UFC

Após vitória, Rafael dos Anjos mostra estar no caminho certo rumo ao cinturão do UFC

Foto: Suhaimi Abdullah/Getty Images

Rafael dos Anjos deu um passo importante em sua carreira no UFC. Depois de perder o cinturão dos leves no ano passado e ser derrotado de forma dominante por Tony Ferguson, em novembro, o brasileiro resolveu mudar de categoria, subiu de peso e estreou nos meio-médios com uma boa vitória no UFC Fight Night de Singapura. Mas o mais importante foi o que ele disse após o combate: “Não há pressa pelo cinturão”.

O brasileiro enfrentou Tarec Saffiedine, veterano do MMA, ex-campeão do Strikeforce. Foi um nome perfeito para a primeira luta de Rafael na divisão. Isso porque Tarec é um atleta de nome, respeitado, mas não está em uma boa fase. Foi o suficiente para Rafael conhecer melhor o território onde está pisando e somar logo de cara um triunfo. A vitória na decisão dos juízes passa confiança ao ex-campeão e lhe dá tranquilidade para trabalhar de forma consciente.

 

Foto: Suhaimi Abdullah/Getty Images

 

Lutar na divisão dos meio-médios não é tão simples para Rafael. Ele não chega a ser um atleta pequeno, mas nesta categoria terá de enfrentar rivais muito maiores do que ele. Claro que ele já superou isso, a exemplo das vitórias contra Donald Cerrone nos leves mesmo. Mas na nova categoria isso será frequente. Contra Saffiedine mesmo foi possível notar diversos golpes de Rafael no vazio, devido a sua envergadura curta diante do adversário. É algo que terá de ser lapidado junto a sua equipe para encontrar meios de diminuir tal desvantagem. E ele precisa de tempo para fazer esses ajustes da forma certa.

Mais do que a vitória dentro do octógono, fora dele Dos Anjos declarou que não tem pressa para chegar ao cinturão da divisão: “Um passo de cada vez”. Então que assim seja. Dessa forma, ele terá tempo e lutas o suficiente para encaixar seu jogo e conseguir na divisão dos meio-médios uma trajetória tão gloriosa quanto a que teve nos leves, onde foi campeão. Se evoluir aos poucos e encarar os nomes certos, vai chegar longe.

A vitória contra Saffiedine prova que Rafael Dos Anjos tem condições de figurar no topo da categoria e quem sabe um dia disputar o título dos meio-médios. Ele só precisa ter fora do octógono a paciência e inteligência que demonstrou dentro do cage no UFC Fight Night de Singapura.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar