Tênis

Começa o Rio Open de Tênis de 2017!

Foto: Photo by Alex Goodlett/Getty Images

Confira os prognósticos da maior competição de tênis de América do Sul.

O Rio Open é o único torneio da América do Sul que vale 500 pontos no ranking mundial. A primeira rodada começa hoje e a grande final acontecerá no próximo domingo. Todos os jogos serão realizados no Jockey Club Brasileiro, na Lagoa.

 

O Que É o Rio Open?

O Rio Open é um torneio de tênis profissional que vale 500 pontos no ranking da ATP (Associação de Tenistas Profissionais). Acima dos ATP 500, existem os quatro Grand Slams (Austrália, Estados Unidos, França e Reino Unido) e nove ATP 1.000. A competição do Rio de Janeiro é a mais importante da América do Sul, já que todos os outros campeonatos oficiais disputados por aqui são ATP 250.

 

A Edição do Rio Open 2017

Disputado pela primeira vez em 2014, o Rio Open teve o espanhol Rafael Nadal como seu primeiro campeão. No ano seguinte, outro espanhol ficou com o título: David Ferrer, presente na atual edição. Ano passado, o uruguaio Pablo Cuevas surpreendeu e terminou em primeiro lugar. O atual vencedor também estará em quadra este ano.

Quarenta e quatro tenistas de vários países do mundo se inscreveram no Rio Open 2017, sendo que doze foram eliminados no fim de semana, no qualifying. Trinta e dois começam a disputa pelo título a partir de hoje. Como na maioria dos campeonatos de tênis, o formato escolhido é o mata-mata.

O evento não é restrito à categoria Simples Masculina. Também teremos a disputa entre duplas. Dezenove equipes entraram neste certame, sendo que três duplas ficaram pelo qualifying e dezesseis brigam pelo título a partir da primeira fase.

Diferente das edições de 2014, 2015 e 2016, não teremos disputas femininas este ano. A assessoria de imprensa do torneio explicou que houve uma sobreposição de datas do calendário internacional, o que impediu a organização da competição feminina no Rio de Janeiro. Uma pena!

 

Resultados do Qualifying

Doze tenistas foram eliminados nas fases preliminares do fim de semana. A partida mais interessante foi entre o brasileiro Guilherme Clezar e o espanhol Roberto Baena. Apesar de sair na frente (6/1), o tenista da casa foi perdendo o controle do jogo aos poucos e acabou derrotado de virada por 2 sets a 1 (1/6 e 4/6). Além do espanhol, Arthur de Greed (Bélgica), Marco Cecchinato (Itália) e Nicolas Kicker (Argentina) entraram na chave principal. Outros brasileiros eliminados foram Felipe Meligeni, Orlando Luz e João Sorgi. Foi também o fim da participação de tenistas de Chile, Eslováquia e República Dominicana.

Nas duplas, apenas uma sobreviveu à etapa preliminar ao custo de outras três. Facundo Bagnis, da Argentina, e Gastão Elias, de Portugal, ganharam dos italianos Federico Gaio e Alessandro Giannessi. Duas duplas brasileiras ficaram pelo caminho: Guilherme Clezar e Fabiano de Paula; e Orlando Luz e Felipe Meligeni.

 

Que Comecem os Jogos!

Os olhos dos espectadores do Rio Open 2017 estão todos voltados para Kei Nishikori, número cinco do mundo. Ele está atrás apenas de Andy Murray, Novak Djokovic, Stan Wawrinka e Milos Raonic no ranking mundial. Até Nadal e Federer ficam atrás do japonês. Por isso, ele é considerado o favorito da competição carioca. Sua estreia é contra Thomaz Belucci, a maior esperança de título do Brasil. Apesar da torcida local, é bom avisar que a diferença técnica entre os dois rivais é abissal: o brasileiro é apenas o 75º do ranking mundial, e sua vitória seria uma enorme zebra. A disputa está marcada para terça-feira.

Outro tenista que figura no top ten do ranking mundial é o austríaco Dominic Thiem. Seu adversário da primeira rodada é o sérvio Janko Tipsarevic, 94º. O austríaco deve ganhar com certa facilidade amanhã.

Os ex-campeões Pablo Cuevas e David Ferrer começam suas caminhadas em dias diferentes. O uruguaio encara o belga Arthur de Greef daqui a pouco. Já o espanhol pega Alexandr Dolgopolov na terça. É bom lembrar que o ucraniano foi vice-campeão do certame em 2014. Ambos os laureados devem avançar para a segunda rodada.

O torneio tem outros três brasileiros que já sabem contra quem jogarão. Thiago Monteiro é favorito contra o português Gastão Elias; Rogério Silva deve desclassificar o norueguês Casper Ruud; já João Souza é pura zebra contra o espanhol Pablo Carreño-Busta.

 

Oito Brasileiros Disputam as Duplas

O maior destaque nacional é Bruno Soares, parceiro do britânico Jamie Murray. A dupla é apontada como a provável campeã do Rio Open 2017. Ela estreia contra a equipe formada pelo australiano Marcus Daniell e o brasileiro Marcelo Demoliner.

André Sá faz dupla com o espanhol Tommy Robredo e encara os argentinos Andrés Molteni e Daniel Schwartzman na primeira rodada.

A dupla formada por Thomas Belucci e Thiago Monteiro pega Nicholas Monroe (EUA) e Artem Sitak (Austrália) na estreia.

Finalmente, Fabrício Neis e João Souza iniciam o mata-mata contra o polonês Lukasz Kubot e o brasileiro Marcelo Melo.

 

Odds e favoritos para campeão do Rio Open:

  • 1º Kei Nishikori (Japão) – odds de 2.62
  • 2º Dominic Thiem (Áustria) – 5.00
  • 3º Pablo Cuevas (Uruguai) – 9.00
  • 3º David Ferrer (Espanha) – 9.00
  • 5º Pablo Carreño-Busta (Espanha) – 15.00
  • 5º Frederico Delbonis (Argentina) – 15.00
  • 7º Fabio Fognini (Itália) – 17.00
  • 8º Alexandr Dolgopolov (Ucrânia) – 21.00
  • 9º Albert Ramos-Vinolas (Espanha) – 23.00
  • 10º Diego Schwartzman (Argentina) – 29.00
  • 11º Thomaz Belucci (Brasil) – 34.00
  • 11º Carlos Berlocq (Argentina) – 34.00
  • 11º João Sousa (Portugal) – 34.00
  • 11º Pablo Lorenzi (Itália) – 34.00
  • 15º Tommy Robredo (Espanha) – 41.00
  • 15º Guido Pella (Argentina) – 41.00
  • 17º Thiago Monteiro (Brasil) – 51.00
  • 17º Janko Tipsarevic (Sérvia) – 51.00
  • 19º Gerald Melzer (Áustria) – 67.00
  • 19º Rogerio Silva (Brasil) – 67.00
  • 21º Gastão Elias (Portugal) – 81.00
  • 21º Roberto Baenas (Espanha) – 81.00
  • 23º Dusan Lajovic (Sérvia) – 101.00
  • 23º Horacio Zeballos (Argentina) – 101.00
  • 25º João Souza (Brasil) – 126.00
  • 25º Facundo Bagnis (Argentina) – 126.00
  • 27º Stéphane Robert (França) – 151.00
  • 27º Renzo Oliva (Argentina) – 151.00
  • 27º Casper Ruud (Noruega) – 151.00
  • 27º Marco Cecchinato (Itália) – 151.00
  • 27º Arthur de Greef (Bélgica) – 151.00
  • 27º Nicolas Kicker (Argentina) – 151.00

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.