Copa Libertadores

Botafogo tem tudo para conseguir classificação antecipada às oitavas de final da Libertadores contra o Barcelona-EQU; confira prognóstico.

Foto: Botafogo F.R. / Divulgação

Em casa, diante de ótimo público, Glorioso precisa vencer equipe equatoriana e torcer para o triunfo do Atlético Nacional diante do Estudiantes, em Medellín

Botafogo e Copa Libertadores da América. Uma combinação que está dando mais que certo. E a torcida alvinegra está amando. Prova maior de tal premissa é o fato de que o Glorioso terá casa cheia para mais um duelo na competição. Para a partida contra o Barcelona de Guayaquil, às 21h45 (horário de Brasília) desta terça-feira (02), mais de 30 mil ingressos foram vendidos de forma antecipada, sendo que a carga total é de pouco mais de 44 mil entradas nas dependências do estádio Nilton Santos.

 

BOTAFOGO X BARCELONA-EQU

E pode ser uma noite de festa em dose dupla. Afinal, além de comemorar a vitória sobre os equatorianos, o Fogão tem a chance de terminar a quarta rodada do Grupo 1 com a classificação para as oitavas de final garantida. Líder da chave com sete pontos, assim como o Barcelona, o Alvinegro pode alcançar os dez pontos logo mais.

Para ratificar a passagem para o mata-mata com dois jogos de antecipação, o Bota conta com a vitória do atual campeão da Libertadores, Atlético Nacional, que ainda não marcou um ponto sequer, contra o Estudiantes, que venceu uma e perdeu as outras duas até o momento. O embate entre colombianos e argentinos acontecerá em Medellín, mais precisamente no estádio Atanasio Girardot, às 21h (horário de Brasília) desta terça-feira (02).

Porém, o mais importante, mesmo que a classificação fique para a próxima rodada, é a equipe carioca fazer bem o dever de casa. Com uma campanha muito boa, o time de Jair Ventura segue invicto contra todos os adversários do grupo. No último compromisso, justamente contra o rival de hoje à noite, o Botafogo teve tudo para sair com os três pontos de Guayaquil. Mas a bola teimou em não entrar. Desde um pênalti perdido aos dois minutos do primeiro tempo a uma série de lances inacreditáveis, como bolas na trave, jogadores frente a frente com o goleiro, zagueiro salvando em cima da linha e por aí vai. Por fim, quando perdia por 1 a 0, os cariocas buscaram o empate nos minutos derradeiros, com outra penalidade máxima.

O placar igual permitiu ao clube de General Severiano manter a invencibilidade sobre o Barcelona. Em três encontros, todos fora, o Fogão venceu dois (amistosos) e empatou o outro (confronto mais recente). Agora, no Rio de Janeiro, a confiança é ainda maior para ampliar a escrita positiva contra os Canarios.

E ao que tudo indica, após os treinamentos para o confronto, Jair Ventura entrará em campo com uma formação ofensiva. Com os atacantes em boa fase, o treinador acenou com a possibilidade de escalar um trio na frente. E a surpresa pode ser Guilherme, principal responsável pela virada sobre o Sport Recife, na semana passada, no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Com dez jogadores em campo desde o primeiro tempo, após expulsão de Bruno Silva – que não atuará hoje também por suspensão – o jovem atacante marcou os dois gols da vitória por 2 a 1, que ainda contou com um pênalti defendido por Gatito Fernández em cobrança de Diego Souza.

Outra boa notícia é a confirmação do volante Airton e o zagueiro Joel Carli, que saiu ao fim do primeiro tempo no duelo contra os pernambucanos com muitas dores. Já o camisa 5 sofreu com muitas cãibras na parte final da partida, mas conseguiu melhorar seu condicionamento durante a semana. Quem segue fora do time titular é a principal contratação do Bota para a temporada. O argentino Walter Montillo ainda não está 100% recuperado de uma lesão muscular na coxa. O camisa 7 alvinegro tem enfrentado um série de pequenas lesões desde que voltou da China.

 

PROVÁVEIS ESCALAÇÕES DE BOTAFOGO E BARCELONA-EQU

Botafogo: Gatito; Emerson Santos, Carli, Emerson Silva e Victor Luis; Airton, João Paulo e Camilo; Guilherme, Pimpão e Sassá.
Técnico: Jair Ventura

Barcelona de Guayaquil: Banguera; Valencia, Aimar, Arreaga, Pineida; Marques, Calderón, Gabriel Marques, Ayoví, Alemán, Castillo; Alvez.
Técnico: Guillermo Almada.

Palpite: é inegável a força do estádio Nilton Santos na campanha do Botafogo na Libertadores. Em três partidas disputadas em casa, o Fogão tem 100% de aproveitamento, quando venceu campeões da América do quilate de Colo-Colo, Olimpia e Estudiantes. E como mostrou superioridade técnica no Equador, mesmo não tendo ficado com a vitória, o Glorioso brindará a torcida com mais uma consistente atuação e os três pontos, que podem representar a classificação antecipada para as oitavas de final, estágio que alcançou pela última vez na edição de 1996.

 

Jogo hoje

Confira o outro confronto desta terça-feira (02) pela Copa Libertadores da América:

  • 19:30 – Atlético Tucumán x Peñarol – Grupo 5

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.