamilton e Vettel fariam uma disputa particular. Afinal, das sete primeiras etapas, em seis quando um não ganhava, o outro levava. Porém, o desempenho nas últimas duas corridas deixou tudo em aberto, com Valtteri Bottas e Daniel Ricciardo vencendo e ambos inclusive terminando fora do pódio. O alemão até retornou aos três melhores na Áustria, mas ainda assim não foi tão bem.

Para este final de semana, a expectativa é que os dois retornem ao pódio juntos, o que não ocorre desde a Espanha, na 5ª etapa. A dúvida agora é saber se Hamilton se recupera. O piloto da Mercedes tem excelente histórico no local, tendo ganhado as três últimas provas, mas tem deixado a desejar. Ainda assim, quem é Rei em Silverstone não costuma perder a majestade e meu palpite é que o britânico se recupera neste domingo e volta a vencer.

   

Bottas é o principal oponente

Parece que o período de adaptação de Valtteri Bottas em um carro competitivo realmente chegou ao final. Isso porque as últimas três corridas foram consideravelmente melhores às do começo do ano.

Se antes passava longe da briga na frente, agora compete quase que de igual para igual com os favoritos. É bem verdade que o finlandês já havia vencido na Rússia, na 4ª etapa, mas foram as últimas três provas que demonstraram sua qualidade. No período, ficou em segundo no Canadá e Azerbaijão, e venceu na Áustria. Com isso está na briga, mas meu palpite é que luta por um lugar no pódio.

Algo bem diferente de Kimi Raikkonen, que apesar de ser companheiro de Vettel está bem atrás e deve se contentar com um lugar na zona de pontuação.

   

Verstappen em baixa e regularidade de Ricciardo

Tratado como prodígio, apesar de muitas falhas e trapalhadas, a Fórmula 1 esperava mais de Max Verstappen nesta temporada. O piloto da RBR tem sofrido com os abandonos – foram três seguidos. Porém, até mesmo quando completou, acabou decepcionando. Das cinco etapas nas quais completou a prova, apenas em uma conseguiu o pódio. Desta forma, se pontuar já vai ser lucro.

Se o holandês não vem bem, o mesmo não se pode dizer de seu companheiro. Daniel Ricciardo vem de uma regularidade impressionante, tendo alcançado o pódio em todas as últimas cinco corridas. No campeonato, apenas Vettel conseguiu ser mais estável, conquistando o feito seis vezes – e isso no começo do ano.

   

Briga por pontuação

Se os pilotos de Mercedes, Ferrari e RBR brigam pelo pódio, a disputa fica apenas pelos pontos para os demais. Com ótimos aproveitamentos, Sergio Perez e Esteban Ocon terminaram no top 10 em sete e oito vezes, respectivamente. Outros nomes que conseguem o feito regularmente são Carlos Sainz Jr e Nico Hulkenberg, mas não são garantidos.

   

Felipe Massa se recupera

Depois de duas corridas sem pontuar, o brasileiro Felipe Massa enfim voltou a ficar entre os 10 primeiros. O desempenho faz com que até dê expectativa de ficar na zona de pontuação mais uma vez, porém não tem condições de chegar a um resultado melhor que esse.

   

Hamilton dominante

Ninguém da Fórmula 1 tradicional conhece tão bem o circuito de Silverstone como Lewis Hamilton. O britânico tem quatro vitórias no local (2008, 2014, 2015 e 2016). Ele só perde para Alain Prost e Jim Clark, que subiram no lugar mais alto do pódio cinco vezes.

Dos que estarão presentes, apenas Fernando Alonso (2006 e 2011), Kimi Raikkonen (2007) e Sebastian Vettel (2009) já venceram no Reino Unido.

Entre as equipes, a grande disputa é entre Ferrari e McLaren, que ganharam 16 e 14 vezes, respectivamente. No entanto, apenas a primeira tem condições de faturar nesta edição.

   

Classificação

Após o último GP, Sebastian Vettel conseguiu abrir ainda mais vantagem na ponta, com 171 pontos. Bem mais atrás, Lewis Hamilton é o 2º, com 151. O britânico começa a ser um pouco ameaçado por seu companheiro, Valtteri Bottas, que tem 136. Em seguida, Daniel Ricciardo aparece em 4º, com 107. O brasileiro Felipe Massa é apenas em 10º, com 22.

   

Programação

  • Sexta-feira (14/07) – 05:00 – Treino Livre 1
  • Sexta-feira (14/07) – 09:00 – Treino Livre 2
  • Sábado (15/07) – 06:00 – Treino Livre 3
  • Sábado (15/07) – 09:00 – Treino de Classificação
  • Domingo (16/07) – 09:00 – Corrida

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar