Humor

Cuca segue buscando formas de controlar os ânimos no Palmeiras

Com um elenco recheado de craques e estrelas, o técnico Cuca tem colhido bons resultados neste seu retorno ao Palmeiras (eu sei que ele perdeu na segunda rodada do Campeonato Brasileiro, mas ali foi culpa da calça vinho e do senhor Lim). Por outro lado, tem sido difícil controlar os machos-alfa do elenco palestrino – o meia Felipe Melo e o preparador físico Omar Feitosa –, que nesta semana bateram boca por causa do resultado do “rachão” no final do treino e seguiram dando piti, diante dos repórteres que cobriam a atividade,  à caminho do vestiário trazendo a tona outros episódios da convivência íntima do grupo envolvendo partidas de War, palitinho, RPG e toalha molhada em cima da cama. Não vai ser fácil ser Campeão Brasileiro assim…

Curiosamente, esta não foi a primeira vez que Cuca teve problemas no elenco envolvendo Omar Feitosa: o preparador foi o pivô da saída de Cuca do São Paulo, há quase 13 anos, depois de uma série de atritos com o então goleiro Rogério Ceni.

Atritos à parte, podemos comemorar: esta é a terceira vez que Felipe Melo é o destaque – direto ou indireto – no nosso espaço (confira aqui e aqui) e com isso, o ídolo palmeirense já pode pedir música (não que nós tenhamos a intenção de tocar, mas que ele pode pedir, pode).

Comentários

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: O Futebolista: O “casamento” chegou ao fim | Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar