Ganhador.com

Fórmula 1

Contagem regressiva para o título de Hamilton começa no Japão

Foto: Mark Thompson/Getty Images

Britânico precisa fazer apenas o básico nas próximas corridas para conquistar esta temporada

O próximo país a receber uma etapa da Fórmula 1 desta temporada é o Japão. A clássica etapa de Suzuka tinha tudo para ser quente, mas os péssimos desempenhos de Sebastian Vettel praticamente encaminharam o título de Lewis Hamilton, que aparece com 34 pontos na frente.

 

Lewis Hamilton só precisa levar o carro para casa

Faltam cinco corridas para terminar o campeonato, mas a contagem regressiva de Hamilton já começou. O britânico tem uma vantagem considerável em mãos e pode se dar ao luxo de terminar em terceiro três vezes que ainda assim permanecerá na frente de Vettel. Com isso, o piloto da Mercedes só precisa se preocupar em terminar a corrida, seja lá qual for a posição – até porque o alemão não tem ido bem.

 

Chora, Vettel! E olha o retrovisor!

Com quatro das últimas cinco corridas terminando bem atrás de Hamilton, Sebastian Vettel viu a taça escapar. Para ser campeão sem depender do desempenho do líder, teria que ganhar todas as próximas cinco etapas. É muito para quem precisou de 15 GPs para ganhar quatro. Além disso, o alemão parece ter sentido a pressão, cometendo erros bobos. Sendo assim, é bom se preocupar com Valtteri Bottas, porque por enquanto está arriscado perder até a segunda posição do campeonato.

 

Até que enfim, Verstappen!

Tratado como um jovem talento da Fórmula 1, Max Verstappen vinha decepcionando na temporada, mas enfim conseguiu mostrar tudo o que se esperava dele. O holandês teve um excelente desempenho e venceu o GP da Malásia. Resta ver o que ele será capaz de fazer no Japão, mas por enquanto, o piloto da RBR é daqueles que realiza um grande feito numa semana e uma bobagem enorme na outra.

Para esta corrida, os destaques devem ser mesmo Valtteri Bottas e Daniel Ricciardo, que estão sempre no bolo da frente, esperando apenas uma oportunidade para voltar a ganhar.

 

Turma da bagunça

Se na frente as coisas parecem definidas, a disputa para as últimas posições que pontuam é sempre bem interessante. Até o momento, Sergio Perez e Esteban Ocon seguem como figurinhas certas no top 10, mas Felipe Massa e Lance Stroll também vivem uma boa fase. Tanto o brasileiro quanto o canadense estão conseguindo superar com tranquilidade Carlos Sainz Jr e Nico Hulkenberg, que caíram de produção após um bom começo de temporada. Outro que vem evoluindo bem é o jovem Stoffel Vandoorne.

 

Histórico do GP do Japão

A grande maioria das corridas em terras nipônicas ocorreu em Suzuka, como acontecerá neste ano. As únicas exceções foram em 1976, 1977, 2007 e 2008, quando foram disputadas em Fuji. No geral, o grande recordista é o alemão Michael Schumacher, com seis vitórias. Logo atrás dele aparece Sebastian Vettel, com quatro, seguido de Lewis Hamilton, que tem três triunfos.

No entanto, o GP do Japão ficou muito mais conhecido pelas disputas entre Ayrton Senna e Alain Prost. Em 1989, o francês bateu no brasileiro, tirando os dois da pista, o que lhe deu o título sem precisar de muito esforço. Senna até conseguiu voltar, só que foi punido por não ter contornado a chicane corretamente e com isso, deu adeus à taça.

O troco veio logo no ano seguinte, quando desta vez o brasileiro liderava o campeonato. Senna então propositalmente jogou o carro para cima do francês, conquistando a edição de 1990.

 

Palpite

Assim como foi na última corrida, Lewis Hamilton deve ter um desempenho cauteloso, afinal, só precisa levar o seu carro para a linha de chegada nas próximas etapas para ser campeão. Com isso, o britânico fica em segundo plano, deixando o favoritismo para Valtteri Bottas e Daniel Ricciardo.

 

Programação do GP do Japão

Quinta-feira, 5 de outubro

  • 22:00 – Treino livre 1

Sexta-feira, 6 de outubro

  • 2:00 – Treino livre 2

Sábado, 30 de setembro

  • 0:00 – Treino livre 3
  • 3:00 – Treino de Classificação

Domingo, 1 de outubro

  • 2:00 – Corrida

 

Classificação da Fórmula 1 2017

  1. Lewis Hamilton, 281
  2. Sebastian Vettel, 247
  3. Valtteri Bottas, 222
  4. Daniel Ricciardo, 177
  5. Kimi Raikkonen, 138
  6. Max Verstappen, 93
  7. Sergio Perez, 76
  8. Esteban Ocon, 57
  9. Carlos Sainz Jr, 48
  10. Nico Hulkenberg, 34
  11. Felipe Massa, 33
  12. Lance Stroll, 32
  13. Romain Grosjean, 26
  14. Stoffel Vandoorne, 13
  15. Kevin Magnussen, 11
  16. Fernando Alonso, 10
  17. Jolyon Palmer, 8
  18. Pascal Wehrlein, 5
  19. Daniil Kvyat, 4
  20. Marcus Ericsson, 0
  21. Antonio Giovinazzi, 0
  22. Pierre Gasly, 0

 

Comentários

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Lewis Hamilton pode ser campeão da Fórmula 1 já nos Estados Unidos | Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar