Ganhador.com

Copa Sul-Americana

Copa Sul-Americana de 2018 já começa com Brasil x Argentina em dose tripla

Foto: Ricardo Nogueira/Getty Images

Primeira fase vai de 13 de fevereiro a 10 de maio

Cinquenta e quatro clubes dos dez países afiliados à CONMEBOL disputam a Copa Sul-Americana, que é equivalente à Liga Europa, ou seja, a segunda divisão continental. O sexteto brasileiro é formado por Atlético-MG, Atlético-PR, Bahia, Botafogo, Fluminense e São Paulo. Confira abaixo as últimas notícias e prognósticos.

 

Regulamento

Quarenta e quatro equipes se enfrentam em mata-mata em 180 minutos na primeira fase. Os vinte e dois classificados serão acrescidos dos dez “melhores eliminados” da Taça Libertadores da América na segunda eliminatória. A partir daí continuamos com o sistema de ida e volta até conhecermos o grande vencedor da temporada.

O campeão da Copa Sul-Americana garante vaga na Taça Libertadores da América, na Recopa Sul-Americana e na Copa Banco Suruga de 2019.

 

Os brasileiros

A competição já começa quente! Dois choques entre brasileiros e argentinos, que envolvem ex-campeões da Copa Sul-Americana, eliminam precocemente dois concorrentes ao título. Estou me referindo a San Lorenzo (campeão de 2002) x Atlético-MG (vencedor de 1992 e de 1997) e a Rosario Central (primeiro colocado de 1995) e São Paulo (medalhista de ouro de 1994 e 2012). O Time do Papa foi o sétimo colocado da última Superliga Argentina, o Galo foi o nono do Brasileirão, os Canallas foram o 12º do “Argentinão” e o Tricolor o 13º da Série A.

O Atlético-PR, décimo-primeiro lugar da liga nacional, encara o Newell´s Old Boys, nono, do certame argentino. É mais um choque entre os representantes das duas nações Hermanas e rivais.

O Botafogo tenta resgatar a glória passada de 1993 estreando contra o Audax Italiano, que terminou em sétimo o último Torneo Transición chileno.

O Bahia desafia o Blooming, de Santa Cruz de la Sierra. Nas contendas nacionais, os alvianis terminaram em quarto e os da Boa Terra em décimo-segundo.

O Fluminense terá pela frente o Nacional e a altitude de Potosí, no altiplano boliviano. Os comandados de Abel Braga, que terminaram o Brasileirão em décimo-quarto tentam passar pelo oitavo da liga boliviana.

Atlético-MG, Bahia, Botafogo e São Paulo fazem a segunda peleja em seus domínios. Já Atlético-PR e Fluminense decidem suas sortes na estrada.

 

Outros choques interessantes

Dois confrontos sem brasileiros chamam a atenção nesta primeira eliminatória. Trata-se de dois quadros que fizeram bonito na última Libertadores. O Lanús, vice-campeão continental, pega o tradicional Sporting Cristal peruano. Os primeiros 90 minutos serão realizados na Grande Buenos Aires e os derradeiros em Lima.

Já o Barcelona terá o General Díaz paraguaio pela frente. O primeiro capítulo está agendado para Guayaquil e o segundo para Luque.

 

Confrontos da 1ª fase

  • Everton x Caracas
  • Estudiantes de Mérida x Deportes Temuco
  • Lanús x Sporting Cristal
  • Deportivo Cali x Danubio
  • San Lorenzo x Atlético-MG
  • LDU de Quito x Guabirá
  • Nacional-PAR x Mineros
  • Sport Rosario x Cerro
  • Sol de América x Independiente de Medellín
  • Barcelona x General Díaz
  • Sportivo Luqueño x Deportivo Cuenca
  • Universidad Técnica de Cajamarca x Rampla Jrs.
  • Defensa y Justicia x América-COL
  • Atlético-PR x Newell’s Old Boys
  • Unión Española x Sport Huancayo
  • Jaguares x Boston River
  • Rosario Central x São Paulo
  • Nacional-EQU x San José-BOL
  • Blooming x Bahia
  • Zamora x Colón
  • Audax Italiano x Botafogo
  • Fluminense x Nacional Potosí

 

Ranking de campeões

Incluímos nesta lista os campeões da extinta Copa CONMEBOL (1992-1999), pois se tratava do mesmo torneio que ganhou nova nomenclatura em 2002.

  • Atlético-MG, 2
  • Boca Jrs., 2
  • Independiente, 2
  • Lanús, 2
  • São Paulo, 2
  • Arsenal, 1
  • Botafogo, 1
  • Chapecoense, 1
  • Cienciano, 1
  • Independiente Santa Fé, 1
  • Internacional, 1
  • LDU de Quito, 1
  • Pachuca, 1
  • River Plate, 1
  • Rosario Central, 1
  • San Lorenzo, 1
  • Santos, 1
  • Talleres, 1
  • Universidad de Chile, 1

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar