Ganhador.com

Copa Libertadores

Botafogo tropeça diante de sua torcida e deixa escapar classificação antecipada na Libertadores

Jogando em casa, Botafogo vai pra cima do Barcelona, perde por 2 a 0 e desperdiça chance da classificação antecipada.

Foto: Satiro Sodré/SSPress/Botafogo

A festa no estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro, estava toda montada. Casa cheia, Botafogo confiante e vindo para o jogo com uma formação ofensiva, prontinho para garantir antecipadamente a vaga para as oitavas de final da Copa Libertadores. Só faltou combinar com o Barcelona do Equador.

O técnico Jair Ventura esperou enfrentar o mesmo Barcelona com o qual havia empatado no Equador no jogo de ida da fase de grupos. Por pensar assim, apostou em uma formação com três atacantes para liquidar a partida de forma rápida. Toda esta vontade cobrou seu preço e, diante da defesa bem armada pelos equatorianos, o alvinegro carioca ficou exposto ao contra-ataque. E foi assim, num contra-ataque nascido de um lateral mal cobrado pelos donos da casa, que o Barcelona chegou ao primeiro gol, logo aos 8 minutos do primeiro tempo. Ayovi recebeu o passe e partiu em velocidade para cima do zagueiro Carli que, pesado, perdeu na corrida, não conseguiu fazer a falta e viu o goleiro Gatito Fernandez, indefeso, sofrer o gol.

Nervoso e atrás no placar, o Botafogo partiu pra cima do Barcelona e deixou sua defesa ainda mais exposta aos rápidos atacantes equatorianos. Pra piorar, pouco antes da metade do primeiro tempo, Camilo – o único sopro de criatividade no meio-campo do alvinegro – sentiu uma contusão, continuou em campo e assistiu ao time jogar todo o resto do primeiro tempo com 10 jogadores. Mesmo assim, aos 20 minutos ele lançou Guilherme entre dois zagueiros e o atacante perdeu o gol mais feito do primeiro tempo. E que poderia ter mudado a história do jogo.

Como a bola não perdoa, em novo contra-ataque equatoriano aos 23 minutos, Jonatan Alvez deu números finais à partida – com a ajuda de uma pane total na defesa botafoguense.

O Botafogo ainda tentou reagir no segundo tempo. Jair Ventura colocou Roger e Marcelo Conceição no lugar de Camilo e Émerson Silva, contundidos, e mandou o time pra cima do visitante.

A defesa do Barcelona, que não é lá essas coisas, fez uma partida impecável, freando o ímpeto do time carioca. Nas vezes em que os equatorianos falhavam, o ataque botafoguense fazia a gentileza de desperdiçar a oportunidade. Esta foi a tônica do jogo durante todo o segundo tempo: o time carioca pressionando a defesa do adversário, que teve uma atuação de gala.

Ao ouvirmos o apito final, ficou fácil dizer que o Botafogo foi com muita sede ao pote, confiante demais de sua superioridade frente ao adversário – e diga-se, é mesmo superior. Mas o futebol não é uma ciência e exata e, como resultado da sede botafoguense, o Barcelona do Equador já está classificado para as oitavas de final da Copa Libertadores 2017. Ao alvinegro carioca, resta decidir tudo no confronto direto contra o Atlético Nacional, equipe que renasceu depois de um sonoro 4 a 1 sobre o Estudiantes. A classificação do time da estrela solitária ainda é bem possível, mas será pelo caminho mais difícil.

 

Botafogo 0 x 2 Barcelona (Equador)

Ficha técnica

Botafogo: Gatito Fernández; Emerson, Joel Carli, Émerson Silva (Marcelo Conceição), Victor Luis; João Paulo, Camilo (Roger), Airton (Fernandes); Guilherme, Rodrigo Pimpão, Sassá. Técnico: Jair Ventura.

Barcelona (Equador): Banguera; Pedro Velasco, Darío Aimar, Xavier Arreaga, Mario Pineida; Gabriel Marques, Richard Calderon (Segundo Castillo), Tito Valencia (Erick Castillo), Cristian Alemán (Ariel); Jose Ayovi, Jonatan Alvez. Técnico: Jorge Guilhermo Álves.

Gols: Ayovi (8 minutos do primeiro tempo) e Alvez (24 do primeiro tempo).

Cartões amarelos: Airton, Marcelo, Rodrigo Pimpão (BOT), Richard Calderon, Pineida e Velasco (BAR).

 

Comentários

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Consolo botafoguense | Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar