UFC

Conor McGregor assina contrato para superluta com Floyd Mayweather no boxe

Fotos: AP Photo/Steve Marcus e Michael Reaves/Getty Images; Montagem do Ganhador.com

Um grande passo foi dado para a realização da superluta entre Floyd Mayweather e Conor McGregor no boxe. O presidente do UFC Dana White conseguiu chegar a um acordo e “resolver” o lado do irlandês. Isso significa que Conor acertou as condições do contrato que diz respeito ao campeão dos leves do Ultimate e o lutador está de acordo. O próximo – e mais difícil – passo é entrar em um acordo com o outro lado, a equipe do ícone do boxe.

No último fim de semana, Dana havia declarado que esperava fechar o contrato de McGregor até domingo (14). Ele quis fazer isso antes de começar a negociar com Floyd, que certamente será a parte mais complicada da negociação. Os termos, claro, não foram revelados, mas o dirigente declarou semanas atrás que Conor pode lucrar até US$ 75 milhões (cerca de R$ 235,5 milhões) com essa superluta.

“O lado de McGregor está fechado, vamos trabalhar com o lado de Mayweather agora. Não estou dizendo que a luta vai acontecer, mas tenho um lado pronto, é hora de trabalhar o outro”. Essa foi a declaração de Dana White ao canal “TNT”. O acerto também foi confirmado por McGregor. Em seu site oficial, TheMacLife.com, ele comemora: “É uma honra assinar esse acordo que vai quebrar recordes (…) A primeira e mais importante parte desse contrato foi oficialmente assinada”.

Apesar de ser um empresário experiente – ou talvez exatamente por isso – Dana sempre tem deixado claro que o combate pode não acontecer. E a razão é a dificuldade de se lidar com a equipe de Mayweather. O ícone do boxe já declarou ser o “Lado A” da negociação, aquele que vai ganhar mais dinheiro e colocar as cartas na mesa. É um duelo de egos complicado. De qualquer forma, ter um acordo com McGregor é um problema a menos.

Lembram de quanto tempo demorou para ser fechado o acordo para o duelo histórico entre Floyd Mayweather e Manny Pacquiao? Foram anos de especulações e negociações até algo se concretizar. McGregor é um caso diferente, mas também existem similaridades. É de se esperar tamanha demora. Um confronto desse tamanho pede uma mega negociação.

O lado bom é ter uma novidade concreta diante de tantos meses de especulação. Agora a negociação entra em seu momento mais difícil e é bom lembrar: Dana White está no meio disso tudo, segundo ele, por um favor a McGregor, que tanto faz pelo UFC. Caso a negociação se prolongue por muito tempo, ele pode simplesmente perder a paciência e voltar seu foco para o UFC, que é o seu negócio principal.

Um passo importante foi dado. Que ninguém tropece no caminho e que a superluta mais inesperada da história do mundo das lutas possa acontecer.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar