Notícias

Campeã, Cris Cyborg recebe licença para lutar boxe nos EUA e pressiona o UFC

Foto: Alexandre Loureiro/UFC

A aventura de Conor McGregor no boxe que resultou na superluta histórica e milionária com Floyd Mayweather Jr. parece ter motivado outras personalidades do mundo das lutas. E uma delas é Cris Cyborg. A campeã peso pena do UFC, segundo o site MMA Fighting, recebeu uma licença da Comissão Atlética do Estado da Califórnia (CSAC) para lutar boxe profissionalmente. Mais do que um sonho em uma nova modalidade, a ação pode ser uma forma de pressionar o UFC a renovar seu contrato.

Depois de conquistar o título peso pena feminino do UFC, Cyborg ainda não negociou a renovação de seu contrato com o Ultimate. A brasileira está para encontrar o presidente da organização Dana White e conversar sobre seu futuro, ainda incerto. Ela já demonstrou interesse em enfrentar Holly Holm em defesa de cinturão a ser realizada possivelmente no fim do ano, mas ainda não teve qualquer contato do Ultimate.

A licença no boxe é um sonho real. A lutadora declarou durante sua passagem pelo Brasil, no mês passado, que gostaria de lutar boxe no futuro, e que a apresentação de McGregor na nobre arte abre muitas portas. E se engana quem pensa que o desejo de Cris lutar boxe surgiu apenas diante do ato de Conor. A brasileira fez diversos treinos especiais com a campeã olímpica Claressa Shields, estrela americana do boxe profissional atualmente. O intercâmbio foi registrado via redes sociais e despertou em Cyborg o desejo de competir no boxe.

Ninguém tira licença de boxe sem ter a real intenção de praticar a arte um dia. Mas é importante lembrar que Cris Cyborg e o UFC já tiveram divergências no passado e nem sempre estão com seus pensamentos alinhados. Com o contrato se encerrando em outubro, as partes têm ainda um prazo de um ano para a renovação do acordo, já que Cyborg é campeã. Mas talvez a licença no boxe seja uma forma de pressionar o Ultimate a agilizar um acordo que a segure na organização, caso contrário ela pode seguir carreira no boxe. Duvido que isso aconteça, especialmente agora que ela acabou de conquistar o cinturão, mas nunca se sabe o que acontece “por trás da cortina”.

Sobre o sonho no boxe, Cris Cyborg tem todo o direito de buscar. Especialista em muay thai e dona de um jiu-jitsu afiado, a brasileira é a lutadora mais temida do planeta por conta de seu talento na trocação. Ela soma um cartel de 18 vitórias e apenas uma derrota. Foram 16 triunfos por nocaute. Sem dúvida daria trabalho a muita pugilista por aí.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar