Ganhador.com

NBA

A NBA agradece de joelhos: separar Kyrie Irving e LeBron James está gerando um campeonato sensacional!

Foto: Gregory Shamus/Getty Images

Os dois astros estão voando como nunca. Irving, então, anotou inesquecíveis 47 pontos nesta madrugada, diante do Dallas Mavericks            

Kyrie Irving é o grande nome da atual NBA – e depois do que aconteceu na madrugada desta terça (21), qualquer discussão vai passar mais pelo fanatismo do que pela realidade. O inacreditável craque da camisa 11 do Boston Celtics teve uma noite para Larry Bird nenhum pôr defeito: Irving voou. E aterrissou depois de anotar impressionantes 47 pontos na vitória por 110×102 dos Celtics em cima do Dallas Mavericks, na prorrogação. Foi o 15º triunfo seguido do Boston, que a cada dia se aproxima da maior série invicta da história da franquia, de 19 triunfos consecutivos, conquistados em 2008 – ano em que foi campeão pela última vez.

 

Um craque humilde, decisivo e completo

O que mais chama a atenção nesta saída de Kyrie Irving do Cleveland Cavaliers para conduzir o Boston Celtics é que tudo foi orquestrado pelo próprio Irving. Foi ele o responsável por pedir sua saída dos Cavs e negociar a chegada ao Boston, que teve grandes dúvidas ao aceitar recebê-lo em decorrência da saída do seu grande astro, o genial baixinho Isaiah Thomas.

Hoje, em Boston, não há quem sinta saudade de Isaiah, tamanha a eficiência alcançada por Irving.

O desempenho coletivo do Boston não deixa dúvidas do sucesso do negócio para os verdes: a equipe demonstra um aproveitamento de 89% de vitórias nesta temporada, com 15 triunfos e só 2 derrotas. A equipe que vem atrás no Leste tem 68% (o Raptors). Os líderes do Oeste estão com 76% (Houston Rockets e Golden State Warriors).

Que ninguém se engane: este Boston está mais do que credenciado não só ao título do Leste, mas também para conquistar a NBA como um todo.

Conhecido como um armador “que joga para o time”, Irving está contrariando tais lógicas e mostrando que é decisivo como as demais estrelas – e falamos de gente do nível de Stephen Curry, James Harden, Kevin Durant e do próprio LeBron. A atuação inesquecível que terminou com 47 pontos não foi a única a contar com o brilho de Irving. Na partida anterior, já haviam sido 30 contra os Hawks. Sua média na atual temporada é de 22,5 pontos por partida – superando a média geral da carreira, de 21,7.

 

LeBron, claro, responde pelos Cavs

Longe de reclamar aos céus pela saída de Irving e pela má fase do Cleveland, LeBron mostrou que é mesmo um tremendo de um jogador ao atuar como uma fera também nas situações difíceis – e que agora merecem ser vistas de até uma maneira mais branda, pois os Cavs voltaram a ser o time dominante das últimas temporadas. A maré baixa está cada vez mais no passado. O momento da equipe agora é positivo e já mostra cinco vitórias seguidas – a última na noite desta segunda (20), com um imponente triunfo em cima dos Pistons em plena Detroit. O placar final foi de 116×86. Um massacre. Como nos velhos tempos (que nem estão tão velhos assim).

LeBron anotou 18 pontos contra os Pistons – vinha de uma sequência absurda tendo anotado 39 ante os Clippers e 31 contra os Hornets. O próprio “King James” se vê em um papel inédito nas últimas temporadas. Em vez de ser a figura onipresente na qual tudo gira ao redor, ele está impulsionando colegas como Dwyane Wade, que voltou a oscilar e apresentar um basquete fraco ante o Detroit. De Isaiah Thomas, então, nem é preciso falar. Ele só deve voltar a jogar no ano que vem, pois ainda está se recuperando de problemas no quadril.

A fase de James também é a mais positiva de sua carreira – pelo menos nos números.

Ele carrega até aqui uma média de 28,3 pontos por jogo nesta temporada, comprovando que a separação dele e de Irving está levando a competição a outro nível.

E para ter uma noção melhor desta competição, convém olhar também para a média de pontos na temporada de outros astros. Relembramos: Irving está com 22,5 pontos por jogo; LeBron, com 28,3. Vejam então os outros: Stephen Curry carrega 25,6 até aqui; Kevin Durant, 24,9; Russell Westbrook, 20,1.

Os dois que mais impressionam são Giannis Antetokounmpo (29,7) e James Harden (impensáveis 31,6 pontos por jogo!).

 

Jogos da Temporada Regular da NBA 2017/2018

Segunda-feira, 20 de novembro

  • Charlotte Hornets 118×102 Minnesota Timberwolves
  • Detroit Pistons 88×116 Cleveland Cavaliers
  • Orlando Magic 97×105 Indiana Pacers
  • Philadelphia 76ers 107×86 Utah Jazz
  • New York Knicks 107×85 Los Angeles Clippers
  • Memphis Grizzlies 92×100 Portland Trail Blazers
  • Milwaukee Bucks 88×99 Washington Wizards
  • New Orleans Pelicans 114×107 Oklahoma City Thunder
  • Dallas Mavericks 102×110 Boston Celtics
  • San Antonio Spurs 96×85 Atlanta Hawks

Terça-feira, 21 de novembro

  • Sacramento Kings 98×114 Denver Nuggets

Quarta-feira, 22 de novembro

  • 01:00 – Los Angeles Lakers x Chicago Bulls – Palpite: Lakers

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar