Ganhador.com

Futebol: Podcast

Brasil x Chile pode decidir a vaga da Argentina na Copa do Mundo da Rússia

Único país da América do Sul já classificado para a Copa do Mundo de 2018, o Brasil recebe o Chile nesta terça-feira no Allianz Parque podendo decidir o futuro da Seleção Argentina. Embora dependam apenas de si para garantirem, pelo menos, o 5º lugar (que leva à repescagem), nossos hermanos churrasqueiros podem obter uma vaga direta, desde que o Brasil não perca para o Chile.

Aperte o play e ouça nosso comentário para a última rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018, confira a tabela dos jogos e o nosso “aquecimento” para o retorno do Brasileirão, na quarta-feira, dia 11.

Acompanhe aqui o prognóstico do Ganhador para Brasil x Chile:

 

Joga leve

A exemplo do que aconteceu em La Paz na última semana, o Brasil vem para o jogo leve, sem nenhum compromisso com a vitória. Tite está mais preocupado em conseguir realizar testes em algumas posições prevendo eventuais problemas durante a Copa do que com o resultado em si. Claro que isto não quer dizer que o treinador vai pedir para seus comandados “tirarem o pé” amanhã. Longe disso.

Jogando em um ritmo abaixo do normal – muito em função do desgaste da altitude – uma goleada brasileira em La Paz só não aconteceu graças à brilhante atuação do goleiro boliviano Lampe, uma verdadeira “muralha” (não resisti) na retaguarda dos donos da casa.

Infelizmente, entretanto, Tite não conseguiu fazer os testes que gostaria em função da contusão de Thiago Silva – que ficou apenas 28 minutos como companheiro de zaga de Miranda. Marquinhos foi acionado ainda no primeiro tempo e o capitão do Brasil em 2014 já foi mandado de volta ao PSG sem condições de jogo (legal, né?).

É fácil acreditar que, sem precisar do resultado e com o 1º lugar das eliminatórias garantido, Tite fará mais testes além dos que obrigatoriamente faz na lateral-esquerda com Alex Sandro (Marcelo e Felipe Luis estão contundidos). Ederson deverá ser o goleiro e é possível que vejamos algumas variações no meio-campo e ataque, além das previsíveis Phillipe Coutinho/William e Paulinho/Fernandinho. O que não quer dizer que Rodrigo Caio – chamado para o lugar de Thiago Silva – vá ganhar uma chance.

 

Muitas possibilidades

Não foi fácil, mas o Chile conseguiu fazer a sua lição de casa na semana passada e venceu o Equador por 2 a 1. Chega para o jogo contra o Brasil na 3ª posição da classificação das Eliminatórias Sul-Americanas com 26 pontos e dependendo apenas de si para carimbar o passaporte para a Rússia. Mas, para isso, precisa de um resultado positivo.

Se conseguir vencer o Brasil, a Seleção Chilena se classifica sem precisar se preocupar com os resultados das demais equipes. Se empatar, dependerá de uma combinação de resultados em três partidas: Peru x Colômbia, Equador x Argentina e Paraguai x Venezuela. Precisaria torcer para um empate no primeiro duelo e que as seleções paraguaia e argentina não vencessem.  Se apenas uma dessas três possibilidades acontecer, os chilenos disputarão a repescagem, em novembro, com a Nova Zelândia.

Mesmo que perca, o Chile ainda pode se classificar, desde que Argentina e Paraguai não vençam; caso uma das duas seleções triunfe e a outra perca, os chilenos vão para a repescagem. Ou seja, no momento é mais fácil carimbar o passaporte deles do que o dos argentinos.

 

Nosso palpite

Nosso palpite é uma verdadeira barbada. Mesmo jogando com o pé no freio, a Seleção Brasileira atua em casa, em São Paulo – diante de um público chaaaaaato pra burro – e quer deixar uma boa impressão no último jogo das eliminatórias. Além disso tudo, tem mais time que a Seleção Chilena, que, infelizmente perde e ficará fazendo contas, torcendo para se garantir no Baile de Gala de Vladimir Putin.

Brasil 2 a 0, com alguma tranquilidade.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar