Ganhador.com

Copa Sul-Americana

2ª fase da Sul-Americana 2017: Prognósticos para Arsenal x Sport, na Argentina

Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

Comandado por Vanderlei Luxemburgo, “Leão da Ilha” tenta resistir à pressão argentina nesta noite em Buenos Aires

A quinta-feira (27) vai escrever mais um capítulo da rivalidade entre Brasil e Argentina no futebol. Desta vez, o duelo será em Sarandí, no sul de Buenos Aires, onde o Arsenal recebe o Sport, às 19h15 (de Brasília), pelo jogo de volta da segunda fase da Copa Sul-Americana 2017. A ida terminou bem para o time brasileiro, com um 2×0 incontestável na Ilha do Retiro.

 

Sport luta contra retrospecto negativo

Técnico dos mais experientes e vitoriosos da história do futebol brasileiro, Luxemburgo entra em campo nesta noite em uma situação onde sua pompa vale de muito pouco. Ele jamais conquistou título continental algum com suas equipes. Nem Libertadores, nem Conmebol, nem Sul-Americana. Nada. E para mudar um pouco este mau desempenho, ele vai precisar lutar também contra outra marca negativa – a do Sport sempre fracassar quando atua fora pela Sul-Americana.

Em casa, o “Leão da Ilha” sempre fez o seu papel. Mas é só sair de Recife para a equipe se desmontar. Foi o que ocorreu em 2013, ao enfrentar o Libertad, do Paraguai, amargando uma eliminação perdendo por 2×0. O filme se repetiu em 2015 contra outro time argentino, o Huracán, que aplicou 3×0 em Buenos Aires e mandou a equipe brasileira para Recife.

E foi também o que aconteceu na estreia da Sul-Americana 2017, quando o Sport perdeu por 3×0 para o Danúbio, no Uruguai, e contou com o brilho do goleiro Magrão na decisão por pênaltis.

Luxemburgo levou à Argentina o que tem de melhor. O seu time vai contar com todos os principais jogadores, como Diego Souza e André, e só tem uma única dúvida técnica no gol: se será escalado Magrão ou Agenor.

 

Arsenal sofre com a inatividade

O clube argentino é muito pouco conhecido pelo público brasileiro, e a razão para isso é fácil de explicar. O Arsenal integra o grupo dos clubes nanicos do futebol argentino, e o momento da equipe, para piorar, é dos mais negativos.

Sediado na cidade de Sarandí, no sul de Buenos Aires, o Arsenal terminou o último Campeonato Argentino somente em 27º de um total de 30 times. Esteve sempre muito longe da equipe que conquistou o torneio nacional em 2012 e a própria Sul-Americana em 2007, tempos em que tinha jogadores que rapidamente foram vendidos – e jamais repostos pelos lados do “Viaduto”, como é conhecida a região argentina onde fica o clube.

Para piorar a situação do Arsenal para esta noite, a equipe não entra em campo desde o dia 6, data da partida de ida contra o Sport. Pelo Campeonato Argentino, o último jogo foi há exatamente um mês, quando ganhou de 2×1 do Tigres.

O Arsenal não conta com nenhum jogador que seja conhecido do torcedor brasileiro. Como costuma fazer a maioria das equipes pequenas argentinas, o clube de Sarandí reúne muitos jogadores cujos direitos econômicos são de clubes grandes, que repassam esses atletas sem espaço a times menores para ganhar rodagem e ajudar as equipes especialmente em competições internacionais.

 

Prováveis escalações

Arsenal e Sport devem ir a campo da seguinte maneira nesta noite em Sarandí:

Arsenal – Santillo; Sergio Velázquez, Monteseirín, Curado e Corvalán; Ferreyra, Emiliano Papa, Rolón e Milo; Wílchez e Brunetta. Técnico: Humberto Grondona

Sport – Magrão (Agenor); Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Durval e Sander; Rithely e Patrick; Diego Souza, Everton Felipe e Mena; André. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

 

Palpite

Duas coisas estão bem claras nesta partida: 1) O Arsenal não põe medo em ninguém pelo que faz com a bola no pé, mas pode armar muitas arapucas para estressar o Sport e assim, na base da irritação, conquistar a vaga mais pelo que o clube brasileiro deixe de fazer do que propriamente pelo mérito do time argentino.

2) O Sport conhece toda esta teoria, mas vai precisar também lidar com as suas limitações. O time foi simplesmente irreconhecível quando precisou jogar no Uruguai contra o Danúbio, e tal retrato ainda está bem nítido para os torcedores, que esperam que os jogadores tenham aprendido a lição e não insistam nos mesmos erros.

O Arsenal é favorito para ganhar o jogo, mas a chance de classificação do Sport é consideravelmente maior, pela ida ter terminado 2×0. A possibilidade mais provável para o desfecho da noite é a vitória de 1×0 do clube argentino, que vai colocar o “Leão da Ilha” nas cordas até o fim.

 

Jogos da 2ª fase da Copa Sul-Americana 2017

Quinta-feira, 27 de julho

  • 19:15 –Arsenal-ARG x Sport – Palpite: Arsenal
  • 21:45 –Indepediente Medellín-COL x Racing-ARG – Palpite: Empate

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar