Ganhador.com

Carioca

America e Goytacaz sobem para a 1ª divisão do Carioca!

Foto: Úrsula Nery / Agência FERJ

Diabo e Índio Curumim decidem o título da segundona

Duas grandes festas aconteceram no estado do Rio de Janeiro longe dos holofotes da grande mídia. No sábado, o Goytacaz derrotou o arquirrival Americano por 1 a 0 e encerrou o jejum de 25 anos sem desfilar na elite. Na terça-feira, foi a vez do America dar uma enorme alegria à sua imensa torcida ao detonar o Audax por 2 a 0. Ambos podem encarar Flamengo, Fluminense, Vasco e Botafogo em 2018.

 

Como o America subiu?

A Série B1 do Rio de Janeiro contou com 21 participantes nesta temporada. Na Taça Santos Dumont, o primeiro turno, o America foi apenas o quinto colocado no grupo A e não passou às semifinais. Na Taça Corcovado, o returno, o Diabo arrancou, garantindo o segundo lugar de sua chave e a quarta posição geral da soma dos turnos, o que lhe garantiu na semifinal da etapa e na Copa Rio do ano que vem.

Nas semifinais, ganhou do Artsul por 2 a 0, e, na final, foi melhor que a AD Itaboraí nos pênaltis, após empate em 2 a 2 no tempo normal. Com a conquista, os americanos encararam o Audax Rio na semifinal geral e derrotaram a representação de São João de Meriti por 2 a 0, gols de Anderson Künzel e Allan.

Sete vezes campeão da primeira divisão e duas da segunda, os de Campos Salles tentam sua terceira conquista neste certame. Mais do que o título, o clube quer deixar de ser um ioiô e permanecer na Série A durante muitos anos.

 

Como o Goytacaz encerrou o jejum de 25 anos?

O Trovão Azul tem cinco troféus do antigo estado do Rio de Janeiro, conquistados em 1955, 1963, 1966, 1967 e 1978. Depois da fusão com a Guanabara, a instituição só foi campeã da segunda divisão de 1982 e da terceira de 2011. Desde 1993 que o Goyta perambula entre o segundo e o terceiro níveis.

Nesta campanha, os alvianis começaram com tudo e conquistaram o turno eliminando o Americano na semifinal e o Audax Rio na final. A promoção só veio com um teste para cardíaco, contra o eterno rival Americano, que conseguiu mudar o local da partida do Ary de Oliveira Souza, casa do Goytacaz, para o Eduardo Guinle, campo neutro, em Nova Friburgo.

O gol de Luquinha só saiu aos 44’ do segundo tempo, para delírio da torcida que chegou a invadir o campo. Houve carreata e recepção aos heróis na Rua do Gás, paralisando o centro de Campos dos Goytacazes.

 

Estadual 2018

America e Goytacaz substituem Campos AA e Tigres que caíram ao final do Carioca deste ano. Apesar de terem conseguido o acesso, ambos só encaram as grandes forças do estado se conseguirem uma das duas vagas da primeira fase, que conta com os quatro piores colocados não rebaixados deste ano: Bonsucesso, Cabofriense, Macaé e Resende FC. Só depois desta seletiva é que se pode pensar em Bangu, Boavista, Botafogo, Flamengo, Fluminense, Madureira, Nova Iguaçu, Portuguesa, Vasco e Volta Redonda.

 

America também na final de juniores

Com regulamento semelhante ao da categoria de profissionais, America e Olaria alcançaram a grande final do Estadual sub-20. Mérito para os rubros que conseguiram conciliar o bom trabalho tanto na base, quanto na categoria principal. Mérito também para o Olá, que conquistou tanto a Taça Santos Dumont, quanto a Taça Corcovado, mas que a federação ainda exige uma fase final. Os alvianis, apesar da melhor campanha, não têm nenhuma vantagem na decisão.

 

Americano e Boavista decidem a Copa Rio

O prêmio de consolação para o Americano é a vaga conquistada em uma competição nacional em 2018. A classificação veio através da Copa Rio, cujo campeão opta entre participar do quarto nível da Série D ou da Copa do Brasil. O vice fica com o outro torneio.

O Mosqueteiro eliminou Macaé, Bangu e São Gonçalo EC para retornar ao cenário nacional pela primeira vez desde 2009.

O Hulk, que este ano participou da quartona do Brasileirão, passou por Olaria, Portuguesa e Tigres.

O jogo de ida da grande decisão acontece hoje, às 15h00, em Saquarema.

 

Angra dos Reis em vantagem na final da 3ª divisão

Angra dos Reis e Santa Cruz pegaram o elevador que os conduz à Série B1 do ano que vem. A final da terceirona já teve o primeiro embate e terminou com triunfo da representação do sul-fluminense por 2 a 0 sobre os cariocas. O campeão será conhecido neste fim de semana.

 

Palpite

Difícil prever quem consegue controlar melhor seus nervos. America e Goytacaz fizeram bonito este ano. No somatório geral de pontos, os campistas acumularam 39, contra 37 dos cariocas. Acredito que os rubros ganhem em casa e que os interioranos deem o troco no norte-fluminense. Pênaltis? Quem sabe? Posso garantir que será equilibrado.

Em 05 de agosto, o Goytacaz venceu por 1 a 0 em domicílio pela Taça Corcovado.

 

Semifinais, jogos únicos

Sábado, 16 de setembro:

  • 15h00: Americano 0x1 Goytacaz

Terça-feira, 19 de setembro:

  • 15h00: Audax 0x2 America

Finais

Terça-feira, 26 de setembro:

  • 20h30: America x Goytacaz – palpite:

 

Sábado, 30 de setembro:

  • 15h00: Goytacaz x America – palpite:

 

Classificação Final

  • America ou Goytacaz – 1ª Divisão + Copa Rio.
  • America ou Goytacaz – 1ª Divisão + Copa Rio.
  • Audax Rio – Copa Rio.
  • Americano – Copa Rio.
  • Duque de Caxias – Copa Rio.
  • AD Itaboraí
  • Friburguense
  • São Gonçalo EC
  • CA Barra da Tijuca
  • Tigres
  • Artsul
  • Serra Macaense
  • Sampaio Corrêa
  • Olaria
  • Gonçalense
  • Barcelona
  • Serrano
  • Carapebus
  • Barra Mansa – 3ª Divisão.
  • São Cristóvão – 3ª Divisão.
  • Queimados – 3ª Divisão.

 

Os campeões

  • 1906 – Riachuelo
  • 1910 – Paysandú
  • 1911 – Bangu
  • 1912 – Guanabara
  • 1913 – Carioca
  • 1914 – Bangu
  • 1915 – Andarahy
  • 1916 – Carioca
  • 1917 – Cattete
  • 1918 – Americano (Rio de Janeiro)
  • 1919 – Palmeiras
  • 1920 – Carioca
  • 1921 – Bonsucesso
  • 1922 – River / Vasco da Gama
  • 1923 – Helênico
  • 1925 – Andarahy
  • 1926 – Bonsucesso
  • 1927 – Bonsucesso
  • 1928 – Bonsucesso
  • 1929 – Carioca
  • 1930 – Carioca
  • 1931 – Olaria
  • 1932 – Engenho de Dentro / Viação Excelsior
  • 1933 – Anchieta / São José
  • 1934 – Brasil Suburbano / Modesto
  • 1935 – Confiança / Engenho de Dentro
  • 1936 – Benfica
  • 1965 – São Cristóvão
  • 1978 – Friburgo
  • 1979 – Friburgo
  • 1980 – Costeira e Olaria
  • 1981 – Bonsucesso
  • 1982 – Goytacaz
  • 1983 – Olaria
  • 1984 – Bonsucesso
  • 1985 – Campo Grande
  • 1986 – Cabofriense
  • 1987 – Volta Redonda
  • 1988 – Nova Cidade
  • 1989 – América (Três Rios)
  • 1990 – Volta Redonda
  • 1991 – Saquarema
  • 1992 – Serrano
  • 1993 – Bayer
  • 1994 – Entrerriense
  • 1995 – Barra (Teresópolis)
  • 1996 – Portuguesa
  • 1997 – Friburguense
  • 1998 – Cabofriense
  • 1999 – Serrano
  • 2000 – Portuguesa
  • 2001 – Entrerriense
  • 2002 – Cabofriense
  • 2003 – Portuguesa
  • 2004 – Volta Redonda
  • 2005 – Nova Iguaçu
  • 2006 – Boavista
  • 2007 – Resende FC
  • 2008 – Bangu
  • 2009 – America
  • 2010 – Cabofriense
  • 2011 – Bonsucesso
  • 2012 – Quissamã
  • 2013 – Cabofriense
  • 2014 – Barra Mansa
  • 2015 – America
  • 2016 – Nova Iguaçu

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar