Ganhador.com

Brasileirão Série A

Aguardando o fico de Mano Menezes, Cruzeiro sonha com título no Brasileirão e pode afundar de vez o Coritiba

Foto: Alexandre Schneider/Getty Images

Raposa aposta na má fase adversária e torce por um tropeço do líder Corinthians contra o Grêmio para entrar de vez na briga pelo caneco nacional; Coxa tenta juntar os cacos para sair do Z-4

Coritiba e Cruzeiro abrem nesta quarta-feira (18 de outubro), às 19h30, no Couto Pereira, a 29ª rodada do Brasileirão. Amargando nove jogos sem vitórias no currículo e a penúltima colocação no campeonato, o Coxa Branca terá uma duríssima missão ao encarar a Raposa. Os mineiros são os atuais campeões da Copa do Brasil e donos da melhor campanha do returno com 74% de aproveitamento. Sentiu o drama dos paranaenses? Confira o prognóstico da partida!

 

Mano Menezes fica?

Em meio à partida que pode dar a vice-liderança do nacional, o Cruzeiro vive a novela Mano Menezes. Cobiçado pelo endinheirado Palmeiras, o técnico gaúcho ainda não definiu sua situação para a próxima temporada. Continua o projeto em Minas Gerais e renova o contrato ou aceita a mala de dinheiro vinda de São Paulo? Apesar do “cheque em branco” paulista, o atual treinador celeste tem tudo para ficar em Belo Horizonte e iniciar o planejamento para a Taça Libertadores de 2018.

 

Título distante? Quem disse?

Tentando aproveitar o caos que se encontra o Coritiba, o Cruzeiro quer porque quer os três pontos na capital paranaense. Atualmente em quinto lugar com 47 pontos, sendo dois do vice-líder Grêmio, a equipe celeste pode alcançar o segundo lugar na tabela se vencer o Coxa Branca – palpite do jogo – e ainda iniciar uma perseguição ao Corinthians. Hoje, os mineiros estão 11 pontos atrás dos alvinegros, que fazem o famoso jogo dos seis pontos com os tricolores gaúchos na Arena Corinthians.

Para manter fé no possível pentacampeonato brasileiro, a Raposa se apega ao fraco segundo turno do líder do campeonato. Enquanto Thiago Neves e companhia comandam o returno com 74,1% de aproveitamento – seis vitórias, dois empates e apenas uma derrota – o Timão tem apenas a 13ª melhor campanha do returno, com 11 pontos alcançados e 40,7% de aproveitamento. A diferença que era de 20 pontos ao final do primeiro turno já caiu para 11.

Se as equipes seguissem à risca as campanhas deste returno, o Cruzeiro terminaria o campeonato um ponto – 69 contra 70 dos rivais – atrás do Corinthians. Isso significa que a Raposa precisa manter o alto índice de aproveitamento e ainda continuar torcendo pela irregularidade corintiana.

 

Segunda divisão mais próxima

É duro aceitar e, é claro, cravar, mas o Coritiba conta com todos os ingredientes de um time rebaixado. Sem alcançar uma vitória há nove jogos, o clube não consegue triunfar em casa. Na rodada passada, por exemplo, enfrentou um instável Grêmio. O clube lutou, atacou, martelou, mas nada de gol. O castigo veio nos acréscimos, com gol de Ramiro, e novo revés, que aumentou a crise alviverde.

Com 28 pontos e o penúltimo lugar na classificação, os paranaenses veem a diferença para o 16º colocado e primeiro time fora do Z-4, que neste caso é a Chapecoense, subir. Agora, a distância é de três pontos. Ou seja, vencer a Raposa é obrigação.

 

Marcelo Oliveira em xeque

Se já não bastasse os problemas dentro de campo, o Coritiba vive um dilema sobre a demissão do técnico Marcelo Oliveira. Contratado no meio de ano com muito glamour – foi bicampeão brasileiro pelo Cruzeiro e campeão da Copa do Brasil pelo Palmeiras – pelo time que lhe deu as primeiras oportunidades como treinador profissional, o ex-jogador não fez jus ao investimento do clube e acumula um pífio aproveitamento de apenas 25% no Brasileirão. Para se ter ideia, o antigo técnico Pachequinho foi demitido com campanha de 42%. Sentiu a pressão?

De salvador da pátria em sua chegada, Marcelo Oliveira virou culpado em questão de partidas pelos torcedores, especialmente pelo futebol pouco competitivo. Para piorar, o chefe do Coxa tem mostrado opiniões bem distintas do presidente Rogério Bacellar, que gostaria de ver os jogadores do Sub-20 no profissional e ainda a escalação do alemão Baumjohann. Sem ter seus pedidos atendidos, o dirigente do Coxa garante o técnico até quarta-feira. Depois, tudo pode acontecer…

 

Jogos da 28ª rodada do Brasileirão

Quarta-feira, 18 de outubro

  • 19:30 – Coritiba x Cruzeiro – Palpite: Cruzeiro
  • 19:30 – Atlético Goianiense x Vasco – Palpite: Empate
  • 21:00 – Atlético Mineiro x Chapecoense – Palpite: Atlético Mineiro
  • 21:45 – Fluminense x São Paulo – Palpite: Fluminense
  • 21:45 – Corinthians x Grêmio – Palpite: Empate
  • 21:45 – Avaí x Botafogo – Palpite: Botafogo

Quinta-feira, 19 de outubro

  • 20:00 – Palmeiras x Ponte Preta – Palpite: Palmeiras
  • 20:00 – Vitória x Atlético Paranaense – Palpite: Empate
  • 21:00 – Flamengo x Bahia – Palpite: Flamengo
  • 21:00 – Sport x Santos – Palpite: Sport

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar