Ganhador.com

Paulista A1

Corinthians e Palmeiras, maior rivalidade de SP, completa 100 anos; clássico é destaque da 5ª rodada do Paulistão

Foto: Friedemann Vogel/Getty Images

Alviverdes sofrem com contusões no início da temporada, mas mostram-se em evolução, enquanto o Timão continua a vencer sem convencer; São Paulo e Santos vão a campo hoje à noite

Será que o Palmeiras existiria sem o Corinthians? O Timão seria tão grande sem o seu arquirrival? No íntimo de qualquer torcedor de ambos os clubes, vencer o rival em uma final de campeonato, com arquibancadas lotadas, é o roteiro perfeito de uma conquista. E não precisa ser uma competição da magnitude de uma Copa Libertadores da América, não. A sede de um derrotar o outro é a mesma, seja no Paulistão, Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil, no desfile das escolas de samba de São Paulo, na Lua, em Marte…

Em 2017, o clássico de maior rivalidade do futebol paulista passa a ser centenário. Ao longo de 100 anos de disputas acirradíssimas, corintianos e palmeirenses escreveram um dos mais belos capítulos do esporte bretão, mexeram com o imaginário de muitas pessoas, responsáveis pela criação de inúmeros bordões na imprensa esportiva; além de terem revelado muitos heróis, vários deles meteóricos, mas também violões, sendo que alguns não conseguiram se recuperar e saíram de cena, por não aguentarem o peso da responsabilidade por uma derrota.

Nesta quarta-feira (22), às 21h45 (horário de Brasília), no Itaquerão, os dois clubes irão se encontrar em um jogo que foi batizado de “Derby Centenário”. E ambos os departamentos de marketing não economizaram nem um pouco nas reverências, já que o encontro está sendo chamado de o “maior clássico do mundo”. Exageros à parte, a celebração é válida, quando a expectativa de todos é que tudo possa transcorrer bem e sem incidentes violentos, que, infelizmente, são a única mancha na história do clássico.

Para os curiosos, a primeira partida entre Corinthians e Palmeiras aconteceu no dia 06 de maio de 1917, quando o Verdão aplicou uma goleada de 3 a 0, com todos os gols anotados por Caetano. Abaixo, os números do Derby Paulista:

  • Corinthians: 120 vitórias/467 gols
  • Palmeiras: 125 vitórias/508 gols
  • Empates: 107
  • Total de jogos: 352
  • Total de gols: 975

 

CONFRONTOS MARCANTES NA DÉCADA DE 1990

Estamos falando de 100 anos da maior rivalidade de São Paulo, mas um período em especial marcou a intensa relação entre os dois clubes: a década de 1990. Em 1993, o Verdão interrompeu um jejum de 17 anos sem títulos com a conquista do Paulistão sobre o Timão, com a inesquecível vitória por 4 a 0 no jogo decisivo. No mesmo ano, o Porco repetiu a dose na final do torneio Rio-São Paulo. Em 1994, mais uma vitória acachapante sobre os corintianos, agora, na decisão do Campeonato Brasileiro, quando Rivaldo, ex-jogador do clube de Parque São Jorge, brilhou com o manto alviverde.

Em 1995, finalmente, a revanche mosqueteira. Quem não se lembra do gol antológico de falta de Marcelinho Carioca? Corinthians, campeão paulista em cima do arquirrival. Em 1999, o Derby Paulista virou o clássico das Américas, quando a dupla perseguia o até então inédito título da Copa Libertadores. O embate aconteceu nas quartas de final, com duas partidas no Morumbi, quando cada um venceu um embate por 2 a 0. Como o placar agregada ficou em 2 a 2, o classificado sairia dos pênaltis. E foi assim que aconteceu a “beatificação” de São Marcos, graças à defesa da cobrança de Vampeta. Na final, o Palmeiras sagrou-se campeão contra o Deportivo Cali (COL). Ainda em 1999, o Corinthians teve o gostinho de, pelo menos, comemorar mais um troféu do Paulistão em cima do Palestra.

 

O DERBY CENTENÁRIO

Atual campeão brasileiro, o Palmeiras se reforçou ainda mais em 2017, com a contratação de vários jogadores, mas com o destaque para as aquisições de Guerra e Borja, campeões da Libertadores com o Atlético Nacional, no ano passado, e Felipe Melo, oriundo da Inter de Milão. Mas o técnico Eduardo Baptista já perdeu duas peças importantíssimas por contusões graves: os meios Tchê Tchê e Moisés. Com relação ao Corinthians, ainda não será desta vez que o meia Jádson irá reestrear.

Os dois times têm campanhas praticamente iguais, quando ambos somam nove pontos em seus respectivos grupos. Mas enquanto o Verdão dá indícios de progresso, como a goleada por 4 a 0 sobre o Linense, as três vitórias do Timão, no Campeonato Paulista, foram pelo placar mínimo, com boas doses de sufoco. Só que quando o assunto é clássico, é muita audácia alguém atribuir favoritismo, tanto para um lado como para o outro.

Odds: Corinthians (2.42), Palmeiras (3.19), empate (3.30).

 

Demais partidas da 5ª rodada do Campeonato Paulista:

  • 21/02 – 20h30: São Paulo (1.29), São Bento (10.01), empate (5.14)
  • 21/02 – 21h30: Ituano (4.59), Santos (1.75), empate (3.56)
  • 22/02 – 17h: RB Brasil (2.25), Novorizontino (3.67), empate (3.19)
  • 22/02 – 17h: São Bernardo (3.32), Mirassol (2.30), empate (3.40)
  • 22/02 – 19h30: Botafogo (2.46), Audax (3.13), empate (3.30)
  • 22/02 – 19h30: Ferroviária (2.42), Santo André (3.20), empate (3.30)
  • 22/02 – 19h30: Linense (3.22), Ponte Preta (2.31), empate (3.50)

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar